RAPHAEL MONTES




RAPHAEL MONTES

Raphael Montes nasceu em 1990, no Rio de Janeiro, é escritor e advogado. Seus contos já foram publicados em diversas antologias de mistério, como Rio Noir, e em várias revistas, como Playboy e a prestigiada publicação americana Ellery Queen’s Mystery Magazine. Aos 20 anos, impressionou a crítica e público com SUICIDAS, que saiu pela editora Benvirá, um caudaloso romance policial finalista do Prêmio Benvirá de Literatura 2010, do Prêmio Machado de Assis 2012 da Biblioteca Nacional e do prestigiado Prêmio São Paulo de Literatura 2013.

DIAS PERFEITOS, publicado pela Companhia das Letras em abril de 2014, foi vendido para tradução em mais de dez países. Ambos os livros estão sendo adaptados para o cinema. Atualmente, Raphael está mergulhado em seu novo thriller, enquanto assina uma coluna mensal sobre literatura e ministra palestras sobre processo criativo em cursos e eventos literários. Além disso, escreve roteiros para cinema e séries de TV.

“Raphael Montes desponta como promessa da literatura policial brasileira.”
– O Globo

“Uma estrela em ascensão.”
– Ellery Queen Mystery Magazine

“Um garoto invade o território do noir.”
– O Estado de S. Paulo


O VILAREJO


O VILAREJO é um romance fix up voltado ao público jovem-adulto, com elementos de horror gótico e suspense. O livro é composto por 7 histórias situadas em um Vilarejo isolado pela neve numa época indefinida, que remete ao período da Segunda Guerra Mundial. O livro se baseia na teoria do padre e demonologista Peter Binsfeld, que, em 1589, fez a ligação de cada um dos pecados capitais a um demônio, supostamente responsável por invocar aquele respectivo pecado nos seres humanos. Assim, cada história do livro explora um pecado capital, apresentando lenta e gradualmente a degradação dos moradores do lugar. Pouco a pouco, o próprio Vilarejo vai sendo dizimado, maculado pelo frio e pela fome. As histórias podem ser lidas em qualquer ordem, sem prejuízo de sua compreensão, mas se relacionam de maneira complexa, de modo que uma personagem de passado misterioso tem sua vida explicada em outro momento e, por vezes, uma história esclarece – ou ainda modifica – o final de outra.

Ao término da leitura, as narrativas convergem a uma única e surpreendente conclusão. O autor se utiliza de uma trama bem urdida, narrada em tom de fábula, para explorar temas universais. Em certa medida, o VILAREJO é um microcosmo de nossa sociedade, de modo que questões como preconceito, desigualdade social, ambição e doenças sexualmente transmissíveis são tratadas de maneira direta e interessante, levando o jovem leitor à reflexão.

Status/Publicação: Pela Suma (Grupo Companhia das Letras) em agosto de 2015.


DIAS PERFEITOS


Téo é um jovem estudante de medicina que divide seu tempo entre cuidar da mãe paraplégica e dissecar cadáveres nas aulas de Anatomia – momento em que mais se sente feliz. Quando conhece Clarice, fica obcecado por ela e passa a persegui-la. Descobre que Clarice sonha em viver da criação de roteiros cinematográficos e que está escrevendo um road movie chamado Dias Perfeitos sobre três amigas que saem numa viagem de carro pelo Brasil. Ao tentar se aproximar, Téo é rejeitado e, levado a extremos, sequestra Clarice. Coloca-a sedada no banco carona de seu carro e inicia uma viagem pelo país – a mesma das personagens do roteiro dela. Téo pretende, assim, fazer com que ela também goste dele. Passando por cenários como um chalé em Teresópolis e uma praia deserta em Ilha Grande, este thriller psicológico de clima sombrio e muitas vezes sufocante explora a tensão entre os dois personagens através de atitudes e diálogos que deixam o leitor a se perguntar se a tentativa de conquistar Clarice está realmente dando certo.

Status/Publicação: Publicado por Companhia das Letras em abril de 2014; e pela Random House Espanha em fevereiro de 2015; pela Les Deux Terres (França) em Março de 2015; pela Cargo/De Bezige Bij (Holanda) e Objectiva (Portugal) em maio de 2015; pela Hurtubise (Canadá – Francês) em setembro de 2015; pela Penguin Press (EUA), Harvill Secker (Reino Unido) e 10/18-Univers Poche (França) em fevereiro de 2016; pela Einaudi (Italia) em março de 2016; e pela Filia (Polônia) também em 2016.

A ser publicado pela Penguin (Canadá – Inglês) ainda em 2016, e pela Blanvalet (Alemanha) em 2017. Direitos vendidos também para Dogan (Turquia), Fantasy (Taiwan, Hong Kong e Macau), Cappelen Dam (Noruega), Albatros Media Group (República Tcheca) e Gyldendal (Dinamarca). Direitos audiovisuais vendidos para a RT Features.


JANTAR SECRETO


No novo e polêmico romance de Raphael Montes, quatro amigos vindos de uma pequena cidade no Paraná dividem apartamento em Copacabana, no Rio de Janeiro, para cursar suas faculdades – Administração, Ciência da Computação, Medicina e Gastronomia. Uma vez formados, em meio a dificuldades rotineiras, como levantar o dinheiro para o aluguel e conseguir emprego em plena crise, os jovens iniciam inadvertidamente um negócio ilegal: jantares secretos organizados pela internet para clientes ávidos por uma aventura gastronômica exótica e pouco ortodoxa. Com o tempo, o que começa como brincadeira acaba ganhando proporções inimagináveis, e os quatro amigos enriquecem.

Mas, com a fortuna, eles mergulham em um sufocante caminho de desconfiança, paranoia, ambição e violência. Com humor negro e suspense eletrizante, JANTAR SECRETO é uma alegoria hiperbólica sobre o vegetarianismo, os limites do ser humano e essa juventude sem rumo, tão atual e vibrante. Mas também um sombrio estudo de como a ambição pode transformar as pessoas.

Status/Publicação: Pela Companhia das Letras em novembro de 2016. Direitos vendidos para Albatros (República Checa), Roja y Negra (Penguin Random House – Espanha), Filia (Polônia) e Éditions du Masque (França). Direitos audiovisuais vendidos para Camisa Treze.


SUICIDAS


“Uma refeição completa para os adeptos do gênero policial.”
– Correio Braziliense

“Suicidas é uma caixa de surpresas. (…) Intrigante, a narrativa leva a imaginar a história no cinema.”
– Portal R7

“Uma trama das mais originais e surpreendentes dos últimos tempos. Uma revelação.”
– Alberto Mussa, escritor

“O autor só tem 22 anos, mas é incrível. Não consegui parar até o fim.”
– Walcyr Carrasco, escritor e dramaturgo

“Suicidas mostra o fôlego de um novo autor que já sabe muito bem o que está fazendo. Um livrão, em todos os sentidos.”
– Santiago Nazarian, escritor


Um porão, nove jovens e uma Magnum 608. O que teria levado esses nove estudantes universitários da elite do Rio de Janeiro – aparentemente sem grandes preocupações – a acabar com suas vidas numa roleta russa? Um ano depois da tragédia, que terminou de forma violenta e misteriosa, uma nova pista, até então guardada em segredo pela polícia, lança luz sobre o caso. No comando da investigação, a detetive Diana Guimarães reúne as mães dos nove jovens para tentar entender o que realmente teria acontecido e os motivos que os levaram ao suicídio coletivo naquela noite.

Lendo anotações feitas por um dos suicidas durante o incidente, as mulheres são arrastadas para o turbilhão de fatos que culminaram na morte de seus filhos. No ambiente cada vez mais carregado da reunião, as máscaras começam a cair e uma verdade chocante emerge. Um enredo emocionante com final imprevisível.

Status/Publicação: Publicado originalmente pela Benvirá (Brazil) em 2012. Direitos vendidos para a Companhia das Letras e será republicado em 2017. Direitos audiovisuais vendidos para a RT Features, com estreia prevista para 2017.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...