11 dezembro 2017

[Resenha] O Rei - J. R. Ward

Resultado de imagem para lIVRI O Rei
Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma furiosa guerra entre vampiros e seus assassinos. Há uma Irmandade secreta, sem igual, formada por guerreiros vampiros defensores de sua raça.
Depois de recusar seu trono por séculos, Wrath finalmente assumiu o manto de seu pai – com a ajuda de sua amada companheira. Mas a coroa pesa fortemente em sua cabeça. Enquanto a guerra com a Sociedade Redutora continua, e a ameaça vinda do Bando de Bastardos está prestes a acontecer, Wrath é forçado a fazer escolhas que colocam em risco tudo e a todos.
Beth Randall pensou que sabia em que estava se metendo quando ela se relacionou com o último vampiro puro-sangue no planeta: não seria nada fácil. Mas quando ela decide ter um filho, percebe que não está preparada para a resposta de Wrath – ou o afastamento que essa decisão criaria entre eles.
A questão é: o amor verdadeiro vencerá... ou será derrotado pelo passado sombrio?


Livro:  O Rei || Série: Irmandade da Adaga Negra #12 ||  Autor:  J. R. Ward 
Editora: Universo dos Livros ||  Ano: 2017 || Gênero: Sobrenatural, Hot, Vampiro
Classificação: 5 estrelas || Resenhista: Marlene

Skoob | Editora | Compre

O Rei é o décimo segundo livro da série Irmandade da Adaga Negra, que foi publicado aqui no Brasil pela Universo dos Livros. O Rei traz de volta Wrath, que foi o protagonista principal no primeiro livro “Amante Sombrio”, esse livro se passa 3 anos após o primeiro livro e como já era de se esperar, muitas coisas mudaram de lá até aqui.

Wrath está passando por um momento difícil, alguns acontecimentos dos livros anteriores fizeram com que sua situação mudasse drasticamente e agora, além de se preocupar com o seu povo e os irmãos, ele também teme pela vida de sua companheira.

Beth quer ter um filho, ela quer isso mais que a própria vida, porém Wrath não comprou a ideia, afinal uma gravidez para a raça de vampiros é arriscada, em especial para sua Leelan que é uma mestiça e pode não aguentar passar por isso.

Logo, a situação esse entre eles vai se tornando complicada, ela se sente traída por seu companheiro, que não entende que isso é algo do qual ela não pode viver sem, não pelo filho em si, mas pelo pedaço do seu amor que viveria com ela para sempre.

Ela nunca foi uma daquelas meninas bobas que ficava sonhando com o Príncipe Encantado ou com um casamento de conto de fadas ou qualquer dessas bobeiras dos musicais da Disney. Mas, mesmo para alguém que não tinha ilusões e nenhuma intenção de se casar, se ela se imaginasse com alguém, nunca seria com um homem como Wrath, filho de Wrath, o Rei de uma raça que, até a poucos anos atrás, não passava de um mito de Halloween para ela.
No entanto, aqui estava ela, de quatro por um assassino mandão, que tinha o vocabulário de um caminhoneiro, vindo de uma linhagem real tão longa quanto seu braço, e com atitude suficiente para fazer Kanye West parece um coelhinho.

Wrath tem que se desdobrar para lidar com tudo, seus problemas pessoais, a responsabilidade de ser rei e ainda por cima tem que apaziguar os ânimos do pessoal do conselho, que quer lhe tirar o trono. Um ponto que eu adorei nesse livro é que temos flashbacks dos pais de Wrath e é aqui que eu percebi que eles tem muita coisa em comum, como a força, coragem e o amor sem igual por suas companheiras.

A ação nesse livro não é uma constante como nos demais, isso me decepcionou um pouco, porém não tornou o livro menos que os outros, muito pelo contrário, tornou tudo muito interessante, porque a autora pôde desenvolver melhor os personagens, criando diálogos que prende o leitor, reafirmando os laços já existente e fechando todas as pontas soltaram que foram deixadas nos livros anteriores.

Esse foi um livro que impactou a série, porque alguns acontecimentos afetaram diretamente toda a sociedade vampiresca e isso não é algo ruim. Apesar de ter tido como o foco mais o cenário político, esse foi um dos livros que mais amei da série, perdendo só para Amante Desperto, que é o meu amorzinho. (que Zsadist não me veja falando isso, rsrs)

Assim como todos os demais livros da série, ele também traz dramas, palavrões, violência e muitas cenas de sexo, não posso dizer que é um livro erótico, porque essa não é a ênfase da série, no entanto, é bom dar uma olhada na faixa etária antes de começar a leitura.

Sim, ele pensou, para sobreviver, não se pode estar sozinho.É preciso ter uma parceira de valor.Tendo isso? Você é mais rico do que qualquer rei ou rainha que tenha vagado pela terra.

A edição segue o mesmo padrão dos livros anteriores, com páginas amareladas e letras confortáveis, não encontrei nenhum erro durante a leitura, uma coisa que quero destacar é essa capa, que é linda e colocou em foco a imagem que tenho do Wrath.

Esse é um livro que te prende do inicio ao fim, com uma história maravilhosa e personagens apaixonantes. Para os fãs da série, que mais que recomendo essa leitura e se você ainda não leu, o que está esperando?

Compartilhe!

12 comentários :

  1. Oi Marlene...
    Não conheço a série mas já gostei do enredo, a capa tbm é linda, vou anotar na listinha e tentar ler em breve...
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline, leia com certeza, essa é uma das melhores séries que eu já li.

      Excluir
  2. Tenho vontade e curiosidade em ler esta série, mas confesso que imaginava que as cenas hot, era o ponto central da trama, mas pela sua resenha percebo que e ao contrário. Gostei também do fato de haver menos ação na trama, já que agora a autora conseguiu criar mais diálogos, e desvendar, e amarrar pontas soltas que havia nos outros livros. Confesso que fiquei curiosa e interessada no livro, por isto quem sabe não dou uma chance.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lana.
      Que bom que ficou interessada, se um dia ler essa série, por favor me conte o que achou.

      Excluir
  3. Eu sou fã da série e li esse livro, fiquei me perguntando pra que outro livro do rei se já teve, mas quando li teve muitos acontecimentos e o sofrimento devido a gravidez da rainha e muita politica, então achei que foi necessário mesmo, a leitura foi bem envolvente, querendo saber o que iria acontecer e tenso com a gravidez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria.
      Eu gosto disso na autora, porque é muito raro vermos em uma série dois ou mais livro com o mesmo casal principal, sendo que tem mais de 8 livro separando as histórias.
      Bjs.

      Excluir
  4. Oi Marlene!
    Amo livros com vampiros, mas por incrível que pareça acho a série muito desgastante. Já li algumas resenhas, e o enredo parece realmente bom, por enquanto não irei ler por ser muitos livros, mas quem sabe quando tiver oportunidade ... Só vejo elogios a autora!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vitória.
      Uma pena né, mas te entendo, da um pouco de medo começar uma série tão longa.

      Excluir
  5. Não sou muito de livros desse gênero sempre procuro evitar acabo deixando de lado essa sugestão Vou acabar deixando passar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol.
      Uma pena, mas compreensível.
      Ótimas leituras.

      Excluir
  6. Oi, Marlene!!
    Parei de ler essa série Irmandade da Adaga Negra no quarto livro e até o momento não estou com coragem para dar continuidade a série.
    Bjoss

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei