08 dezembro 2016

[Resenha]Profundo + Intenso – Robin York

Profundo + Intenso – Robin York
Duologia ‘Caroline e West’

Skoob: Livro 0102 | Editora | Compre 


Caroline Piasecki vê sua vida se transformar em um pesadelo quando o ex-namorado espalha fotos dela nua na internet. De uma hora para outra, sua reputação é arruinada e o futuro promissor que a aguardaria após a faculdade já não parece tão garantido. Desesperada, ela tenta fazer com que as imagens sumam da rede e, ao mesmo tempo, procura se defender da multidão de pessoas que a julgam.
Um dia, quando um cara que ela mal conhece sai em sua defesa e dá uma surra em seu ex-namorado, tudo muda. À primeira vista, West Leavitt é a última pessoa de quem Caroline deveria se aproximar – ele tem um ar sombrio e ganha a vida de forma ilícita. Ela, por sua vez, é o tipo de garota que West sempre tentou evitar. Rica e privilegiada, jamais entenderia as dificuldades pelas quais ele já passou.
Mesmo com todas as diferenças, os dois se tornam amigos. Com Caroline, West sente que fará de tudo para ser um homem melhor, e ela encontra nele a força para reagir. Quando parece impossível resistir à paixão avassaladora, West e Caroline descobrem que às vezes a única opção que resta é ir mais fundo.

Olá pessoal! Hoje trouxe uma resenha especial pra vocês porque falaremos não só de um livro, mas de dois! Se trata da duologia lançada pela nossa parceira Arqueiro, “Caroline e West”, se tratando da temática de Vingança Pornô, um problema corriqueiro nos dias atuais (infelizmente), mas que, na maioria das vezes, acaba impune. Ainda não há uma lei específica para esse tipo de ação, o que torna o crime de difícil classificação e punição. Talvez por essa falta de punição seja tão comum de acontecer. É difícil você não conhecer alguém que já passou por isso.

Caroline tinha planos para sua carreira. Planos que iam looonge, uma carreira no mais alto cargo de poder possível. Ela viu sua vida mudar quando seu ex-namorado, Nate, publicou fotos suas em diversos sites pornôs. Eram fotos nuas, onde estavam em pleno ato sexual, mas que apenas ela era a pessoa identificável. As fotos foram tiradas durante o namoro de três anos deles, onde um namorado e uma namorada têm um relação completamente normal e pessoal, até que depois do término do namoro, Nate decide expô-la por não concordar com o fim. Por isso chama-se “Vingança pornô”. Se imaginem na situação dela, três anos juntos com um cara que você amava e ele faz isso com você...

“Dentro de mim, escondido em algum lugar na minha caixa torácica, há um coração partido. Dói o tempo todo”.

Do outro lado do barco, está West, observando e se revoltando com toda a situação pela qual Caroline está passando. Ele sempre teve uma paixonite por ela, mas procura se manter longe por não acreditar que pertencem ao mesmo mundo, por ela já ter namorado e por não achar que fosse ter alguma chance com ela. Ao ver seu sofrimento, sendo julgada por todos como uma ‘vagabunda’ após a publicação das fotos, ele decide que Nate foi longe demais e precisa pagar por isso. Entre socos e chutes trocados entre Nate e West, acaba sobrando um soco para Caroline também, e é depois disso que eles se aproximam.

“Ela é o que eu quero. Mais do que meus planos, mais do que ser inteligente, mais do que obedecer às regras que criei, quero estar com ela”.

O primeiro livro realmente tem o nome perfeito. É profundo. Cada um deles vai a fundo nas mais diversas situações, bem ou mal, pois ao mesmo tempo que Caroline passa por esse problema na faculdade, West está enfrentando sérios problemas em casa. Juntos, eles encontram um no outro uma maneira de se ajudar.

Achei a história muito bem estruturada pela autora. Escrita clara e objetiva, sem deixar de ser interessante. O fato de o livro não se prender a apenas um problema também ajudou bastante a leitura ser rápida, são muitos personagens envolvidos. A narrativa é em primeira pessoa, com pontos de vistas alternados entre os dois. Algo que gostei bastante foi a firmeza com que a autora queria fazer Caroline acreditar que aquilo que aconteceu não era culpa dela, que ela era a vítima. Geralmente, nosso primeiro movimento é julgar quem aparece nessas fotos como alguém que não vale nada, que estava fazendo algo errado. Mas que mal ela fazia? Estava apenas fazendo sexo com o namorado (de três anos, aliás), quem nunca? Foi bom conhecer o outro lado da história e me fez refletir bastante. Vítima e culpado são pessoas diferentes!

“O motivo pelo qual não preciso de vingança é que tenho amor. A vingança não nos dá nada. Não nos preenche nem nos acalma, não nos satisfaz nem nos modifica”.

Não darei muitos spoilers do segundo livro, mas já adianto que os dois levaram seus nomes a sério. É bem intenso. Confesso que apreciei mais a leitura de ‘Profundo’, mas não pude deixar de ficar feliz e satisfeita em como a história toda se concluiu em ‘Intenso’. Duologia que vale a pena ler!

“Há um motivo pelo qual se fala que alguém ‘caiu de amores’. É por causa da forma como o amor nos vira de cabeça para baixo e sacode a nossa vida, com força. Não há nada parecido. Não existe droga melhor. Nenhuma aventura é mais fantástica. O amor muda as coisas. Muda a gente”.

Compartilhe!

2 comentários :

  1. Oi, Nathy! Esse livro está na minha wishlist há tempos, mas até agora não comecei de fato a leitura. Acho o tema muito bom, pouco comentado e por isso precisa ser bastante analisado. Sempre julgamos as pessoas quando vemos algo do tipo, mas nós temos que nos colocar no lugar delas. É complicado essa situação e não pode passar impune.
    Quero muito ler o livro agora!
    Beijo, Leitora Encantada
    Participe do Sorteio de Natal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. Esse livro nos passa uma mensagem importante sobre nos colocarmos nos lugares das pessoas antes de falarmos qalquer coisa!

      Leia sim, vc vai gostar. Um beijao

      Excluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei