16 novembro 2017

Lançamento de Bad Mommy

Fãs da Tarryn Fisher por aqui?? Eu com certeza sou apaixonada pela escrita dela.
A Faro Editorial divulgou recentemente que irá lançar Bad Mommy da autora!!

A escrita da Tarryn se destaca pelo seu censo de realidade, pelos personagens excêntricos (ou seriam normais?) que todo mundo consegue se identificar. Se eu tivesse que indicar uma autora de romances para alguém, seria a Tarryn Fisher, e dos livros dela se eu tivesse que indicar um seria Atheists who kneel and pray, provavelmente, ou talvez F*ck Love, ou quem sabe o proximo livro dela que ainda não li, por que sei que independente do que ela escreva, será sensacional.

Mas vamos falar do proximo lançamento aqui no Brasil, Bad Mommy. Um livro com certeza diferente de tudo o que você imagina. Bad Mommy conta a história de Fig Coxbury, que como a própria autora sempre se refere, é um pouco psicopata hahahahaha.




"Quando Fig Coxbury compra uma casa na Rua West Barrett, não por que ela gosta do bairro, ou mesmo por causa da casa. É por que tudo o que ela deseja está na casa ao lado: o marido, a criança, e a vida que pertence a outra pessoa."

*tradução livre ELB



Autora best-seller do The New York Times, Além de ter um blog de moda com uma amiga, a americana Tarryn Fisher escreveu a trilogia "Amor & Mentiras” (Love me With Lies): “A Oportunista”; “A Perversa” e “O Impostor”. Iniciou suas publicações de maneira independente e já trouxe para o Brasil, também pela Faro Editorial F*ck Love (resenha).

Tarryn conta com outros livros igualmente maravilhosos, confira:




Olivia Kaspen acaba de descobrir que seu ex-namorado, Caleb Drake, por quem era obcecada, perdeu a memória.
Com uma incrível habilidade de tirar proveito das situações, ela acredita estar diante de uma segunda chance para ter Caleb de volta.
E para que seu plano dê certo, Olivia precisa manter sua verdadeira identidade e seu passado sórdido em segredo.
Porém, surge um obstáculo inesperado: a atual namorada de Caleb, a perversa Leah Smith.
Inicia-se então um jogo entre duas mulheres dispostas a tudo para conquistar o homem que parece ter apagado todo o seu passado.
Para encobrir as consequências de suas mentiras, Olivia cria uma teia de novos eventos, em um processo que pode levá-la a descobrir que sua busca pelo amor talvez a tenha feito ultrapassar limites muito perigosos.



Leah Smith finalmente vive um momento muito especial. Conquistou aquele que considera o “homem da sua vida”, mas não está completamente feliz.
Leah se sente insegura, como se fosse sempre a segunda opção e sua vida atual, como um castelo de cartas, pudesse desabar a qualquer momento...
E, mais do que sentir, ela sabe que Caleb nunca a olhou com aquele brilho especial que dirigia a Olivia. Então, se por um lado se sente vitoriosa, por outro, percebe quanto é desgastante e trabalhoso manter a sua conquista.
Agora, oficialmente casada com Caleb, ela vai até as últimas consequências para manter unidos os pedaços de uma vida construída por segredos, mentiras e trapaças. E, quem sabe, amor.
Mas não é assim que devemos fazer para lutar por quem amamos?









Charlie Wynwood e Silas Nash são melhores amigos desde pequenos. Mas, agora, são completos estranhos. O primeiro beijo, a primeira briga, o momento em que se apaixonaram... Toda recordação desapareceu. E nenhum dos dois tem ideia do que aconteceu e em quem podem confiar.

Charlie e Silas precisam trabalhar juntos para descobrir a verdade sobre o que aconteceu com eles e o porquê. Mas, quanto mais eles aprendem sobre quem eram, mais questionam o motivo pelo qual se juntaram no passado.




Helena Conway se apaixonou. Contra sua vontade. Perdidamente. Mas não sem motivo. Kit Isley é o oposto dela desencanado, espontâneo, alguém diferente de todos os homens que conheceu. Ele parece o seu complemento. Poderia ser tão perfeito... se Kit não fosse o namorado da sua melhor amiga. Helena deve desafiar seu coração, fazer a coisa certa e pensar nos outros. Mas ela não o faz... Tentar se afastar da pessoa amada é como tentar se afogar. Você decide fugir da vida, pulando na água, mas vai contra a natureza não buscar o ar. Seu corpo clama por oxigênio sua mente insiste que você precisa de ar. Então você acaba subindo à superfície, arfando, incapaz de negar a si mesma essa necessidade básica de ar. De amor. De desejo ardente. Você pode pensar que já viu histórias parecidas, mas nunca tão genuínas como essa. Tarryn, a escritora apaixonada por personagens reais, heroínas imperfeitas, mais uma vez entrega algo forte, pulsante, que nos faz sofrer mas também nos vicia. Depois dela, todas as outras histórias começam a parecer como contos de fadas. Se você não quer se viciar, não leia a primeira página.





Quando a recusa escritora Senna Richards acorda no dia do seu aniversário de 33 anos, tudo mudou. Presa em uma casa, cercada por uma cerca elétrica, no meio da neve, Senna é deixada para decifrar as pistas para descobrir por que ela foi sequestrada. Se ela quer a liberdade de volta, terá que olhar de perto para o seu passado. Mas, o passado quebrou o seu coração... e o seu sequestrador não está por perto. Com a sua sobrevivência por um fio, Senna logo percebe que isso é um jogo. Um jogo perigoso. E apenas a verdade pode liberta-la.




No Osso há uma casa.
Na casa há uma garota.
Na garota há a escuridão.

Margo não é como as outras garotas. Ela vive em um bairro abandonado chamado Osso, em uma casa amaldiçoada, com uma mãe amaldiçoada, com quem ela não fala há mais de dois anos. Ela vive seus dias se sentindo invisível.
Até que ela cria uma amizade com o seu vizinho cadeirante Judah Grant, e as coisas começam a mudar. Quando uma garota da vizinhança, Neveah Anthony de sete anos desaparece, Judah ajuda Margo a descobrir o que realmente aconteceu com ela.
O que Margo descobre muda sua vida, e com uma nova perspectiva sobre a vida, ela está determinada a encontrar o mal e o punir - focando em estupradores e molestadores, um por um.
Mas caças o mal é perigoso, e Margo corre o risco de perder tudo, inclusive a própria alma.


Yara Phillips é uma musa ambulante.
Ela namora homens que precisam dela, mas ela sempre muda para algo novo, nunca permanecendo no mesmo lugar por muito tempo.
David Lisey precisa de uma musa.
O musico talentoso carente de inspiração musical. Na primeira vez que ele a vê, ele sabe que encontrou o que ele vem procurando.
Yara acredita que ela pode dar a David exatamente o que ele precisa para alcançar o seu potencial por completo: um coração partido.
A religião do David é o amor.
A religião da Yara é a dor no coração.
Nenhum deles está disposto a desistir, mas religião sempre requer sacrifícios.




Compartilhe!

Postar um comentário





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei