25 abril 2017

[Resenha] O Jogo Amores - Improváveis # 3 - Elle Kennedy


Talentoso, inteligente e festeiro, Dean Di Laurentis sempre consegue o que quer. Sexo, notas altas, sexo, reconhecimento, sexo… É sem dúvida um galanteador de primeira, e ainda está para encontrar uma mulher imune ao seu charme descontraído e seu jeito alegre de encarar a vida. Isto é, até ele se envolver com Allie Hayes. Em uma única noite, essa jovem atriz cheia de personalidade virou o mundo de Dean de cabeça para baixo. E agora ela quer que eles sejam apenas amigos? Dean adora um desafio, e não vai medir esforços para convencer essa mulher tão linda quanto teimosa de que uma vez não é suficiente. Mas o que começa como um simples jogo de sedução logo se torna a experiência mais incrível e surpreendente de sua vida. Afinal, quem disse que sexo, amizade e amor não podem andar de mãos dadas?



Livro: O Jogo  | | Série:  Amores Improváveis
Autor:  Elle Kennedy
Editora: Paralela||  Ano: 2017 || Gênero: Romance, New Adult
Classificação: 5 estrelas || Resenhista: Lud

Resenha 01 e 02


O que faz uma jovem que abomina relacionamentos casuais, após o término de um namoro firme de 3 anos? Certamente não cai nos braços do maior conquistador da faculdade e tem uma noite intensa de sexo com ele horas após o término com o namorado. Mas foi o que Allie Hayes, estudante de teatro, fez, e logo com Dean Di Laurentis, o cara mais festeiro e "pegador" que todos conhecem.

Era para ter terminado ali, afinal, ela nunca foi dada a transas de uma noite só; sexo tinha que envolver sentimentos e com alguém que estivesse construindo um relacionamento firme e duradouro. Então, logicamente, não iria embarcar em uma aventura sexual com Dean... iria?

Dean, já o conhecemos dos livros anteriores. Divertido, cheio de si e apaixonado por si mesmo - e por sexo - não tem dificuldade quando o assunto é mulher. Sempre tem uma - ou duas, até três - querendo compartilhar sua cama, às vezes até ao mesmo tempo. Então, como um cara versado na arte do sexo casual acaba tendo uma fixação por uma garota que, até há pouco tempo, não lhe chamava a atenção?

Para se livrar dessa súbita obsessão de ficar com Allie, ele insiste para que repitam a noite, mas Allie é resistente a aventuras amorosas. Só que ele precisa tirar essa garota da mente, pois isto está afetando até sua relação com outras garotas, a ponto de não querer transar com mais nenhuma. Então, ele passa em investir cada vez mais em Allie, fazendo programas que ele nunca imaginou fazer para somente ter a oportunidade de transar com essa garota novamente.

O problema é que Allie é do tipo de relacionamentos duradouros. Sexo apenas por diversão? Nem pensar, vai contra todas as suas concepções sobre amor e companheirismo. Mas a questão é: como resistir a Dean, que está cada vez mais presente em sua visa, acenando a distância de um braço com todas as promessas de prazer que ela nunca ousou experimentar? E que mal, realmente, haveria em se aventurar com ele? Decisão tomada, os dois embarcam numa aventura deliciosa.


Bem, após terminar esse livro, o sentimento que fica é de quero mais... nunca vou me cansar desses jogadores, dessas histórias maravilhosas criadas pela Elle. 

Como nos outros livros, nós meio que sabemos o que esperar da estrutura da história em si, porque a Elle tem um jeito particular de construir seus romances, o que faz disso uma marca nos seus livros, e você sabe exatamente o que vai ter, mas se surpreende com o que a autora consegue construir.

Quando eu digo que tem uma base igual, é o fato de os romances sempre são construídos devagar, e querendo ou não com a atração como base no primeiro instante, mas é mais do que isso, sempre vem com profundos questionamentos quanto aos traumas das pessoas. Cada personagem em si tem seus problemas que, posso dizer, são bem críveis, e estão trabalhando duro para superá-los, e encontram nas mais improváveis pessoas aqueles em quem se apoiar. Não espere sempre a mesma coisa, mas a certeza de livros muito bem estruturados e cada um com particularidades encantadoras. 

Tanto o Dean como a Allie possuem suas questões interiores, seus traumas e medos, e em cada caso é exposto o porquê desses traumas, que ocasionaram os medos a relacionamento, no caso de Dean. Eles são a personificação perfeita da frase "os opostos de atraem"; Allie como uma pessoa que não consegue ficar sozinha, sempre tem que estar com alguém, e mesmo que o relacionamento esteja ruim, ela tenta e se esforça. E Dean, com sua aversão a se prender com uma única pessoa. Ambos os traumas são em idades menores, e com adultos que não viram que seus atos poderiam afetar de modo negativo uma criança, ou mesmo deturpar sua noção de relacionamento, ou ainda que não ajudaram quando viram um adolescente passando por algo sério. Porque, como sempre, temos os dois lados da história. 

Dean e Allie, além de estarem tentando sobreviver na faculdade e descobrir o que fazer da vida ao se formarem, também estão aprendendo o que é o amor de verdade. O significado de apoiar uma pessoa, e sempre estar lá por ela. E, acima de tudo, estão descobrindo o que é um relacionamento e aprendendo a cada dia a respeitar a outra pessoa e, acima de tudo, a si mesmos. 

Devo comentar uma única coisa que me chamou a atenção, é que a Elle sempre deixa toda a história fechada e amarrada, mas nesse, EU senti que faltou um fechamento para um dos personagens secundários, que foi o treinador, que de uma maneira ou outra, abusava da sua autoridade, ou não, né, não sei o outro lado da história desse senhor. Mas isso ficou um pouco solto para mim, apesar de não afetar em nada a história.

Quanto ao resto, achei a história perfeita, sem fugir da proposta da série. Esse é um daqueles romances que amamos ler, que provoca alegria, risadas, tristeza e muito amor. Realmente não me canso da escrita versátil de Elle, ela tem o poder de criar uma narrativa que nos faz devorar cada palavra com ansiedade e nos faz esperar com ânsia pelo próximo livro.

Leitura mais que recomendada, claro!


Compartilhe!

14 comentários :

  1. Comecei a ler hoje, li os dois primeiros em dois dias (sem brincadeira). Até agora o Logan é o meu personagem preferido, mas vamos ver... Gosto do Dean (lembro do Jensen, de SUpernatural, toda vez que estou lendo esse livro). Ainda não terminei, mas depois venho aqui dar a minha opinião sobre ele!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieee Ana,

      os livros da Elle sempre são assim, vocÊ começa e não consegue parar.
      Venha contar o que achou do terceiro!!!

      =)

      Excluir
  2. Oi Lud, tudo bem?
    Eu moro de curiosidade quanto a esses livros. Ainda não tive chance de ler nenhum deles mas vou ler haha.
    Nossa, eles são o oposto mesmo hem, já até consigo imaginar a agonia dele e a luta dela. Já vi que vou gostar. E que bom que o livro vai além disso e explora os problemas que cada um deles têm. Afinal de contas, todos temos problemas né.
    Beijokas
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Pri,

      Se você gosta de NA, com certeza esse vai te conquistar.


      Excluir
  3. Olá.
    Romances não são exatamente o meu forte, mas fiquei bem curiosa com esta série. Gostei desse volume porque não parece trazer o que tão comumente vemos: Bad Boy + Mocinha certinha. Tudo bem que podemos dizer que a Allie é uma mocinha certinha em um momento de rebeldia. Mas isso já é um diferencial.
    Não sei se chegarei a série, mas fiquei bem curiosa com este volume.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rita,

      eu ando saturada do mesmo também, e foi justamente porque esse me pegou, ele tem um quê a mais que o diferencia do resto!!!
      Experimente ler um, vai que você gosta.

      =)

      Excluir
  4. Oie!! Aaain qro tanto ler, eu tenho o livro 2 que ganhei, qria tanto conhecer o enredo, parece mto boa.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li nenhum livro da série, mas quero devido aos elogios. É um romance conturbado dos dois personagens, pois ele não quer algo série e ela já quer, que bom que os dois vão amadurecendo e se descobrindo, e acho que a leitura desperta um misto de sentimentos no leitor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Maria,

      é um romance onde os opostos se atraem !!! Recomendo muito

      Excluir
  6. Oi, Lud!!
    Infelizmente ainda não li nenhum dos livros da série Amores Improváveis!! Mas quero muito ler esses livros maravilhosos que tantas resenhas já li!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Não é bem o tipo de livro que leio, mas parece ser uma serie bem divertida, os personagens, pelo que descreveu, parecem ser daqueles bem construidos, o que pra mim é o essencial em qualquer história.
    Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline,

      eu gosto muito da escrita da Elle. Acho que a série é muito bem construída, e os elementos muito bem dosados.

      obrigada

      Excluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei