[Resenha] Acesso Aos Bastidores - Olivia Cunning

Acesso Aos Bastidores
Sinners On Tour # 1


Myrna é professora de psicologia e fanática pela banda Sinners. Especialmente por Brian Sinclair, o guitarrista e compositor que, além de talentoso, é deliciosamente lindo. Ela se surpreende ao encontrar a banda no mesmo hotel em que está hospedada para participar de uma conferência. Mais surpreendente ainda é, após alguns drinques juntos, despertar o desejo de Brian. Ela sabe que a vida de astro de rock tem um preço e estaria feliz deixando essa paixão para trás. Mas será que Brian e Myrna conseguirão ficar separados? Quando o passado de Myrna ameaça sua vida, Brian precisa decidir se aquilo que tiveram juntos não é a resposta que ele buscava há tanto tempo.


Acesso aos Bastidores é um achado erótico que, apesar de conter muito, muito sexo (ménage incluso), consegue desenvolver uma boa trama e exibir uma excelente dinâmica entre os personagens, os respectivos membros da banda de rock The Sinners e a nova figura que acaba sendo adotada por essa família com excesso de testosterona, a personagem Myrna.

Myrna é uma doutora em sexualidade humana que está participando de uma conferência sobre o tema, no mesmo hotel em que a renomada banda está hospedada. O compositor e guitarrista principal da banda, Brian, também conhecido como “romântico incurável”, está no bar afogando as mágoas de uma desilusão amorosa quando conhece Myrna e imediatamente melhora de ânimo.

A partir do encontro, Brian e Myrna dividem vários momentos de muito sexo e consequentes composições musicais derivadas do ato. Myrna se torna a musa inspiradora de Brian e os dois não conseguem se desgrudar, literalmente.

A Doutora passa a acompanhar os músicos em vários shows e inicia um projeto de pesquisa sobre o fanatismo das groupies da banda, acabando assim por embarcar com os músicos na turnê.

Com o desenrolar do relacionamento sexual, vemos que Myrna enfrenta uma dificuldade enorme para aceitar que o que eles têm pode vir a se desenvolver. Os esqueletos no armário de Myrna batem de frente com a persistência de Brian, que o que mais deseja é compromisso sério. É, compromisso, como em casamento. Uma ida rápida a Las Vegas é cogitada várias vezes.

Brian fitou-a por mais um instante, contemplando sua expressão sincera. “Quer fugir para Las Vegas e se casar comigo?”




Quando falei que há muito sexo, o que quis dizer é que os pombinhos só dão intervalos para outras necessidades fisiológicas e compromissos profissionais inadiáveis. De vez em quando tem um ménage básico, com dois “instrumentos” disponíveis para a doutora gulosa, e sim, isso mesmo, Brian realmente escuta riffs de guitarra, entrando em transe bem na hora do ato.

“Ah, Myrna”, murmurou. “Acho que minha musa mora fundo dentro de você.”

Algumas coisas me incomodaram no livro, entre elas o Brian quase sempre acabar os relacionamentos depois que as namoradas o traem com um colega da banda e ele não ficar com tanta raiva do amigo fura-olho quanto fica das meninas. Ele é bem tapado nesse aspecto, não pensa e nem analisa o que realmente está acontecendo.

Outra coisa são as mudanças da Myrna. Uma hora ela é superousada e safadona, aí lhe vem uma voz do passado na mente nos melhores momentos para acabar com a festa. Daí então, ela fica toda insegura e com vergonha dos próprios desejos, o que mesmo sendo a realidade de muitas mulheres, cansa bastante a leitura e não condiz com a mulher decidida apresentada no primeiro capítulo.

A autora ainda mostra que existe um amor não correspondido entre dois músicos da banda, mas deixa o assunto inexplorado, já preparando terreno para as continuações, que infelizmente não têm publicação por aqui.

Achei interessante como ela é recebida e aceita pelos demais membros da banda, de uma forma tão natural e sem dramas desnecessários. Isso para quem sabe que mulheres sempre são acusadas, justamente ou não, de arruinarem bandas, dá um alívio enorme.

Sem falar do fato de ela ser sete anos mais velha que o mocinho, o que quase não se vê nesse gênero. Ponto para o livro.

Os dois têm uma química e sincronia fantásticas dentro e fora de quatro paredes, os diálogos são bem elaborados e a dose de comédia e romance acerta o alvo do leitor que deseja um livro com história e muita safadeza.




12 comentários:

  1. Gostei do fato do personagem querer algo série, geralmente são as mulheres primeiro que querem e pelo fato dela ser mais velha, concordo é difícil acontecer isso nessas historias, merece ponto mesmo. Mas não gostei do personagem ficar com raiva das mulheres quando traído e dos amigos de banda não, isso demonstra que só as mulheres que traem que não presta e os homens saem impunes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Maria, também fiquei pê da vida com essa atitude dele. E que amigo é esse que está sempre correndo atrás das namoradas do outro? Porque não foi só uma vez não, ele fazia isso com todas. Como dizem, o pior cego é aquele que não quer ver. Obrigada, fofa, amei o seu comentário! <3

      Excluir
  2. Então, o que falar desse livro que já li há uns 2 anos atrás, quando nem sabia que seria lançado no Brasil e eu já amava? Eu lembro que realmente me apaixonei e que logo que terminei o 1º pulei direto pro 4º livro por estar apaixonada demais pelo Eric <3 Infelizmente ainda não tenho esse livro na minha estante, mas espero poder comprar logo. E eu realmente estou com peninha pois do jeito que anda o resto da série nem vai ser lançada no Brasil :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juliana, tudo bem? A série é uma das melhores do tema mesmo e eu queria tanto resenhar os outros volumes... Uma pena. :(

      Excluir
    2. Recomendo ler os outros através do aplicativo issuu! Eu tenho baixado no celular e amo ler por lá!

      Excluir
  3. Eu adorei esse livro! A escrita da autora é bastante envolvente e não tem como não gistar dos personagens 😍
    Acho que foi o primeiro livro erótico que eu realmente gostei, mesmo tendo umas cenas beeeeem tensas rs
    Os outros livros também são bons e valem a pena ler 😀

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiza! Isso mesmo, a autora não se preocupou só com as posições e a frequência da putaria e acabou esquecendo da história como costuma rolar no gênero. Obrigada pelo comentário :*

      Excluir
  4. Brian e Myrn tem conexão bem forte, só precisou de uns drinks para notar isso haha
    Adoro leitura hot, essa capa tem tudo haver com gênero. Particularmente achei historia bastante envolvente, fiquei curiosa em conhecer mais a fundo, espero ter oportunidade de ler algum dia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, Girlene, que bom que vc se interessou! E eu adoro quem tbm adora leitura hot <3 Vale a pena ler, viu? Pode colocar na lista.

      Excluir
  5. Oi Uta,
    Como todo livro que envolve rockstars, será um romance bem intenso. Adoro livros que tenha música envolvida na trama e achei mais interessante ainda ter uma personagem com uma profissão totalmente oposta sendo inserida neste mudo agitado do rock. Brian fazer o tipo apaixonado e querendo relacionamento série vai contra todos outros livros que li com personagens parecidos. Geralmente, são as protagonistas femininas que querem um compromisso duradouro. A única coisa que me preocupou em sua resenha é a inconstância na personalidade dos personagens, mas ainda assim me interessei pelo livro!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Gislaine, ela inovou trazendo a mocinha e o mocinho bem diferentes do que geralmente vemos. O que acontece com a Myrna é que ela é uma criatura bastante sexual que já foi muito punida por isso em um relacionamento anterior, por isso que a redenção dela ao Brian é bem sofrida. Já o Brian, apesar dos chifres que levou no fundo sabe que as ex-namoradas só estavam com ele por status e, talvez, por isso ainda não tenha se desiludido a ponto de perder as esperanças. Que bom que vc se interessou pelo livro só em ler a resenha, fico muito feliz! Caso leia mesmo, volte para deixar seu comentário. Beijo!

      Excluir
  6. Adorei a indicação do livro!! Gosto de romances mais hots!! E esse pelo que vi é muito hot!!! A história é muito interessante uma doutora em sexualidade humana e um rockstar!! Parece um casal bem pouco improvável mais sem dúvida não tão improvável assim!!
    Beijoss

    ResponderExcluir

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...