[Resenha]O Beijo de Chocolate - Laura Florand

O Beijo de Chocolate
Amor e Chocolate - Livro 02


Quem Nunca Sentiu Algo Tão Forte Que Pensou Que Só Poderia Estar Enfeitiçado? Na pequena Île Saint-Louis, no coração da romântica Paris, esconde-se uma casa de chá especial e mágica: La Maison des Sorcières. As tias Aja e Geneviève confiaram em sua jovem sobrinha Magalie para ajudá-las na empreitada de encantar os clientes com doces e bebidas que são literalmente feitiços – em especial, o inexplicável chocolate quente de Magalie. A vida seguia tranquila até que o badalado pâtissier Philippe Lyonnais resolve abrir uma filial de sua loja a poucos metros dali. É então que começa uma batalha mais do que apimentada entre os dois doceiros: Magalie tenta punir (e instigar) Philippe com suas xícaras de chocolate quente, e ele a enlouquece com tentações inéditas e cheias de sabor. Magalie, porém, nunca esteve pronta para sentir algo tão forte e, depois de tanto tempo isolada, ao conhecer Philippe vê que não pode mais fugir de quem é e dos seus desejos. Contudo, ele significa o risco de perder tanta coisa… Tudo aquilo que vale mais que um simples – ainda que absolutamente tentador – macaron. Entre a teimosia e o desejo, o doce e o amargo, descubra as emoções que só a paixão com uma boa dose de cacau e magia pode despertar.


Para quem não conhece a série, ela é lançada pela Editora Única e se constitui de 6 livros lançados em inglês. Aqui no Brasil, o livro 2 foi lançado em 2015. 
Os livros são considerados chicklits na classificação, e não posso deixar de concordar pela escrita e construção da história. Esse livro é um misto de sensações, resultado de uma fusão de personagens cativantes, escrita fluida e leve pitadas de senso de humor. Claro que não podemos esquecer da base, que é composta por um belo drama. 

Magalie Chaudron vive com as tias - Geneviève e Aja - que detêm um pequeno e encantador estabelecimento na pequena ilha de Île Saint-Louis. O La Maison des Sorcières é uma casa de chá famosa pelas suas donas - bruxas - que são capazes de te amaldiçoar ou não com suas iguarias se você tiver a coragem.  

Magalie é responsável por fazer o famoso chocolate quente - chocolat chaud - onde coloca sonhos e desejos para cada cliente em particular. Ela conversa com a pessoa, que se sente à vontade para compartilhar seus problemas, então como um reconforto, Magalei oferece um chocolate quente para aquecer a vida da pessoa, e mais que isso - ela acredita que pode desejar coisas boas para elas enquanto prepara tal bebida com um sorriso no rosto.

A vida com as tias é maravilhosa, elas se entendem de um jeito natural, como se o encaixe fosse perfeito entre as personalidade tão diferente das três. É nesse cantinho que Magalie encontra a estabilidade, as raízes de que tanto precisa em sua vida. Mas esse sossego todo é interrompido quando um Leão decide montar sua casa na mesma rua que a dela, e ele insiste que ela é a zebra que ele quer perseguir.

Philippe Lyonnais é um famoso Patissiers que veio de uma longa linha de franceses, tendo o pai dele como um premiado chef, encontra na ilha Île Saint-Louis o local mais que especial para a nova loja. O que ele não esperava é que uma moça invadisse seu laboratoire para 'aconselha-lo' a não abrir a loja na mesma rua que a dela. A partir do momento que ele coloca os olhos emMagalie, ele é completamente enfeitiçado pela mais doce bruxa.

Desse ponto em diante, o que vemos é uma briga entre os dois, para ver quem vai ceder primeiro e se entregar ao delicioso sabor do outro.


Ela jamais havia se aberto a alguém. Nem mesmo ao príncipe que sorria na outra ponta da mesa e havia levantado a mão e beijado seus pulsos ali mesmo.

Preciso começar a dizer que quem não leu o livro um, pode ler esse tranquilamente, porque apesar de ser uma série, os livros são totalmente independentes. O casal do livro um aparece nesse, mas nada que afete o entendimento, ou mesmo insinue que você deveria saber quem são. 

O plot da história é parecido com o livro um, pelo fato de serem dois chefs franceses, mas a semelhança acaba aí, pois nesse temos inserido esse tom de fantasia. Essa brincadeira que a autora faz, entre bruxas que podem conceder desejos e príncipes e princesas. E, por isso, esse livro ganhou meu coração por essa sutileza de inserir um toque de conto de fada no romance.

A narrativa é em terceira pessoa, e alternado entre os dois personagens principais, o que para mim funciona maravilhosamente bem em livros de romance. Acho que em livros únicos esse tipo de narração vem a adicionar na construção do romance. A Laura usou bem esse artifício, mudando o foco no momento em que a história pedia, em que queríamos saber o que o outro personagem estava pensando. 

Se nada disso te convenceu, talvez o romance dos dois possa. É um romance antagonista, onde Magalie e Philippe desde o primeiro instante travam uma disputa de vontade, onde nenhum quer ceder ao outro. E depois temos a construção do romance. Há muita raiva, mal-entendidos e muitas partes frustrantes para ambos os personagens, o que constrói uma tensão e uma emoção na história. E, junto a tudo isso, temos um toque sutil que o torna divertido.

Gostaria de falar sobre a Magalie, pois como um chicklit, temos que ter uma mulher de personalidade e seus problemas. E eu adorei como ela se manteve firme até o último momento, apesar de algumas das vezes os motivos serem os errados. Mas ela simplesmente não se derreteu por ele, como ele queria desde o começo. Ela trabalhou a autoconfiança dela e se permitiu se abrir para esse homem, dando a ele não apenas seu coração, mas sua confiança.

Acho que não tenho nada a declarar sobre o Philippe, a não ser que ele é um Príncipe; mesmo com ela o tirando do sério e o frustando em muitos momentos, ele se manteve como um cavalheiro, que lutou pela sua princesa, mesmo ela não acreditando no felizes para sempre em alguns momentos.

Ahhhh, as descrições dos chocolates !! Nunca mais vou ver alguém comendo chocolate sem pensar algo sexy! Huhuhu ! Sério, as descrições foram tão deliciosas, tentadoras, que eu só queria ir para Paris comer chocolate. E no final do livro tem a receita de chocolat chaud da Magalie.

Laura Florand traz à vida esse mundo encantado de chocolates e magia. Com personagens que cozinham sobremesas maravilhosas, enquanto desejam os mais puros sentimentos um para o outro, em uma disputa silenciosa pelo amor.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...