17 maio 2017

[Resenha] Heart of Betrayal - Mary E. Pearson


Em The Heart of Betrayal — Crônicas de Amor e Ódio v.2, Lia e Rafe estão presos no reino barbárico de Venda e têm poucas chances de escapar. Desesperado para salvar a vida da princesa, Kaden revelou ao Vendan Komizar que Lia tem um dom poderoso, fazendo crescer o interesse do Komizar por ela.
Enquanto isso, as linhas de amor e ódio vão se definindo. Todos mentiram. Rafe, Kaden e Lia esconderam segredos, mas a bondade ainda habita o coração até dos personagens mais sombrios. E os Vendans, que Lia sempre pensou serem selvagens, desconstroem os preconceitos da princesa, que agora cria uma aliança inesperada com eles. Lutando com sua alta educação, seu dom e sua percepção sobre si mesma, Lia precisa fazer escolhas poderosas que vão afetar profundamente sua família... e seu próprio destino.

Livro: The Heart of Betrayal || Série: Crônicas de Amor e Ódio #2
Autor: Mary E. Pearson
 Editora: Faro Editorial
Classificação: estrelas || Resenhista: Lu
 Ano: 2017



Esta resenha contém spoilers do livro 1!
Quem ainda não leu The Kiss of Deception, e não gosta de spoilers, não leia essa resenha, rs. Leia a resenha de The Kiss of Deception AQUI.

O final de The Kiss of Deception deixou todos sem fôlego. Prestes a entrar em Venda, Rafe consegue alcançar Lia e finge ser o emissário do Príncipe de Dalbreck levando uma mensagem ao Komizar. Uma mentira que ele sabe que vai durar pouco, mas pelo menos terá a chance de salvar Lia, mesmo que a probabilidade de escaparem dessa seja mínima.

The Heart of Betrayal começa exatamente nesse ponto. Lia não sabe o que esperar de Venda. Para ela, viviam ali os bárbaros que tanto se falava em Morrighan. O seu líder, o temível Komizar foi quem ordenou o assassinato de Lia, e ela sabia que ele seria a pessoa mais perigosa que conheceria ali.

Nada do que falaram poderia prepará-la para o que encontrou em Venda. Um povo sofrido, com uma história de luta contra as dificuldades. Ela acabou entendendo muitas das tradições que foram cultivadas ali, tendo em vista tudo que esse povo passou e ainda passa. 

O Komizar não era nada que ela imaginava também. Jovem para uma pessoa fria e cruel, ele não mede esforços ao passar por cima de todos para manter o seu posto. A força e nada menos do que isso é o necessário para governar um reino como Venda. Eles não tinham solos os férteis que os outros reinos possuíam. Ali as terras eram áridas, o inverno rigoroso, o povo sofrido. Ter o que comer é um privilégio e para conseguir o necessário para viver, eles lutam.

O Komizar distribui os espólios de guerra que conseguiam pegar dos soldados de Morrighan e Dalbreck entre o povo, e como todo governo, sempre existe uma elite. No caso de Venda estes seriam os governadores, que comandam cada uma das províncias que dividem a região. Eles sempre vinham ao Komizar para as reuniões e não saíam de lá sem suas regalias. O que for necessário para os manterem fiéis. A vida ali era uma luta diária. Muito diferente do que Lia estava acostumada em Morrighan.

Depois da terrível viagem, Lia não é mais a mesma. Tudo que passou para chegar até ali viva a moldou em uma pessoa mais fria e sínica, características que eram essenciais para mantê-la com vida em Venda. Ela só precisava se manter firme. Rafe  disse que seus amigos iriam ajudá-los, mas ela não tinha muita fé nisso. Precisaria construir sua própria saída, só não sabia como, ainda. 

O Komizar continuava sendo uma incógnita, e ela e não sabia quais seriam os planos dele de usá-la. O que ficou claro era que ele queria que o povo a visse, como uma espécie de símbolo. Lia, por hora, ia jogar o jogo dele.

O que deixou de ser um jogo simples, quando passou de fato conhecer o povo, seus costumes, suas crenças, seus sofrimentos. Ela se apaixonou pelo povo de Venda, se envolveu completamente com o drama que eles viviam. Como não fazê-lo? A vida era simples e dura ali. Tudo o oposto ao que ela conhecia. 

Jezelia... Qual seria enfim o significado do seu nome? Ela ouvia seu dom agora, uma voz chamava Jezelia...

Ela descobre coisas que jamais imaginava em Venda e começou a acreditar que a ida dela para lá não foi por mero acaso. Aquele texto que estava no livro que roubou do Chanceler podia de fato ser verdade.

Kaden não sabe o que fazer. Ele conseguiu trazer Lia com vida, mas, e agora? Sabia que o Komizar teria planos para ela, e ele temia não ser capaz de defendê-la deles. Era inegável que ele estava apaixonado por ela. Só não sabia o que ela faria com isso. E nem ele.

Rafe vive na corda bamba. O Komizar comprou a sua história, por ora. Sabia que seu tempo era curto, mas tinha uma fé absoluta nos seus companheiros. Eles iriam encontrá-lo e ajudá-lo a fugir. Só precisava sobreviver enquanto isso e arrumar uma maneira de salvar Lia. Ela já era dona do seu coração, não iria sair dali sem ela, não importa as consequências. Ele é um guerreiro nato, vai se manter firme e lutar mil guerras por Lia se fosse necessário.

O destino de Lia e Rafe está na corda bamba. O que acontecerá a eles? Conseguirão fugir? O que o Komizar está escondendo nesse reino? Lia sabe que ele esconde algo. Só espera que, quando finalmente descobrir, não seja tarde demais. Leiam The Heart of Betrayal e se apaixonem ainda mais por essa série!



Tá, eu fui ler esse livro correndo igual uma louca depois que acabei The Kiss of Deception. Guilty, guilty. 
Não dava para esperar depois daquele final! Olha, Kiss é um livro grande e The Heart of Betrayal é ainda maior. Li os dois em uns 5 dias. Loucura, loucuraa! Não queria nem dormir, rs (imagina trabalhar hahaha).

O que falar dessa história?

Bom, eu esperava mais, confesso. A narrativa pisou um pouco no freio, depois do final de Kiss e enquanto Lia se habituava a Venda. Foi legal ver a transformação de cenário, e conhecer esse outro povo, completamente diferente do que ela conhecia.

Entendemos melhor sobre como os reinos chegaram até a maneira que são hoje, através dos trechos de textos antigos no início dos capítulos. Os textos de Venda são os mais legais e também muito esclarecedores. Achei essa uma das partes mais importantes da história, e gostaria mais se eles viessem entre os capítulos como um anexo, e não cortados no inicio de cada capitulo. Eu sei que ficaria um pouco desconexo com a história, mas lê-los em trechos pequenos a cada vez apagou um pouco da magia da coisa e tornou um pouco mais difícil de entender.

Novamente eu esperava mais da explicação das coisas. E novamente o foco foi mais na Lia do que no cenário. Em Kiss não me irritou muito, por ser o livro 1, mas em The Heart of Betrayal sim. Eu esperava terminar esse livro sabendo mais sobre o dom de Lia e a mitologia por trás de tudo, mas nem a própria Lia sabe ainda, rs. Isso eu achei que já estaria encaminhado e fico com bastante receio do que a titia Pearson vai fazer para esclarecer tudo em um livro só e ainda fechar a história... Vamos ver, vamos ver.

Não poso deixar de falar de novo sobre o título. A Darkside não divulgou ainda qual será o título nacional desse livro, mas eu acho que eles vão seguir a linha de The Kiss of Deception e manter em inglês. Eu queria tanto que fosse traduzido...
A capa é sensacional! Lia sobre a ponte de Venda, com um certo vestido vermelho que tem todo um significado para a história. Como não amar?

Eu não estava esperando por esse Komizar...
QUE PERSONAGEM MAIS FODA. Desculpem o palavrão, mas ele mereceu. É o personagem mais complexo até agora, com mil facetas e objetivos inesperados. Não posso torcer para o vilão né? (Não custa perguntar). 
Conhecemos um pouco sobre sua vida e como ele chegou ao mais alto posto de Venda. Cruel, forte e sombrio, ele é o líder que todos precisavam ali. E que tirou Venda do poço em que estava. Em 10 anos ele melhorou a vida do povo e deu um objetivo a eles. QUE cara é esse?

Kaden também se revela bastante. Conhecemos seu passado, seus medos e o que ele passou para chegar até ali, ao posto de Assassino de Venda. Ele está inegavelmente caidinho por Lia. Em vários momentos ela manipula Kaden para dar a entender que ela tem interesse e tirar o foco de Rafe completamente. Mas será que não tem mesmo?

Rafe é aquele personagem fofo. Mas muito forte também. Ele usa seu charme e tudo que estiver a seu dispor para virar um pouquinho a mesa para o lado deles. E quando a hora chegar ele vai estar pronto, afinal, ele é um autêntico guerreiro.

Ninguém em Venda estava preparado para Lia. Ela não é apenas uma princesa de Morrighan. Ela é forte, corajosa e LOUCA rs. Mesmo correndo riscos ela consegue se esgueirar por passagens, espiar o que pode e aprender mais sobre o seu inimigo. Que na verdade não é mais tão inimigo assim. Ela se apega a Venda e Venda se apega a ela. Milhares de pessoas se aglomeram na calçada todos os dias para vê-la cantar as preces de Morrighan. E todos em volta da mesa do Komizar diariamente param para ouvi-la dizer as preces de Venda. 

Essa daí sabe dançar conforme a música. E algo me diz que é bom ela saber mesmo, porque vem mais coisa por aí!

Conhecemos vários personagens maravilhosos.  Aster, uma menina, mas que já passou por muito. Como diz o Komizar, não existem crianças em Venda, todos são iguais. A conexão entre Aster e Lia é imediata. 

Calantha, um enigma desde o início. Ela não é como os outros, Lia percebeu desde o início. Ela é uma das criadas, mas é tratada diferente por algum motivo. Tem algo nos olhos dela que intriga Lia. Os membros dos clãs surpreendem pela sabedoria que possuem, mesmo em meio a tanta dificuldade. O nome Jezelia pode ter algum significado afinal, pois eles parecem já ter ouvido...

The Heart of Betrayal é tão bom quanto The Kiss of Deception, por motivos completamente diferentes. Agora que conhecemos mais sobre os personagens, passamos também a conhecer sobre a terra de Kaden, os costumes de seu povo e as mil facetas do temível Komizar. Neste ponto é impossível não se envolver completamente na história de Lia e correr para o livro 3.

Leiam The Heart of Betrayal e entendam o que eu estou falando!


Compartilhe!

15 comentários :

  1. Como ainda não li o primeiro e pretendo em breve , só li o finalzinho da resenha, onde fala como foi bom, e da vontade de correr para ler o 3.
    Com isso estou convencida a só começar quando estiver com todos em mãos, essa série parece ter finais arrebatadores.

    ResponderExcluir
  2. Oii Luiza!!
    Ainda não li nenhum livro, só acompanho as resenhas, e cada vez mais me encanto, qro mto ler, espero q consiga logo, cada livro tá melhor q o outro...
    Parabéns pela resenha!
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline,

      Realmente, vale a pena ler. As edições são lindíssimas e a história é bastante instigante. Leiaa!

      Excluir
  3. Por isso quando se tem um trilogia prefiro esperar para começar a leitura apenas quando possui a coleção completa, já que não tenho paciência para esperar pelo próximo livro para saber o que vai acontecer. Tenho apenas o primeiro e apesar de estar ansiosa para começar a leitura, pelos tanto elogios que leio em relação a estória, ainda sim irei esperar até o ano que vem para dar uma chance a essa obra. Da para notar pela sua resenha que a trama continua envolvente e cativante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lana,
      Realmente, eu acho que vale a pena esperar ter os três em mãos para ler. Eu sofri esperando publicarem as continuações rs
      Mas agora já tem os três a venda aqui e as edições estão belíssimas. Leia!

      Excluir
  4. O primeiro esta na minha lista de compras e como não ligo para spoilers li a resenha rs. Deve ser muito comovente saber sobre o povo de Venda que poucas e boas eles passaram. Que pena que esse deixa um pouco a desejar, pois não teve algumas explicações espero que não fique corrido o próximo volume, pois quando deixam tudo pro final acaba ficando mal explicado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria,

      Realmente esperava mais explicações nesse livro, mas mesmo assim valeu a pena. Leiaaa

      Excluir
  5. Olá!!
    Infelizmente eu não tive a oportunidade de ler o primeiro livro dessa série, por isso não posso opinar muito; Ainda assim me interessei muito pela série, principalmente porque quero muito ver qual é a desse komizar, ainda mais depois de você o denominar "O personagem mais foda". Realmente fiquei curiosa para conferir essa série. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tailane,
      Leia a série que você vai gostar!!

      Excluir
  6. Oi!
    Realmente não tem como não ficar doida para ler o próximo livro depois daquele primeiro livro e daquele final, mas concordo com você também esperava mais, espero que as coisas ocorressem mais rápido nessa historia e que tivéssemos mais ação e respostas, mas gostei muito da historia, gostei muito do crescimento da Lia e de como ela vai se tornando mais forte ao longo da serie, mas acho que acabou ficando muita coisa para se contar em um ultimo livro !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Suzana,

      Eu também esperava mais... Mas ainda assim valeu a pena né?

      Excluir
  7. Oi, Luiza!!
    Adorei a resenha mais infelizmente ainda não li esse segundo livro da trilogia estou louca para fazer isso mais ainda não deu!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  8. AMEI O POST! Como eu disse na minha resenha, gostei muito do fato de a autora ter explorado mais a parte fantástica da história! A Lia, na minha opinião, continua a garota destemida que corre atrás do que acredita! Amei! *-*

    Abraços.
    Alex, do Um Bookaholic. <3

    umbookaholic.com | Canal | @umbookaholic: Twitter | Instagram

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei