19 janeiro 2018

[Crítica] Sem Fôlego



Dessa vez fomos convidadas para assistir a cabine do filme: Sem fôlego, filme estreia dia 28 de janeiro nos cinemas. 

"Sem Fôlego" conta duas histórias em paralelo, com meio século de diferença. Em 1977, Ben (Oakes Fegley) é um garoto que ama o espaço, que deseja muito saber sobre o pai, porém Elaine, sua mãe (Michelle Williams) nunca parece encontrar o momento certo para lhe contar e sempre termina mudando de assunto. Quando sua mãe, inesperadamente, sofre um acidente de carro e morre, ele fica completamente perdido. Em sua ânsia em encontrar o pai, Ben revira as coisas da mãe, descobre uma pista e decide sair em busca de resolver esse grande mistério, para isso, o menino vai para a cidade de Nova York.

"Estamos todos na sarjeta, mas alguns de nós contemplam as estrelas."

Já em em 1927 uma menina muda chamada Rose (Millicent Simmonds) sofre com a ausência de sua mãe, a famosa atriz Liliam Mayhew (Julianne Moore), e com a rigidez e frieza do pai, que sempre parece considerá-la incapaz por causa de sua deficiência. Cansada das limitações impostas, a menina resolve ir atrás da mãe em Nova York.


Percorrendo os mesmos lugares, percebemos grandes similaridades nas duas histórias até que fatalmente ambas acabam se cruzando e revelando o grande mistério.

O filme alterna entre o clássico preto e branco do cinema na história de Rose e o colorido na de Ben, o que ajuda a ressaltar a diferença entre as duas épocas e enriquece o enredo. A trilha sonora composta por Carter Burwell acaba dando um toque mais especial.

Para mim, a melhor atuação foi sem dúvida da Millicent Simmonds, que conseguia transparecer toda a frustração de Rose pela falta de compreensão dos adultos com sua deficiência. A expressão de Millicent gritava que ela desafiaria qualquer um para conseguir alcançar seus objetivos e que não precisava falar para chegar aonde queria ir.


O filme é baseado no livro de Brian Selznick, mesmo autor de "A Invenção de Hugo Cabret", também um sucesso do cinema. O livro é todo ilustrado na parte de Rose e narrado na história de Ben. O texto é centralizado e a leitura (que eu já comecei) é muito gostosa e o tempo parece voar. As ilustrações são maravilhosas e gostaria de dar um agradecimento especial por esse brinde lindo à editora SM e a H2O filmes. Em breve terá resenha do livro aqui no blog!

O filme é dirigido por Todd Haynes diretor independente, produtor cinematográfico e roteirista. Esses são alguns de seus filmes: Velvet Goldmine, Mildred Pierce, Longe do Paraíso e Carol (que eu adoro). "Sem Fôlego" entrou na minha lista de filmes favoritos!

Confira o trailer abaixo:

Compartilhe!

16 comentários :

  1. Olá Nanda!!!
    Que bacana esse filme, não tinha ouvido flar dle ainda, adorei tudo, o que mais me chamou atenção foi essa intercalada mistura de preto e branco, adorei essa idéia tbm, vou procurar saber sobre o livro...
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme é lindo e essa edição também está um primor, vale mega a pena <3

      Excluir
  2. Fiquei curiosa pra saber como essas histórias vão se cruzar e achei a premissa bem diferente. Primeira vez que ouço falar dele e pela trilha sonora do trailer e do próprio trailer deu pra perceber que é um filme emocionante e gostei ;)

    ResponderExcluir
  3. Não sabia do livro e nem do filme, vou querer assistir, parece ser uma graça. Um atras do pai e outro atras da mãe fiquei intrigada em saber como vai ser a aventura deles, que mistério esta por trás disso. Gostei muito do trailer chama a atenção que segredos estão por vir nessa historia, gosto quando o elenco é juvenil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gostei do elenco! Espero que vc tbm curta bastante o filme <3

      Excluir
  4. Eu não conhecia este filme, achei bem legal o filme intercalar entre o clássico preto e branco do cinema na história da personagem de Rose e o colorido na história do personagem Ben, realmente isto ajuda a ressaltar a diferença entre as duas épocas, não conhecia o livro em que este filme é baseado, irei dar uma pesquisada sobre o livro. Pela sua resenha e pelo trailer este filme parece ser muito bom, pretendo assistir o filme Sem fôlego.

    ResponderExcluir
  5. Oi Nanda.
    Gostei bastante do enredo do filme e achei bem interessante o filme alternar entre o clássico preto e branco e o colorido, dependendo da história que está sendo contada.
    Fiquei curiosa para saber se a história de Ben e Rosie se encontram.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é bem fofo e sensível, acho que você vai gostar!
      Beijos!

      Excluir
  6. Amo muito o filme e o livro de Hugo Cabret não sabia que esse filme era baseado num livro do Brian Selznick. Quero muito ler e assistir (de preferencia nessa ordem).
    Obrigada pela dica!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo totalmente, Ju (olha as intimidades hahahha)! Também costumo gostar de ler antes de assistir o filme, pra conseguir imaginar os personagens por mim mesma...
      Espero que goste <3

      Excluir
  7. Me interessei muito no filme achei interessante ter uma protagonista que tem uma deficiência quero saber como a história desses dois podem se cruzar Isso realmente me deixou curiosa e o jogo de câmeras ficou bem interessante hora preto e branco e hora colorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que goste, Carol! Ele é muito bonito <3

      Excluir
  8. Oi Nanda!
    Ah, tenho a impressão de sei o segredo que será revelado, rs, é bem parecido com o enredo de um outro filme que já assisti.
    Gostei dessa alternação entre narração e ilustração que fizeram no livro, e a que fizeram no filme do colorido e preto e branco, achei a história muito encantadora.
    Fiquei curiosa tanto para assistir, quanto para ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que bom! Qual o filmeee? Me deixou curiosa e_e
      Tomara que goste bastante de ambos!
      Bjs ;*

      Excluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei