04 julho 2016

[Resenha] A Garota do Calendário - Audrey Cardan


A Garota do Calendário - Janeiro
A Garota do Calendário # 1
Audrey Carlan


Ela precisava de dinheiro. E nem sabia que gostava tanto de sexo. O fenômeno editorial do ano e best-seller do New York Times, USA Today e Wall Street JournalMia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato.A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil.
Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser...
Em janeiro, Mia vai conhecer Wes, um roteirista de Malibu que vai deixá-la em êxtase. Com seus olhos verdes e físico de surfista, Wes promete a ela noites de sexo inesquecível — desde que ela não se apaixone por ele.


É difícil resenhar um livro onde a sinopse conta basicamente tudo já que é um livro curto, e você não gosta de spoiler, mas vamos tentar.

Mia Saunders, nossa garota do Calendário, é uma garota com personalidade que se vê envolvida nos problemas do pai. Apesar de o pai beber muito e jogar, ela o considera muito por ser um pai solteiro, então ela decide que vale a pena pegar um trabalho que ela tem dúvidas sobre, para quitar essa dívida com o agiota. 

Como conseguir 1 milhão de uma hora para outra? Mia não consegue pensar como, mas Tia Millie sabia. Dona de uma agência de acompanhantes, Exquisite Acompanhantes de Luxo, ela sabe exatamente como Mia pode conseguir essa quantidade de dinheiro no final de um ano. Então esse era o plano de Mia para conseguir dinheiro: um trabalho por mês, dentro de um ano. Fácil, fácil. 

No começo, ela teve um pouco de receio do que era exatamente esse trabalho, mas a Tia Millie deixa muito claro que é apenas acompanhar a pessoa, ser o que a ela precisa nesse tempo, sem sexo incluso. Isso, só se ela quiser. 

Nesse primeiro livro temos Wes, que é um roteirista bem sucedido, lindo de morrer que contrata a Mia para ser o escudo de piriguetes dele. Em todas as festas que ele vai, um enxame de mulher cai em cima, tirando a liberdade dele de poder falar com pessoas importantes e fazer contatos. E logo no primeiro encontro Mia já sente uma atração muito grande por ele, que tem uma personalidade bem marcante, das que fazem você se apaixonar mesmo.

A convivência entre os dois não se desenvolve tensa, muito pelo contrário; é leve, gostosa, cheia de joguinhos e irreverência. E Wes, confiante do seu charme e poder de sedução, vai fazer com que o sexo nesse contrato seja uma opção.
—Se você ficar nua, não foi porque eu estou pagando por isso (...) Você vai tirar a roupa para mim quando estiver pronta para isso. Não vou nem precisar pedir.



Hello pessoal, acho que todo mundo ouviu falar desse livro, já que a propaganda da Editora Verus foi bem intensa, começando pela escolha da capa, com várias opções e resultando nessa dos vestido. 

As capas são bonitas, mas lendo o livro, eu preferia uma outra mostrada, onde tinha um objeto que denotava a profissão de cada homem, claro que não exatamente aquela dark, mas uma bem mais trabalhada. 

Quando comecei a resenha, fiquei pensando: o que dizer, quando parece que todo mundo já disse tudo?

Bem, sobre a trama, a gente poderia dizer que era mais do mesmo e a ideia em si, de uma garota sair com um cara por mês, até mesmo vulgar. Mas não; Audrey Cardan foi muito esperta ao escrever a série nesse formato, porque ela conseguiu passar aquele sentimento de quero mais e para ontem. A forma como é conduzido o enredo te leva sempre a querer mais, mesmo que o livro não seja seu preferido. Então posso dizer que a Editora Verus, acertou em apostar nessa série para fugir da mesmice de livros que temos no mercado.

A narrativa é bem leve, vai direto ao ponto, e o melhor de tudo: a história não gira somente em torno de Mia e o trabalho dela; outros personagens se inserem, dando vida à história, e quem esperava um livro só de sexo, sinto muito, não é isso. Apesar da proposta da série envolvê-lo, não se foca nisso, também explora sentimentos e personagens. O que me prendeu realmente nesse livro foi essa narrativa, que instiga a querer ler cada vez mais, a saber quem será o próximo cliente e o final, com quem nossa protagonista vai ficar. A forma como ela trata o tempo, como ela mostra pela protagonista que o mês está se esgotando assim como o livro, te coloca em uma mistura de ansiedade e euforia por terminá-lo.

Sobre os personagens, você entende a situação de Mia, não tem como julgá-la como uma pessoa errada que optou por um caminho fácil, digamos assim. Então todo preconceito que eu poderia ter foi dissolvido, então, sugiro que o caro leitor faça o mesmo. Ela tem uma história, os amores do seu passado não deram certo, então para ela foi fácil se envolver e aproveitar. A proposta dela sempre foi não se apaixonar, e curtir esse um ano, conhecer pessoas novas, lugares novos, coisa que ela nunca faria porque não tem grana. Ela é cheia de personalidade, e encontra em Wes alguém à altura.

Sobre ele... posso dizer que eu torci para que o enredo caísse na mesmice e ela ficasse com ele, pois é um personagem cativante. Então não tem como o leitor se questionar: eles se encontrarão em algum outro ponto da história? Vão voltar a ficar juntos? Ele é o homem ideal dela? Mas isso é uma incógnita, porque Mia tem um calendário a cumprir.

Mas enfim, a Mia é uma personagem que sabe o que quer, com uma personalidade esperta e uma boca com respostas rápidas, o que torna o livro divertido.

E o final, que final foi esse??? Sou romântica, e assim como a Mia, me apaixonei pelo Wes, e queria mais que nunca que ela caísse na tentação de deixar Wes pagar a dívida e ficasse com ele, mas daí não teríamos mais 11 livros.

Por fim, foi complicado avaliar um livro com tão poucas páginas, apesar de ser uma história completa, com começo, meio e fim; eu senti que faltou algumas coisas, mais detalhes, mais conversas, mais coisas que poderiam ter em um livro com mais páginas. Mas, em compensação, consegui pegar algumas coisas implícitas no contexto da série de modo geral, então eu aposto que no final dos 12 livros eu darei 5 estrelas.


Que venha fevereiro, porque estou ansiosa demais!

Compartilhe!

10 comentários :

  1. Uia! Adoro! Gostou Lud!!!
    Você acredita que eu chorei? Eu pensava: PARA! ISSO TÁ ERRADO!!!

    ResponderExcluir
  2. Sabe que fico com certo medo de séries tão longas, achei autora bem ousada nessa história.
    Não gosto muitoooo de lviros hot, mas acredito que por ter uma narrativa boa e a história direta, pode ser legal.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não curto, mas como a editora está lançando rápido, eu estou gostando muito.

      Excluir
  3. Olá!
    Uma das coisas que mais gostei no livro além da narrativa da autora, foi o modo como se desenvolveu a relação entre Mia e Wes, leve e sem estresse. A personalidade da protagonista também me agradou bastante.
    Ótima resenha.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii... concordo plenamente com você!

      Excluir
  4. Olá!
    Gostei de você enfatizar que o livro não é só sexo, gosto de histórias assim, que tem um porque por trás de tudo. Todo mundo fala tão bem do Wes que ele deve ser muito apaixonante mesmo. Mal posso esperar para ler este livro.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii!!

      Wes é um fofo, quero ler todos para ver se no final ela fica com ele!

      Excluir
  5. Oi! To com esse livro em casa. Apesar de estar meio enjoadinha do gênero, vc me convenceu a ler tirando alguns dos meus pré-conceitos. Concordo que ao final dos 12 vamos ter uma opinião mais formada sobre e to até vendo guerra de ships hahaha 12 caras para ela se apaixonar?! vai ser demais para os leitores.

    Ótima resenha!

    Bjs, Cass | www.livroseoutrascoisas.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá Lud, depois de tanto ouvir minhas amigas comentarem sobre esse livro ele me chamou a atenção, e sua resenha tbm, é o estilo de livro que leio, vou deixar em stand-by. Bjkas

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei