21 novembro 2017

[Resenha] Lady Whistledown Contra-Ataca - Julia Quinn

Com a participação especial da famosa cronista da sociedade criada por Julia Quinn, Lady Whistledown Contra-Ataca é formado pelas narrativas curtas de quatro escritoras consagradas, tendo como fio condutor o roubo de uma pulseira milionária. Seus contos são como pérolas que se unem e formam uma peça de valor inestimável.
Quem roubou o bracelete de lady Neeley?
Terá sido o caça-dotes? O apostador? A criada? Ou o libertino? Londres está fervendo com as especulações, mas, se ainda restam muitas dúvidas, pelo menos uma coisa é certa: um desses quatro está envolvido no crime.
Crônicas da sociedade de lady Whistledown, maio de 1816
Julia Quinn encanta...
Um belo caçador de fortunas foi enfeitiçado pela debutante mais desejada da temporada. Agora ele precisa provar que o que deseja é o coração da jovem, não o dote dela.

Mia Ryan delicia...
Uma criada adorável e espirituosa está deslumbrada com as atenções românticas que tem recebido de um charmoso conde. Mas um relacionamento entre eles seria escandaloso e poderia arruinar a reputação dos dois.
Suzanne Enoch fascina...
Uma jovem inocente que passou a vida evitando escândalos de repente se vê secretamente cortejada pelo maior libertino de Londres.
Karen Hawkins seduz...
Um visconde que vaga sem destino volta para casa para reacender o fogo da paixão de seu casamento, mas descobre que sua linda e decidida esposa não será conquistada tão facilmente.

Livro: Lady Whistledown Contra-ataca || Autor:  Julia Quinn || Série: Whistledown #2
Editora: Arqueiro || Classificação: 5 estrelas || Resenhista: Luci
 Ano: 2017 || Gênero: Romance de época 



Para quem estava com saudades da nossa misteriosa lady Whistledown — nem tão misteriosa assim, pois a essa altura já conhecemos sua identidade —, temos quatro deliciosos contos narrados por autoras maravilhosas, acompanhadas pelas observações e opiniões ácidas e astutas da nossa querida cronista e tendo ainda como pano de fundo para as quatro histórias o roubo de uma pulseira caríssima e o mistério sobre o criminoso.


O Primeiro Beijo 
Julia Quinn

Nessa história deliciosa, conhecemos a mais cobiçada debutante da temporada pelo seu considerável dote: Lady Mathilda. Para ela, era esperado um homem com boas posses um título para fazer jus à sua fortuna e posição. No entanto, assim que os olhos de Lady Mathilda se prendem ao soldado Peter, um homem sem posses que acabou de voltar da guerra, ela não vê mais ninguém.

Tudo o que Peter quer é comprar uma boa propriedade no campo e viver uma vida sossegada após a guerra. Mas, para um rapaz sem posses, a única maneira de conseguir isso é arranjando uma noiva que venha acompanhada por um bom dote, para somar com suas economias. Não que ele seja um caça-dotes, como chegou a apontar lady Whistledown em suas crônicas, pelo contrário; ele é muito íntegro e o incomoda ter que arranjar uma esposa sob essas condições.

Mas a espirituosa e determinada Mathilda o conquista de tal forma, que ele vê seus planos mudarem completamente. Se por um lado ela atende aos requisitos de uma noiva com um dote mais que atraente, ele não quer, com ela, um casamento baseado em interesses. E quando os dois se beijam pela primeira vez, ambos têm certeza de que não importa com enlace como a sociedade exige, para uma lady rica e um homem sem fortuna; o que só importa para os dois é uma união baseada em amor.


A Última Tentação
Mia Ryan

Nesse segundo conto temos a história de Isabella Martin, que há dez anos é acompanhante de Lady Nelly, a dona do bracelete furtado e que também é conhecida por dar festas memoráveis. Graças a Isabella, que tem um toque único para organizar bailes. Graças a esse dom, ela é contratada para realizar uma festa com o objetivo de atrair uma bela jovem solteira para um solteirão convicto: Lorde Roxbury.

Lorde Roxbury é pego de surpresa por seu pai, que quer vê-lo casado para continuar a linhagem da família, ao se deparar com a risonha e estonteante Isabella, que está muito animada com a missão de fazer uma festa para incitar o cobiçado solteiro a entrar no mundo matrimonial. Homem acostumado a ter aventuras amorosas com diversas mulheres, ele não quer abrir mão de sua vida. E isso é do conhecimento de todos, já que lady Whistledown geralmente o menciona.

Mas longe de se sentir atraído a casar com uma jovem de família conceituada na sociedade londrina, Anthony subitamente começa a se sentir cada vez mais atraído por uma simples plebeia, que vê o lado positivo de tudo, sem se deixar desanimar por nada. Sim, o lorde com fama de libertino passa a sentir algo intenso e inexplicável por Bella, a acompanhante 30 de anos de idade que sequer uma vez foi beijada.

E com Isabella também acontece o mesmo: ela vivencia o nascer de sentimentos que ela sabe serem proibidos. Pois apesar dos sonhos que teve durante toda a vida, de encontrar um príncipe que a amaria, sabe que não é possível casar com um nobre. Mesmo que ele compartilhe seus sentimentos da forma mais intensa que existe.


O melhor dos Dois Mundos
Suzanne Enoch


Para nos deliciar mais ainda, temos a história da jovem Charlotte Birling, cuja família tem um trauma de escândalos e cujo maior pavor é ser mencionada por lady Whistledown em suas famigeradas crônicas da sociedade. Por isso, para Charlotte, escolheram já um pretendente com passado imaculado — e extremamente sem graça.

Mas o coração de Charlotte bate realmente com mais força por lorde Matson, um conde que recebeu seu título recentemente e está em busca de uma esposa. Só que ele está fora do alcance dela, pois Xavier, antes de resolver sossegar, aproveitou ao máximo sua liberdade, tendo casos e com longas noites de bebedeiras, o que acabou sendo o alvo da mais famosa colunista social de Londres. Só isso o desclassifica como um bom pretendente para Charlotte.

Mas a jovem, que se considera sem graça, tem seus mais secretos desejos sendo despertados quando se vê alvo do interesse do jovem conde. A garota dócil, que viveu sob o domínio dos seus pais ao longo da sua vida, se vê na necessidade de procurar sua felicidade nos braços do homem que realmente a faz despertar para a vida. 

E Xavier está mais que disposto a enfrentar os pais de Charlotte para convencê-los de que suas intenções são sinceras. E para isso ele está disposto a apagar das suas memórias seu passado libertino, cortejando-a como um perfeito cavalheiro. 

Mas o que acontece quando Charlotte está disposta a viver seu lado mais intenso e ele realmente está disposto a mostrar isso a ela, não importando a opinião de ninguém, apenas os sentimentos que ambos sentem um pelo outro? 


 O Único para Mim
Karen Hawkins


E temos finalmente o último conto, a apaixonante história de um casal que não teve tempo de viver o amor que sentiam um pelo outro, pois um mal-entendido os separou por longos 12 anos.

Sophia já cansou da solidão que a faz sofrer diariamente, consequência do abandono repentino do marido. Disposta a recomeçar sua vida, ela pede a anulação do casamento sem imaginar que ele mesmo sairia da Itália para ir até Londres para os dois resolverem tudo cara a cara.

Max, o visconde de Easterly, saiu intempestivamente da vida de sua esposa por motivos torpes. Mas, levado pela inconsequência juvenil, só foi se dar conta disso tarde demais. E assim os anos foram passando, até que o ultimato da esposa o fez voltar com um único propósito: reconquistar sua esposa e retomar seu casamento. Claro que, conhecendo Sophia, ele sabe que terá uma batalha árdua pela frente. O que não esperava era que, justamente no seu retorno, fosse ser apontado como suspeito no roubo da pulseira de lady Nelly.

Sophia não está disposta a cair rendida ao seu marido. Mesmo que ele reacenda as chamas que há muito tempo estão adormecidas em seu corpo, aguardando só o toque dele para serem reavivadas. Mesmo que sua família tenha certa culpa da partida de Max, ela está determinada a não facilitar nada para ele. Mas apesar dessa resolução, ela não vai admitir que Max seja acusado injustamente por um roubo que não cometeu. Assim, ela decide investigar sozinha esse crime para limpar seu nome.

Só  que essa investigação não vai descobrir somente o criminoso; também vai revelar uma paixão adormecida que será liberta e que será impossível de ser controlada, definindo, finalmente, o futuro dos dois.



Além de quatro histórias curtas, mas envolventes, esse livro conquista o leitor porque reúne 4 autoras maravilhosas que escreveram de forma a estruturar seus trabalhos de maneira harmoniosamente incrível. Foram personagens diferentes, com histórias e personalidades distintas que tinham o fundo o mesmo cenário, sem fugir do foco um só minuto. De tal modo que pensamos que uma mesma autora escreveu todos os contos. Mas aos poucos conseguimos identificar os traços de cada uma pela maneira de conduzir a narrativa e como os personagens foram criados. 

No primeiro conto de Julia Quinn, podemos identificar os traços que são peculiares em sua escrita: o humor, a sensualidade e a paixão que permeiam a sua escrita, que particularmente amo. 

Não conhecia a escrita de Mia Ryan, mas gostei muito do modo como estruturou a narrativa e construiu os personagens, principalmente a definição dos sentimentos, que são demonstrados em um crescendo. Gostei como colocou de forma bem vívida as perspectivas de cada personagem e como certas coisas podem influenciar nossas vidas, como atitudes, por exemplo, e a forma como decidimos ver o mundo.

Sobre Suzane, é outra autora que não me decepciona e de quem sou fã. Mesmo. Amo seus mocinhos, como são determinados, assim como a mocinha, que mesmo em uma época em que a mulher era condicionada a ter um papel submisso, Suzane as descreve com uma determinação ímpar, é isso dá vida de forma única ao romance.

Sobre o quarto conto, não conhecia a autora, mas aplaudo como constrói seus personagens. Sua narrativa é permeada com aquele humor leve que nos deixa com um sorriso bobo no rosto. Os personagens, então, são apaixonantes, eu amei demais Sophia, sua astúcia e determinação.

E não posso deixar de destacar nossa querida Lady Whistledown, cujas observações perspicazes, intercaladas com a narrativa dos contos, deixou a leitura muito mais gostosa e cativante.

Essa coletânea de contos é do tipo que indicamos para aquela amiga com quem amamos compartilhar uma boa leitura, pois satisfaz desde o leitor que curte o bom e puro romance, àquele que ama se sentir leve lendo uma história com toques sutis de humor. leitura super agradável, que termina nos deixando com a sensação de que poderia ter só mais uma página, para você ficar mais um pouquinho com o livro em mãos.

Compartilhe!

5 comentários :

  1. OI Luci, esse livro já tá na minha meta e acho que vou amar esses contos e olha que nem sou fã de livros de contos rsrs. Já conheço a escrita da Júlia e Suzanne e gostei muito das histórias que li de ambas e tô bem curiosa pra ver a escrita das outras e pelo que li todas as histórias são encantadoras. Amei a resenha, vou passar esse livro na frente de outros pra ler logo logo ;)

    ResponderExcluir
  2. Oie!
    Que capa mais linda, gostei mto!
    Eu infelizmente não conheço obras da autora, só acompanho resenhas, desejo mto conhecer a escrita e as séries da autora, e este, já está na listinha!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Oi Luci.
    Achei bem bacana esse livro conter 4 contos escrito por 4 escritoras diferentes, mas ambientados no mesmo lugar.
    Gostei bastante dos comentários de Lady Whistedown nos primeiros livros da Julia Quinn. Tenho certeza que nesse livro ela deixou a sua marca registrada por comentários engraçado e sarcásticos.
    Espero ter a oportunidade de ler esse livro em breve e conhecer a escrita das outras autoras.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li nada de nenhuma das autoras, mas tenho muita vontade de ler os livros da Julia Quinn e da Suzanne Enoch, das outras também rs. Fiquei curiosa com o primeiro conto, como é impressionante o interesse em ter bens, ainda bem que o mocinho quando se apaixona não pensa assim. E o último que o homem abandona a esposa por doze aos é muito tempo.

    ResponderExcluir
  5. Olá, entre os autores só sou familiarizado com a Julia Quinn, lobo já posso dizer que o livro deve ser ótimo, ainda mais por contar com a presença da icônica Lady Whistledown, que retorna ainda mais ácida e afrontosa. Beijos.

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei