[Resenha] Opala - Saga Lux # 3 - Jennifer L. Armentrout

Opala
Saga Lux # 3
Jennifer L. Armentrout 

Resenha 01, 02
Ninguém é igual ao Daemon Black. Quando ele prometeu que iria provar seus sentimentos por mim, não estava brincando. Nunca mais vou duvidar dele. E agora que conseguimos finalmente aparar nossas arestas, bem... Tem rolado muita combustão espontânea. Mas nem mesmo ele pode proteger a família dos perigos de tentarem libertar aqueles que amam. Depois de tudo o que aconteceu, já não sou mais a mesma Katy. Tornei-me uma pessoa diferente... E não sei bem o que isso vai significar no final. Quanto mais nos aproximamos da verdade e nos colocamos no caminho da organização secreta responsável por torturar e testar os híbridos, mais me dou conta de que não existe limite para o que sou capaz de fazer. A morte de um ente querido continua afetando a todos, a ajuda surge do lugar mais improvável, e nossos amigos irão se tornar nossos piores inimigos, mas não podemos voltar atrás. Mesmo que com isso estejamos arriscando destruir nosso mundo para sempre. Juntos somos fortes... e eles sabem disso.



Então, chegamos mais uma vez com Daemon Black, ou melhor, com Opala, o terceiro livro da série Lux que tem o alien mais gato do mundo literário.

Quem acompanha a série já sabe que, após a descoberta de que Dawson, irmão gêmeo de Daemon, ainda está vivo, eles se envolvem em várias situações perigosas que os levam à liberdade de Dawson, e a trama do terceiro livro começa exatamente a partir daí. Obviamente isso coloca Katy, Daemon e os demais em uma situação mais tensa perante o departamento do governo que os monitora, e isso significa mais situações de perigo que todos devem enfrentar a partir daí. Principalmente porque Dawson só irá sossegar quando finalmente tiver Beth ao seu lado, e ela ainda está presa com o DOD.

Paralelo a isso, todos os personagens passam por umas mudanças muito drásticas devido aos fatos que ocorreram no livro anterior. Destaque para Dee, que não é mais aquela menina alegre e otimista que aprendemos a amar; também Katy, que está tendo que aprender, tardiamente, com todas as  decisões erradas que tomou, apesar de ter sido continuamente avisada por Daemon.

E Daemon, bem, o vemos cada vez mais cativante na construção desse relacionamento com Katy. Arrogante, encantador, protetor e apaixonado, é o ponto alto de todo o livro, que segue uma narrativa mais lenta em relação aos livros anteriores, com pequenos pontos de ação misturado ao romance entre o casal, que está construindo uma ligação mais forte a cada momento.

Além da ameaça do DOD, uma outra sombra paira sobre Katy e os Luxen: a ideia fixa de Dawson enfrentar todos para resgatar Beth. É quando entra em cena Blake, com uma proposta de paz e colaboração para resgatar Beth e seu amigo ao qual é vinculado e também está preso. Sem alternativas, aceitam se unir a ele para essa difícil missão, que determinará de vez o destino de cada um.



Comecei o livro ansiando pela história, já que no livro anterior temos uma evolução no enredo, o que deu dicas que nos próximos entraríamos mais a fundo na trama, e já começaria a desvendar os mistérios deixados. Mas isso não aconteceu. 

Em vez de a história andar para a frente, já que estamos praticamente no meio da série, ela simplesmente regride. E onde você deveria ter um livro com mais detalhes, e que realmente ande com o enredo, você tem um livro mais parado.

A única coisa que me tranquilizou foram os spoilers, e olha que eu odeio, mas nesse caso, aceitei de boa vontade. Me contaram que nos próximos livros é onde tudo ocorre, é ação atrás de ação, e tudo é desvendado, as peças se encaixam. Então, eu me pergunto, por que ela já não distribuiu isso nesse livro também? Claro que tem umas pistas aqui e outras ali, mas nada muito grandioso, que faça a coisa avançar e subir o nível do livro anterior.

Por ser um livro sobrenatural, você espera uma evolução da trama, você quer explicações, quer ação, mais drama, você não quer apenas ler o cotidiano dos personagens no meio da série, meio que esfria a história. No entanto, no final do livro... pelo amor, que final é esse????? Esse final me fez querer continuar com a série. Parece que valeu as horas lendo o livro, porque a sensação no final é de que agora o bicho vai pegar.

E outra coisa que me irritou foi a Kat, toda aquela personalidade sumiu aqui, ela caiu no meu conceito. Daemon continua o mesmo, ele não sai da linha de personalidade dele, talvez esteja um pouco mais romântico. Mas a evolução da Kat não continua aqui, ao invés de ela tomar as decisões mais inteligentes baseadas nas merdas que fez antes, ela simplesmente age como uma garota ciumento e pegajosa.

Como ponto positivo, devo destacar a introdução de novos personagens, pois, pelo que deu para perceber, terão um papel fundamental na trama nos próximos livros, já que carregam uma forte aura de mistério em torno deles, e já estou pronta para desvendar o que é, quem são de verdade, quais são seus interesses e, principalmente, de que lado estão.

Talvez seja sobre isso esse livro, sobre construir teorias, e apresentar novos personagens instigando o leitor a querer desvendar seus mistérios, e eu simplesmente não peguei isso, e me perdi nas expectativas. Devo dizer que sempre vai existir um livro dentro de uma série que você não gosta tando assim, e esse é o dessa série Lux, para mim. Aguardo os próximos para fechar a série e realmente classificá-la. Torço para a Jennifer cair nas minhas graças novamente. 




9 comentários:

  1. Lud, conhecia o livro, mas não li ainda, tenho vontade de ler essa saga, ouço flar tão bem da escrita, espero conseguir em breve.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Aline, leia sim, a Jennifer tem uma escrita muito boa.

      Excluir
  2. Olá Lud!!
    Já havia lido algumas resenhas sobre esse livro e estou louquinha para lê-lo. Depois de tantos filmes besta de alienígena finalmente um Alien gostosão. Quero muito ler essa serie e espero não me irritar muito com a kat e a personalidade dela. Amei a resenha. Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Daemon é muito divertido, eu me diverto com ele... pode ler e depois me conta.

      Excluir
  3. Sabe aquela série que todo mundo fala e você não consegue ter vontade de ler, essa é a minha, simplesmente não consigo. Não sei se é essa coisa de Alien que não me seduz, só não parece ser um livro para mim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Kris, eu tenho isso também, mas é com FADAS, eu não consigo ler sobre isso.

      Excluir
  4. Tenho apenas o primeiro livro, porém ainda não comecei a leitura, pois quero primeiro ter toda série em mãos, e após a cada leitura de resenha dos livros, fico mais ansiosa para começar logo a ler para saber o que acontece. Talvez a autora tenha deixado o melhor para o final, até porque talvez tenha muita água para rolar de baixo dessa ponto, e por isso a trama deu uma parada, no entanto vejo mesmo acontecendo esse afronto a autora conseguiu dar a volta por cima e incrementar novos personagens que ajudou em muito no desenvolvimento.

    ResponderExcluir
  5. quero muito ler essa saga, pena que esse volume é mais parado e não melhorou, não gosto de ficar lendo sobre cotidiano dos personagens é tedioso, gosto quando tem novidades e reviravoltas, bastante ação mesmo rs. Esse Daemon parece ser um encanto.

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Gosto muito dessa serie e ela me conquistou logo de cara, mas esse livro não foi o que esperava, acho que por esta tão costumada com aquela dinâmica do grupo, quando a autora muda esse relacionamento dos personagens senti muito, principalmente a Dee que muda totalmente, mas essa ainda é uma serie que gosto muito e irei acompanhar, mas não estou tão animada com a chegada do próximo livro quando estava para ler esse !!

    ResponderExcluir

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...