[Resenha] O Mais Desejado dos Highlanders - Montgomery e Armstrong # 2

O Mais Desejado dos Highlanders
Montgomery e Armstrong # 2
Maya Banks

Genevieve McInnis está presa no castelo McHugh, no cativeiro de um líder cruel que tem grande prazer em mantê-la distante de qualquer outro homem. Mas, quando Bowen Montgomery invade os portões em uma missão de guerra, Genevieve redescobre a vontade de viver. A sensualidade robusta de Bowen atiça nela uma sensação profunda que anseia por ser prolongada mediante carícias pacientes e gentis. Algo quente, louco e tentador. Bowen toma conta do castelo de seu inimigo, despreparado para a misteriosa e reclusa mulher que captura seu coração. Ele está encantado com sua determinação feroz, sua beleza incomum e sua força silenciosa e infalível. Contudo, para cortejá-la, será necessário mais do que a habilidade de um sedutor experiente. Ele descobre que amar Genevieve significa devolver a liberdade que lhe foi roubada, mesmo isso que signifique perdê-la para sempre.

Esse é o segundo livro da Série Montgomery e Armstrong, e nos apresenta Bowen Montgomery, irmão de Greame, Laird dos Montgomery, que aparece no livro anterior, assim como Genevieve, que aparece só uma vez para aguçar nossa curiosidade. 

O começo desse livro é uma continuação dos acontecimentos do livro um, então caso você não tenha lido, pode haver uma série de spoiler no próximo parágrafo. 

No final do livro anterior, nos foi apresentado um novo clã, e gostaria de dizer de uma forma boa, mas infelizmente não. O clã McHug é a morada de Ian McHug, que estava comprometido com Eveline antes que a declarassem louca. Depois da descoberta de que ela era apenas surda, ele se sente enganado, e como um psicopata que é, ele cria uma obsessão em relação a Eveline, e acaba a sequestrando. Mas claro que seus planos são frustrados pelos dois clãs, que agora estão unidos pelos laços de sangue. 

E então, começamos o nosso livro, com ambos os clã, Armstrongs e Montgomery, tomando posse desse novo Clã, já que Ian está morto e o pai, Patrick, fugiu, deixando seu povo na mão de seus inimigos para sofrer a punição dos atos cometidos por ele e seu filho. Mas Graeme tinha que cuidar de sua esposa fragilizada, então deixa os seus irmãos no comando do novo Clã, no processo de transição.

Enquanto se familiariza com o funcionamento do clã, assim como seus povo, Bowen acaba presenciando a bravura de uma mulher ao defender um clã que a maltrata de todas as formas possíveis. Encantado por essa mulher, que é muito mais do que uma bela mulher, Bowen irá descobrir quem ela é e qual seu envolvimento no sequestro de sua cunhada. 

Genevieve McInnis é uma mulher corajosa, com uma índole invejável, que defende as pessoas desse clã, mesmo que não a desejam ali e a culpem por tudo. Mas também não foi sua escolha estar ali. Vitima da obsessão de Ian, ela é sequestrada e acaba como cativa desse monstro, além de ter um lado do rosto desfigurado por ele, para que ninguém mais a olhe com desejo. Apesar de Ian tentar quebrar seu espírito de todas as formas possíveis, ela ainda é a melhor das pessoas.     

Bowen sempre foi o segundo de Graeme, quando lhe é dada a oportunidade de liderar sem estar nas sombras de seu irmão, ele aceita com todo gosto, o que ele não esperava era que as coisas se complicassem por causa de uma mulher. Uma de tamanha bravura que acaba lhe conquistando logo de cara. E conforme os dias vão se passando, ele acaba descobrindo os segredos de Genevieve, e precisa decidir entre a  lealdade ao seu irmão e seu clã ou à mulher que ele ama. 

Eu cheguei tarde demais. Não a salvei de nenhuma das suas misérias. Gostaria de ter sabido de seu pedido de luta antes. Eu teria vindo, Genevieve. Eu a teria salvado.



Devo confessar que no primeiro momento, eu não me conectei muito com a mocinha, não senti aquela empatia que sentia pela Eveline, mas isso é porque a história de Genevieve é contada aos poucos, e até você descobrir a verdade por trás de suas ações, você não sabe se ela é a mocinha ou se tem um quê de maldade. Mas depois que acabei esse livro, posso dizer que ela é uma das mocinhas mais corajosas.

Genevieve é uma personagem incrível. Do mesmo modo que no livro um, Eveline escolhe se casar para proteger seu clã, Genevieve faz a mesma coisa. Ela, como filha única, não poderia ser a ruína de seu clã, ser aquela a manchar o nome de sua família como a prostituta de um homem horrível, como Ian. E com isso, você consegue ver que ela não se vê como uma vítima, ela simplesmente encara de frente o que a vida lhe jogou.  

Esse livro tem um impacto bem mais forte que o anterior, pelo retrato da maldade das pessoas. Como a hostilidade sobre Genevieve, sendo que ela é a vítima de toda a historia. Como essas pessoas veem o que aquele homem está fazendo e simplesmente não fazem nada, elas consentem com aquilo. Elas apoiam aquele homem como o líder. E em todo o livro tem essa retratação, assim como a de uma mulher de cabeça erguida, que continua firme diante dos obstáculos. 

Bowen, é um personagem muito leal e extremamente sincero. Como todo highlander, ele tem esse senso de honra que o impele a proteger. Mas, apesar de tudo, para mim, Genevieve é a estrela desse livro, ela rouba as cenas.

O Mais Desejado dos Highlanders é um livro emocionante, romântico e sexy, mas que não deixa de trazer uma mensagem de que nunca podemos perder a esperança no amor, porque no final, ele é a cura de um espírito destruído.

10 comentários:

  1. Oi Lud, essa é uma história tão linda quanto a anterior e apesar de eu ainda gostar mais do primeiro livro eu curti muito esse também e quis proteger essa mocinha que sofre tanto. A resenha me lembrou que eu odiei boa parte dos personagens desse livro haha, que Clã infeliz, só uma se salvava, e que eu desejei ardentemente que Ian ressuscitasse pra morrer de novo dessa vez de forma lenta e dolorosa, que vilão odioso haha. É uma bela história de força e de amor <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. huhuhu então concordamos que o livro 01 nos cativou mais que esse segundo. Mas concordo com você, vontade de jogar uma bomba nesse clã.
      =)

      Excluir
  2. Que resenha intensa, acredito que esta será uma estória de amor que vai fazer com que o leitor tenha um misto de emoção. Apesar de eu não ter lido ainda o primeiro livro ainda sim me senti cativada a leitura, e entender esta luta do clã, em que a filha única do rei ter de se envolver com um cara que faz coisas horríveis, e todos vêem e não fazem nada. Espero que esta trama tenha uma revira volta, e podemos nos deparar com personagens que mudem a própria personalidade.

    Participe do TOP COMENTARISTA de AGOSTO, para participar e concorrer Ao livro "Dois Mundos", o primeiro da série "Tesouros da Tribo de Dana" da escritora Simone O. Marques, publicado numa edição linda pela Butterfly Editora.
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lana, leia esses livros da Maya, são maravilhosos!

      =)

      Excluir
  3. Oi oi Lud ;)
    Li o primeiro livro da série Montgomery e Armstrong, e adorei! Geralmente não TANTO assim de livros com essa temática de Clãs, porque sempre o mocinho é machão e mandão, ai acho um saco. Mas com essa série foi diferente, e eu amei a escrita da Maya *-*
    Lembro vagamente do Bowen Montgomery (tenho que reler esse primeiro livro), e não conheço a Genevieve, mas que bom saber que ela é uma personagem incrível!
    Enfim, adorei sua resenha Lud, me deixou com mais vontade ainda de continuar a ler a série. Ainda mais se O Mais Desejado dos Highlander traz um pouco de tudo, emoção, romance e essa mensagem de que não podemos perder a esperança no amor. Quero demais ler *-*
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Isa, eu amoooo a escrita da Maya nesses livros de highlanders!!!
      Mas concordo que algumas autoras puxem para esse lado de homem das cavernas !

      =)

      Excluir
  4. A historia parece ser muito bonita e ao mesmo tempo até que revoltante porque as pessoas veem uma mulher sendo vitima de um carrasco como o Ian e não fazem nada e ainda acham que ela é culpada aff. Assim vemos como as pessoas são cruéis e que tem medo de alguém mais forte ou poderoso. O primeiro livro esta na minha lista de compras quero muito ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Maria,
      indica muito essas séries da Maya, eu amo mesmo... espero que quando leia, você goste também!

      Excluir
  5. Apesar de que eu ainda não li o primeiro livro achei que esse livro tem um romance cheio de emoção que faz o leitor suspirar. Gostaria de saber mais sobre esse luta de clã e sobre a filha do Rei se relacionar com cara um mal. Adorei sua resenha, me deixou com vontade de conhecer os livros da Maya.
    Obrigada pela dica, beijos.

    ResponderExcluir
  6. Eu não li o primeiro livro, mas confesso que não é uma série que me chama muito a atenção.
    Mas, quem sabe um dia eu tente ler, ás vezes eu acabo gostando.

    ResponderExcluir

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...