05 agosto 2016

[Resenha] Pecados no Inverno - Lisa Kleypas


Pecados no Inverno
Livro 3 - As Quatro Estações do Amor
Lisa Kleypas

Skoob | Editora | Compre
Resenha livro 01, 02

Sinopse: Do quarteto de amigas, Evangeline Jenner é certamente a mais tímida. E se tornará a mais rica quando receber a herança de seu pai, acamado com tuberculose. Mas Evie não se importa com o dinheiro. Tudo o que deseja é estar ao lado do pai em seus últimos dias. Porém isso só será possível se ela puder escapar da casa dos tios que a criaram. E, para isso, sua única alternativa é casar-se – e rápido. Assim, ela foge no meio da noite para a casa do devasso lorde St. Vincent e lhe propõe casamento em troca de poder cuidar do pai. Para um aristocrata que precisa de dinheiro, essa é uma excelente proposta. Afinal, é difícil conquistar uma moça rica e solteira quando se tem a reputação de Sebastian – trinta segundos a sós com ele arruinariam o bom nome de qualquer donzela. Mas há uma condição na proposta de Evie: uma vez consumado o casamento, eles nunca mais dormirão juntos. Ela não será mais uma mulher descartada por ele com o coração partido. Se Sebastian realmente a deseja em sua cama, terá que se esforçar mais em sua sedução... ou entregar seu coração pela primeira vez na vida. Neste terceiro livro da série As Quatro Estações do Amor, Lisa Kleypas nos apresenta o relacionamento de duas pessoas muito diferentes, mas igualmente obstinadas. E dessa relação tão peculiar pode nascer um desejo impossível de conter e um sentimento forte demais para esconder. Quem disse que os cafajestes não podem amar?

Lisa Kleypas tem uma forma única de nos deixar ansiosos pelas continuações de suas séries. Ela sabe perfeitamente como introduzir os personagens do próximo livro na história que está contando. Quem leu o segundo livro da série As Quatro Estações do Amor (resenha disponível aqui), assim como eu, deve ter ficado ansioso para ler Pecados no Inverno.

O pouco que conhecemos de Evie e de St. Vincent nos primeiros livros da série, faz deles um casal extremamente improvável. Evie é extremamente tímida, e ainda por cima sofre de gagueira por causa de seu nervosismo, e embora seja bonita e herdeira de uma grande fortuna, não tem nenhum pretendente além de seu primo, Eustace. E quanto a Sebastian St. Vincent, ele é o maior libertino de toda Inglaterra. Se não fosse pelo desespero de Evie em se livrar da família e o desespero de Sebastian em conseguir dinheiro rapidamente para pagar suas dividas e manter seu estilo confortável de vida, eles provavelmente nunca teriam ficado juntos. E essa é a parte boa do livro: eles são duas pessoas extremamente diferentes e que ainda sim, foram feitas para ficarem juntas.
"A antiga Evie teria se acovardado, ficado magoada e possivelmente obedeceria sem mais discussões. Contudo, a nova Evie era muito mais forte, para não dizer desesperadamente apaixonada.
-Não acho que possa ficar longe de você - disse ela com franqueza. - Especialmente por não entender o motivo para isso. [...]
-Nos últimos tempos tenho andado tão distraído que não consigo tomar nenhuma decisão. Não consigo pensar com clareza. Sinto nós no estomago e dores constantes no peito sempre que a vejo falando com outro homem ou sorrindo para alguém. Fico louco de ciúme. Não posso viver assim."
Em suma, esse livro nos traz a história de uma garota tímida descobrindo sua coragem e de um cafajeste se redimindo, mas com um toque que só a escrita da Lisa tem.

Algo que gostei nesse livro particularmente foi a presença de Cam Rohan, o protagonista de Desejo a Meia Noite, o primeiro livro da série dos Hathaways. Adoro quando os personagens de uma série fazem aparições em outras séries. Deu até vontade de ler os Hathaways de novo para ver se não encontro alguma das Wallflowers.

O livro é bem escrito, mas não consegui ignorar a sensação de que foi curto demais. Achei a transformação de St. Vincent muito rápida, o mesmo acontece com a gagueira de Evie, que num momento está lá e no outro desaparece com a simples explicação de que ela se sente confortável perto dele. Sem falar que eu esperava um grande conflito entre Lilian, Westcliff e St. Vincent. Lilian perdoou seu sequestrador muito rápido, sem falar de Marcus que muda de ideia a respeito de Sebastian de uma hora para a outra quando o vê com Evie. Acredito que o potencial do livro não foi totalmente acalçado. Os personagens foram bem construídos mas poderiam ter sido melhor aproveitados.

Pecados no Inverno é só mais um dos livros dos quais eu esperava muito, que tinha uma premissa muito boa, mas não no final não foi essa coca cola toda. O que é uma pena, pois até esse momento nenhum dos livros que li da Lisa me decepcionou, mas acho que sempre tem uma primeira vez para tudo.

Entretanto dá para se distrair, é uma leitura leve e divertida, e assim como qualquer outro romance de época escrito por Lisa Kleypas tem cenas hilárias, e emocionantes.

Compartilhe!

Postar um comentário





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei