[Resenha] Big Rock - Lauren Blakely

Big Rock
Lauren Blakely
“A maioria dos homens não entendem as mulheres.”
Spencer Holiday sabe disso. E ele também sabe do que as mulheres gostam.
E não pense você que se trata só de mais um playboy conquistador. Tá, ok, ele é um playboy conquistador, mas ele não sacaneia as mulheres, apenas dá aquilo que elas querem, sem mentiras, sem criar falsas expectativas. “A vida é assim, sempre como uma troca, certo?”
Quer dizer, a vida ERA assim.
Agora que seu pai está envolvido na venda multimilionária dos negócios da família, ele tem de mudar. Spencer precisa largar sua vida de playboy e mulherengo e parecer um empresário de sucesso, recatado, de boa família, sem um passado – ou um presente - comprometedor... pelo menos durante esse processo.
Tentando agradar o futuro comprador da rede de joalherias da família, o antiquado sr. Offerman, ele fala demais e acaba se envolvendo numa confusão. E agora a sua sócia terá que fingir ser sua noiva, até que esse contrato seja assinado. O problema é que ele nunca olhou para Charlotte dessa maneira – e talvez por isso eles sejam os melhores amigos e sócios. Nunca tinha olhado... até agora.





Só para adiantar: AMEI esse livro! Amei os personagens e todo o desenvolvimento da história. Esse é o primeiro da Lauren que eu leio, sempre achei as sinopses normais e sem nada que me chamasse a atenção, mas resolvi dar uma chance, e agora, eu só me pergunto como não li antes??
Para começar, como sempre, vou apresentar os protagonistas para vocês.

Você deve estar se questionando agora: "Mas qual é o tamanho dele?". Vamos com calma. Um cavalheiro não revela essas coisas. Eu posso ser mestra na arte de trepar, mas também sou um cavalheiro. Eu abro as portoras do seu coração antes de abrir as duas pernas. Eu puxarei a cadeira para você sentar, tirarei seu casaco, pagarei o jantar e a tratarei como uma rainha, na casa e fora dela.

Spencer é um cara muito legal, nada daqueles playboys que se acham e pegam geral. Na verdade, ele pega geral, mas não é safado, ele só fica com quem quer a mesma coisa que ele: uma ficada de uma noite. Ele apenas não quer nada sério, não é nada contra relacionamentos, simplesmente não achou a pessoa certa ainda. A maior qualidade do Spencer é sem duvida a personalidade alto astral, mas o seu maior atributo é o seu p**** aparentemente grande e viciante… Spencer vem de uma família rica e muito amorosa e que sempre o apoiou em tudo. Em sua vida, as mulheres vem e vão, apenas uma se mantém, Charlotte, sua melhor amiga desde a faculdade e parceira de negócios. As coisas nunca foram além da amizade, até que tudo mudou…

Nossas línguas se embaraçam, nossos dentes se chocam e eu posso jurar que ela está se dissolvendo debaixo de mim. Nós estamos nos fundindo e nos tornando um só. Minhas veias pulsam de desejo, e eu estou rijo dentro da calça e minha mente está focada em um único objetivo - um beijo que faça Charlotte ficar com tesão.

Charlotte é uma mulher incrível! Linda, inteligente, corajosa, e sem medo de demonstrar seus sentimentos. Nada de frescura com ela. Teve um relacionamento complicado, mas superou tudo sem drama e com muita graça. A amizade dos dois é sensacional, super engraçada e com uma dinâmica que parece irreal e só entende quem tem igual! Ela é a mulher da contabilidade, e junto com o nosso protagonista, comanda três bares de sucesso em Nova York.

O pai do Spencer é dono de uma joalheria mundialmente famosa, a Katherine’s, e está querendo se aposentar e finalmente encontrou a pessoa ideal para vender o seu negócio, por isso precisa que as coisas se acalmem na mídia para não afetar o nome da família e com isso a venda do negócio. Acalmar as coisas significa que Spencer precisa se comportar e não ser visto como o playboy que a mídia o retrata, e no calor do momento, ele acaba inventando que está noivo da sua melhor amiga, ninguém desconfia porque obviamente todo mundo sempre torceu para que isso acontecesse. Spencer consegue convencer Charlotte a fingir o noivado até que a venda da empresa seja finalizada, eles definem algumas regras, mas ela tem suas próprias condições para esse noivado.
Como era de se esperar, as coisas vão mudando suavemente e assim como nossos protagonistas, nós nem percebemos o sentimento surgindo e o vicio pegando! Sério, não consegui largar esse livro um segundo!

Não posso me masturbar pensando nela. Não posso fazer isso. E não vou fazer isso. Não vou arruinar a nossa amizade indo tão longe assim. Nós já fizemos mais do que deveríamos e se formos além podemos acabar perdend tudo o que prezmos no nosso relacionamento. Hoje mesmo ela falou sobre tudo isso. Ela é a minha amiga constante, confiável, fantástica. Ela me faz rir e chorar. Não posso correr o risco de perdê-la por fazer sexo com ela.

A história é ótima, os personagens cativantes e reais e a narrativa impossível de largar.
Confesso que ando bem cansada homens extremamente ricos, sentimentos inesperados e reviravoltas no mesmo momento. Com Big Rock, os personagens são nossos amigos do lado, são pessoas que realmente poderiam existir e isso dá um elemento imprescindível para o desenvolvimento da história, um senso de realidade que raramente encontramos nos livros de hoje.

A notícia boa é que eu só preciso mentir por mais uns poucos dias.
A notícia ruim é que Charlotte e eu só teremos mais uns poucos dias de compromisso falso. 

Garanhão gostoso inventa mentira para a família envolvendo a melhor amiga e acaba se apaixonando por ela, parece clichê né??
Mas uma coisa que talvez vocês não saibam, é que a Lauren tem um poder de transformar o clichê em algo sensacional. Para começar, o livro é todo narrado pelo Spencer. E ele é um hoooomem! Amo quando você nem percebe que foi uma mulher que escreveu a narração masculina. Outra coisa que diferencia a escrita da Lauren é a fluidez com que as coisas evoluem, você nem percebe o sentimento surgindo. Além disso, o livro é hot, bem hot, de incendiar os lençóis.

Big Rock é um livro único, não faz parte de série, porém os outros livros da autora seguem os outros personagens do mesmo ciclo deles e todos são narrados pelo homem. Você pode ler todos eles separadamente, mas também pode ler na ordem cronológica certa (o que eu recomendo, do #1 fui direto para o #4 e deveria ter lido tudo na ordem…). Mal vejo a hora de ter todos na minha estante ❤️
#1 Big Rock
#2 Mister O - Nick e Harper
#3 Well Hung - Wyatt e Natalie
#4 Full Package - Chase e Josie
#5 Joy Ride - Max e Henley





17 comentários:

  1. Gostei e quero ler, pois adoro livros narrados pelo personagem masculino, conheço muito poucos assim. O que chamou minha atenção também foi pelo fato do personagem não ficar só com quer o mesmo com ele, nada de namorar várias inclusive ao mesmo tempo. Gostei também que o sentimento não surge vapt vupt rs, pelo visto tem muitas coisas interessantes nesse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Maria!
      O livro é maravilhoso, vale a pena ler!
      Muitas coisas que chamam atenção.
      Bjos

      Excluir
    2. Não consigo acha os livros digitados

      Excluir
  2. A-HA. Eu te disse que ia ser divertido, só olhando os comentários das gringas... pq parece o mesmo de sempre, mas a escrita dela é o diferencial! Só amor <3

    ResponderExcluir
  3. Oii Lala!
    Eu adorei conhecer o livro, o que me chamou atenção é o livro ser narrado por um homem, acho que nunca li assim...Eu qro conferir siiim!
    Vai pra listinha!
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia Aline!
      Esse livro merece ser lido imediatamente...
      Bjos

      Excluir
  4. Oi!
    Esse livro me surpreende e ao ler a resenha quero muito ler essa historia, uma das coisa que mais me conquistou e a forma natural que a autora cria a historia, pois sempre temos um passado sombrio e um monte de porem nas historias, mas esse livro parece ser leve, divertido e com personagens maduros que realmente resolvem seus problemas, o que acaba se tornando algo novo nesse tipo de livro, se tiver oportunidade quero muito ler essa historia !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza!
      Esse livro é tudo isso e muito mais.
      Espero que goste da leitura
      Bjos

      Excluir
  5. Desde que vi esse livro entre os lançamentos da editora não me interessei pela leitura, por imaginar que realmente seria hot, muito hot, o que não me agrada, e não me prende, muito pelo contrário. Porém para quem gosta desse tipo de leitura, deveria sim dar uma chance até porque a escrita dessa autora me pareceu ser sensacional.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lana
      Eu gosto de livro hot, mas quando tem uma história além disso, ser hot sem conteúdo algum não rola.
      Mas realmente tem que gostar do estilo!
      Bjos

      Excluir
  6. Tenho que ler esse livro! Tem tudo que eu gosto, parece ser divertidíssimo e ainda é narrado pelo homem, o que é bem difícil de ver.
    Enquanto lia a sua resenha me lembrei de um personagem que eu amo, o Drew de Atraído. Spencer me lembrou muito ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kris!
      Siim, o Drew e o Spencer tem as suas semelhanças!
      A escrita da Lauren é maravilhosa, realmente parece um homem narrando...
      Espero que goste da leitura.
      Bjos

      Excluir
  7. Oi, Lala!!
    Que livro mais fantástico fiquei louca de curiosidade para ler mais sobre essa história!! E que capa mais linda essa!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marta!
      O livro é ótimo!
      Espero que goste da leitura...
      Bjos

      Excluir
  8. Olá
    Que capa é essa.Eu já teria dado uma chance ao livro só por essa capa, mas também pela sinopse. Como seria um playboy mulherengo e ao mesmo tempo um cavalheiro. Ai que sonho de vida conhecer um bofe desses. Amei a resenha. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tailane
      Esse Spencer é maraaaavilhoso, uma verdadeira delicia!
      Espero que goste da leitura!
      Bjos

      Excluir

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...