24 outubro 2017

[Resenha] Pétalas - Gustavo Borges e Cris Peter






Pétalas conta a história de uma família de raposas cuja vida é transformada pela chegada de um estranho visitante durante um rigoroso inverno.






Livro: Petálas || Autor: Gustavo Borges e Cris Peter|| Editora: Editora: Jupati Books, Tambor
Classificação: 5 estrelas || Resenhista: Lud
 Ano: 2015 || Gênero: HQ.


Mais uma resenha de HQ, e esse é o mais puro amor.

Para quem não sabe, no mundo dos criadores de quadrinhos, muitos autores independentes usam financiamento coletivo, para conseguir colocar no papel as suas tão sonhadas obras, e com Gustavo não foi diferente, em 2015 ele lançou o projeto do Pétalas e conseguiu encantar as pessoas e o resultado foi o financiamento do livro. Gustavo também ganhou o Troféu HQ Mix na categoria "melhor publicação independente de autor" pela primeira coletânea da tira Edgar. Já Cris Peter, dispensa apresentação, já trabalhou para a DC Comics, Marvel Comics, entre outras. Foi a primeira brasileira a ser indicada para o Eisner Award, por seu trabalho nas cores da série em quadrinhos norte-americana Casanova.


Esse é um HQ diferente do que eu venho lendo pois esse não tem falas, é um quadrinho mudo. Mas devo dizer que se houvesse palavras, estragaria toda a magia que esse livro passa. É um livro tão sensível, sincero e emocionante.    

A história é sobre uma família de raposas que decidem abrigar um desconhecido do inverno rigoroso. Mesmo não tendo ideia de quem é essa pessoa, elas decidem abrir sua porta e realizar assim, um ato de bondade. E em troca, eles também recebem um agradecimento desse misterioso desconhecido. 





Não quero falar muitas coisas, porque é um HQ pequena, e sendo sem falas, leva a cada pessoa a ter uma interpretação muito peculiar da história. O primeiro contanto com um quadrinho mudo pode ser estranho, afinal de contas o que eu sinto ao olhar para os traços pode não ser o que o autor queria que eu entendesse ( o que não acontece quando você tem falas que entregam o que sentir e o que achar ), mas  a mágica desse tipo de HQ está exatamente nisso, o quanto uma única história pode ser diferente para cada pessoas.

Para mim, a mistura das cores foi o que fez toda a diferença, são cores suaves e um traço tão delicado, que apenas acrescentou a narrativa maravilhosa do Gustavo, e extraiu os melhores dos sentimentos de mim. Não tem muito como resumir esse livro, só posso dizer que quando terminei, eu estava com o coração totalmente aquecido, e esses são os tipos de livros que você sempre deve ter na cabeceira da cama. 



Além de tudo isso, no final temos alguns Extras. Temos Gustavo contando como surgiu a ideia do HQ, e como foi o processo ao longo da produção, e temos também a Cris Peter contando como ela entrou nesse projeto e como escolheu  a paleta de cores e muito mais. Além disso, também temos uma galeria de convidados, que nada mais é do que outros artistas desenhando um personagem da HQ, e isso para mim, que está começando no mundo dos HQ, foi sensacional, porque você consegue ver o personagens por diversos artistas e assim, ver a diferença nos traços nas cores de cada um deles. 

Compartilhe!

4 comentários :

  1. Gosto muito de HQ, apesar de que ultimamente não tenho lido tanto quanto antes, mas me surpreendi por se tratar de uma estória muda, onde não possui falas, porém proporciona ao leitor tem sua visão e interpretação da cenas da forma que achar cabível. Todos os elementos me chamaram a atenção, desde a proposta do título, quando o conteúdo, e imagens. Quero muito ter este livro.

    ResponderExcluir
  2. Achei interessante a ideia de um quadrinho mudo assim cada um pode interpretar do seu modo o que cada um entendeu, muito legal também para as crianças, pois elas tem uma imaginação e tanto para historias. Achei a capa muito fofa com essas cores.

    ResponderExcluir
  3. Achei muito fofa a capa deste livro, não costumo ler HQ, na verdade ainda não li nem um, mas este livro parece tão fofo, que até fiquei curiosa para ler este HQ, achei muito diferente ser um quadrinho mudo, sem falas dos personagens.
    Que bom que é um livro sensível, sincero e emocionante, futuramente pretendo conferir este HQ, parece ser ótimo.

    ResponderExcluir
  4. Não curto muito HQ, e são bem poucos os que eu já li.
    Mas parece ser uma ótima trama!
    Para quem gosta é uma ótima indicação.

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei