[Resenha]A Garota Perfeita - Mary Kubica



A Garota Perfeita
Mary Kubica

 Mia, uma professora de arte de 25 anos, é filha do proeminente juiz James Dennett de Chicago. Quando ela resolve passar a noite com o desconhecido Colin Thatcher, após levar mais um bolo do seu namorado, uma sucessão de fatos transformam completamente sua vida.
Colin, o homem que conhece num bar, a sequestra e a confina numa isolada cabana, em meio a uma gelada fazenda em Minnesota. Mas, curiosamente, não manda nenhum pedido de resgate à familia da garota. O obstinado detetive Gabe Hoffman é convocado para tocar as investigações sobre o paradeiro de Mia. Encontrá-la vira a sua obsessão e ele não mede esforços para isso.
Quando a encontra, porém, a professora está em choque e não consegue se lembrar de nada, nem como foi parar no seu gélido cativeiro, nem porque foi sequestrada ou mesmo quem foi o mandante. Conseguirá ela recobrar a memória e denunciar o verdadeiro vilão desta história?

Mia é uma professora de 25 anos que desapareceu. Sua família só fica sabendo por uma de suas colegas de trabalho. Mia nunca falta, todos estão à sua procura e não fazem ideia de onde ou com quem ela possa estar. Ela tinha o costume de "sumir" durante a adolescência, então, no primeiro momento, sua família pensou que estava tudo certo, e como já não tinham mais tanto contato, acabaram ficando no escuro com essa dúvida, até descobrirem o que realmente aconteceu.

E se...? E se ela não estiver bem? E se estiver bem e nunca a encontrarmos? E se estiver morta e nunca descobrirmos? E se estiver morta e ficarmos sabendo quando o detetive nos pedir para identificarmos seus restos mortais?

Ela foi sequestrada por Colin Thatcher, um rapaz que vive à margem da lei, cometendo pequenos delitos como uma forma nada legal de se manter, juntamente com sua mãe doente.

Quando Mia é encontrada, não consegue se lembrar do que aconteceu durante esse período do sequestro e atende com mais rapidez pelo nome de Chloe.

Mia é uma jovem sonhadora, que sonha tornar o mundo um lugar melhor através da arte. Ela desde sempre quis ser independente, não queria viver com o dinheiro do seu pai, um renomado advogado da cidade. Ele sempre a criticou por não seguir a mesma carreira.

Colin é só o homem responsável por sequestrar Mia, ele não deveria ter ficado com ela, deveria a ter entregue a uma outra pessoa, uma pessoa bem mais perigosa, que é a pessoa por quem ele foi contratado. Desde essa parte já dá pra perceber que Colin é diferente, pois ele sabia que o seu "chefe" era uma pessoa ruim. Se entregasse Mia a ele, ela estaria em sérios apuros.

O livro não é linear, tem capítulos que acontecem antes e depois de Mia ser encontrada. Eles são narrados por Eve, mãe de Mia, Colin, o rapaz que a sequestrou e Gabe, o investigador responsável pelo caso. E mesmo com esses tempos diferentes durante todo o livro, não fica uma coisa confusa, pois a autora escreve superbem e consegue prender o leitor.

Acompanhar o sofrimento da família e da própria Mia foi bem intenso, eu torcia para que ela se lembrasse logo do que aconteceu, porque eu queria saber também! Foi muito interessante o fato da autora ter revelado que Mia estava livre do sequestrador logo nos primeiros capítulos, mas parece que isso instigou ainda mais a minha curiosidade para saber como ela conseguiu sair de lá e quem foi o responsável pelo crime.

A cada capítulo que passava eu ficava ainda mais curiosa para descobrir o mistério, e devo dizer que isso só acontece bem no final... Então se segurem, pois vale a pena ler.
O desfecho foi totalmente inesperado, em momento algum desconfiei do que realmente tinha acontecido, Mary Kubica me surpreendeu de uma forma muito positiva!

A cada nova informação eu ficava mais apreensiva, e com o desenrolar da história, entendia cada vez mais os personagens e seus motivos para serem do jeito que eram. Posso dizer que este foi um dos livros que mais me surpreenderam neste ano.

O final foi incrível, de tirar o fôlego. A trama é muito bem desenvolvida, visceral e inusitada.

10 comentários:

  1. M-A-N-O que livro é esse? Adoro livros que mexem com o psicológico, deve ser um livro com uma narrativa muito boa..
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Ele é ótimo, recomendo a leitura!

      Beijo.

      Excluir
  2. Sabe quando um livro te deixa mais do que confusa se você quer ou não ler?
    Eu achei a sinopse desse super interessante e sua resenha só me deixou ainda mais animada em realizar a leitura, mas vi umas outros resenhas mais negativas, apontando algumas coisas que poderiam me incomodar, então meio que não sei se quero...rs
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Dê uma chance para o livro, vale a pena!

      Beijo.

      Excluir
  3. OOi!
    Confesso que só pela capa eu morria de vontade de ler esse livro. Agora então, depois de sua resenha, minha vontade só aumentou.
    Parece ser um livro muuuito envolvente, que nos deixa bem apreensivos para o desfecho. espero ter a oportunidade de lê-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Fiquei presa nessa história, estava louca para saber o final! Gostei demais.

      Beijo.

      Excluir
  4. Olá, eu li esse livro apesar de ter gostado da proposta, eu espera um pouco mais para justificar tal trauma, mas o livro em si foi bem sinistro. Bjkas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Acho que os traumas variam de acordo com a pessoa, gostei da forma como a autora abordou o tema.

      Beijo.

      Excluir
  5. Olá!
    Eu estou louca para ler esse livro, ainda mais porque trabalha esse lado psicoloógico que sou apaixonada e essa narrativa não linear me chamou muito a atenção, adorei!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    O lado psicológico deste livro é bem bacana, vale a pena a leitura!

    Beijo.

    ResponderExcluir

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...