06 maio 2016

[Resenha]O amor nos Tempos do Ouro - Marina Carvalho


 

O amor nos Tempos do Ouro
Marina Carvalho


"Sabes que nunca me apaixonei, maman, mas se porventura o tivesse feito, seria por alguém como ele?"
Cécile Lavigne perdeu todos os que amava e agora está sozinha no mundo. Ela, uma franco-portuguesa que ainda não completou vinte anos, está sendo trazida ao Brasil pelo único parente que lhe restou, o ambicioso tio Euzébio, para casar-se com o mais poderoso dono de terras de Minas Gerais, homem por quem Cécile sente profundo desprezo. Após desembarcar no Rio de Janeiro, Cécile ainda precisará fazer mais uma difícil viagem. O trajeto até Minas Gerais lhe reserva provações e surpresas que ela jamais imaginaria. O explorador Fernão, contratado por seu futuro marido para guiá-la na jornada, despertará nela sentimentos contraditórios de repulsa e de desejo. Antes de enfim consolidar o temido casamento, Cécile descobrirá todos os encantos e perigos que existem nessa nova terra, assim como os que habitam o coração de todos nós. Com o passar dos dias, crescerá dentro dela a coragem para confrontar todas as imposições da sociedade e também o seu próprio destino.

O Amor nos Tempos do Ouro é ambientado em 1734, quando o Brasil ainda estava sob o domínio de Portugal. Conta a história de Cécile Lavigne, uma jovem franco-portuguesa que perdeu a família em um trágico acidente e é forçada a vir para a Colônia Portuguesa, onde ficará sob a tutela do seu ambicioso tio, único parente que lhe restou. Este, visando a herança que a jovem é beneficiária, logo trata de fazer um acordo com um cruel senhor escravocrata dono de minas, que tem grande influência na Coroa Portuguesa. 

Forçada a viver em um ambiente que contrasta com sua educação que lhe deu uma personalidade forte, audaciosa e um espírito livre que a faz enxergar todos como iguais, resigna-se a aceitar um destino que a força a viver em uma sociedade patriarcal em que a figura feminina é vista apenas como a sombra de homens que também vivem a ideologia de ter o poder sobre a vida de outros seres humanos forçados a viverem como escravos. Dessa forma, prepara-se para uma longa viagem a caminhos exóticos e desconhecidos de encontro ao noivo.

O responsável para levar Cécile até seu destino é Fernão, um jovem explorador que, em seus 26 anos de vida, já cometeu atos que fizeram seu nome ser firmado como alguém destemido. Rude, traçou as suas próprias regras de sobrevivência, sabendo aproveitar cada oportunidade para construir um futuro próspero, longe dos homens que contratavam seus serviços e cujos pensamentos e modos de vida Fernão está longe de aprovar, apesar de ter crescido em uma dura realidade que dita a lei dos mais fortes.

Inicialmente Cécile só sente desprezo pelo homem que a conduzirá, esse tipo rústico que receberá um bom dinheiro para levá-la como uma mercadoria através de caminhos espinhosos, até um noivo que foi forçada a aceitar. Afinal, em toda sua vida lhe foi prometido casar-se por amor, e ela vê-se diante desse infortúnio que lhe foi imposto. Já Fernão, vê apenas uma jovem aristocrata bonita que aceitou se vender para um homem cruel e desprezível, portanto, merecedora das adversidades que o casamento a trará. 

A viagem do Rio de Janeiro a Minas Gerais será cheia de descobertas para os dois; em meio aos desafios da viagem, Fernão percebe uma dama doce, destemida, não merecedora da infelicidade que significará viver em um casamento com o odioso Euclides de Andrade. E essa doçura, a preocupação que a jovem demonstra até com os escravos, vistos pelos brancos como seres inferiores, mexe com o coração e a mente do explorador, até então insensível aos desejos de amar unicamente uma mulher.

Observo-te enquanto dormes e tu não calculas o sacrifício que faço para não me aconchegar a ti e confessar o que não tenho coragem de dizer. Um homem como eu, bruto, rústico, sem berço, não deveria amar uma dama. É contra a ordem natural da vida.

Cécile não entende como seu corpo, seus sentidos, podem despertar na presença de alguém como Fernão. Ela consegue enxergar, aos poucos, algumas nuances que ele deixa encobertas por baixo do seu jeito rude: a dedicação aos amigos, a delicadeza e a preocupação com que a trata, mesmo se negando a deixá-la escolher seu próprio destino.

Será que enlouqueci de vez? Acaso ainda vivesse em Marseille, eu dedicaria um segundo sequer dos meus pensamentos a um homem como Fernão? Sabes que nunca me apaixonei, maman, mas se porventura o tivesse feito, seria por alguém como ele? Imponente, forte, destemido, dono do próprio destino… E belo.

O fim da viagem não significará o fim da história dos dois. Ambos embarcarão em uma aventura que os unirá de uma forma única; os dois desafiarão o que lhes foi imposto para escreverem sua própria história.



Marina Carvalho soube colocar em cada linha do livro a delicadeza de uma história de amor em meio à um período histórico onde se destaca o egoísmo do homem, a exploração da vida humana e os mistérios de uma terra cheia de histórias surgidas com a sua exploração.

Os personagens foram muito bem caracterizados, desde os protagonistas aos secundários. A autora nos apresenta uma personagem feminina forte, que não deixa seus ideais serem abalados diante de uma fria realidade que ela tem que passar a conviver; Fernão, com seu jeito rústico, representa bem o homem da terra da época, um explorador em busca das riquezas que a Colônia pode lhe trazer. O relacionamento dos dois se desenvolve de uma forma leve, até poética. Confesso que suspirei lendo os pensamentos de Fernão por sua iyaafin.

Além disso, o período histórico é retratado fielmente dentro do livro, transportando o leitor para a época colonial sem que se constitua uma narrativa cansativa, pelo contrário; a descrição dos costumes da sociedade, dos habitantes de forma geral — exploradores, índios, africanos, o patriarcalismo — se entrelaçam de tal forma que é impossível não se envolver com a escrita de Marina Carvalho.

Leitura indispensável para quem curte um bom romance, O Amor nos Tempos de Ouro é o tipo de livro que você tem na sua estante e de vez em quando bate a saudade da história e vai lá folheá-lo em busca das melhores partes.

Compartilhe!

28 comentários :

  1. Ah eu terminei de ler esse livro nesse final de semana e amei. Mais uma vez a autora me surpreendeu bastante, especialmente pela ambientação e pelos personagens. O período histórico retratado é retratado de forma muito fiel mesmo. Eu adorei tudo!
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também achei apaixonante, deu até depressão pós livro!
      Bjos

      Excluir
  2. Ai meu coração!!! eu estou louca para ler esse livro e sua resenha me deixou apaixonada por ele, mesmo sem ter lido ainda. Me lembro da votação da capa dele, votei na outra mas tudo bem kk essa também é bem bonita. Estou necessitada dele, sério! parece ser do jeitinho que eu gosto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Betariz, é muito bom! Você não vai se arrepender de ler!

      Excluir
  3. Oi Luci!
    Falam muito bem da autora nas resenhas que já li sobre ela, embora seu estilo não me atraia. Achei a capa desse livro linda, mas confesso que a sinopse em si não faz meu gênero. Não curto muito romance com pegada histórica. Prefiro mais uma comédia romantica que é mais minha cara. Livros com excesso de romance me dão agonia, ai prefiro nem me aventurar.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. David, não há um recesso de romance, ele vai evoluindo junto à história. Mas também há romances de época no estilo que você gosta. Quem sabe um dia você não se aventure pelo gênero?

      Excluir
  4. Tenho um livro da autora aqui na estante, mas ainda não surgiu a oportunidade de ler. esse aqui me chamou a atenção por ser histórico e estou querendo mergulhar neste gênero o mais rápido possível. Amei a resenha e anotei a dica!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivi, os livros da Marina são muito bons! Comece por esse que você tem na estante, você vai se apaixonar pela escrita dela!

      Excluir
  5. Oie!
    Eu ainda não li esse livro, e já recebi tantas indicações dele assim como comentários positivos, que preciso conferir. Já conferi outros livros da Marina, e adoro a narrativa da autora. Como gosto de um bom romance, preciso conferir esse livro.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  6. ai meu Deus lucinhaaaa, agora vou ter q ler kkkkkkkkk
    não tinha me interessa pelo livro, na verdade, mas depois de ver q vc deu nota máxima é claro q vou ter q ler.

    gostei dos pontos positivos q vc destacou, são coisas que eu realmente dou importância entao já ganhou pontos positivos pra mim.

    ResponderExcluir
  7. Essa vai ser uma das minhas próximas leituras, amo os livros da Marina mas estava receosa de ler esse por causa da parte histórica, você me deixou mais tranquila ao dizer que esse lado não fez a narrativa ficar cansativa, que tudo se entrelaçou bem e que a escrita da Marina nos envolve. E fico muito feliz de saber que todos os personagens foram bem caracterizados, isso é importante para mim.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  8. Oii!!!

    Acompanhei a autora nas redes sociais quando.começou a escrever essa obra e tecnicamente ela foi bem.rápida.
    Eu adoro o estilo do livro e saber que passar por aqui é ótimo. Personagens fortes são características da autora.
    Espero ler em.breve!!! A capa está lindíssima.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Oiee ^^
    Eu ainda não li nenhum livro da Marina, mas tenho muita curiosidade de lê-los, este, em especialmente, porque adoro romances de época, principalmente os que se passam no Brasil, pois a maioria parece acontecer na Europa, né? Já me apaixonei pelos personagens, adoro protagonistas fortes e determinadas, e um carinha fofo no meio da história também...hehe'
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá Luci,
    Sou apaixonada pela escrita da autora. Essa leitura já era indispensável antes de ler sua resenha, agora, então, sinto necessidade de ler imediatamente.
    A protagonista me pareceu ter uma personalidade forte, o que, aparentemente, foi muito bem trabalhado. Me senti transportada a essa época sem ter lido o livro.
    Estou encantada com sua resenha e com a história.
    Preciso ler para ontem!
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  11. Amei a resenha e os comentários acima. <3

    ResponderExcluir
  12. Oi linda tudo bem?! Eu confesso que não gosto de romance de época mais acho que esse me pareceu diferente de outros que já li resenha e fiquei com uma pontinha de vontade de ler... Mas tenho medo de iniciar a leitura e não gostar pois geralmente isso acontece comigo com quase todos os romances. Ainda estou indecisa se o lerei ou não...
    Outra coisa que eu gostei foi da capa que está super bonita.
    Bj

    ResponderExcluir
  13. Olá lindona,

    Não sabia que a Marina tinha lançado mais um livro e fiquei super feliz com a ambientação e o romance que sou louca por histórias de amor na idade moderna.
    Quero logo conhecer Fernão e a doce e forte Cécile.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Nunca li nada da autora, mas tenho vontade! Fiquei bem curiosa com este livro, trata-se de uma época que gosto muito e que, infelizmente, temos poucos livros a respeito! Claro que vou adicioná-lo na minha lista de desejados!

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Nunca tinha lido uma resenha sobre esse livro e fiquei animada, porque a premissa é interessante e gosto de protagonistas fortes e Cécile parece uma personagem muito cativante mesmo, mas confesso que não costumo ler livros em períodos históricos, não sou muito fã, sabe? Mas esse parece um livro muito bom, então vou tentar dar uma chance.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  16. Adoro a Marina e não vejo a hora de ler esse livro.
    Olha que nem curto muito romances de época, mas com certeza vale a pena dar uma oportunidade a esse livro, afinal quem não curte uma história delicada, mas ao mesmo tempo marcante?
    Adorei suas impressões.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  17. Olá!! :)

    Nao conhecia o livro mas adoro o genero..! :) Que bom que gostaste.. E muito bom quando os personagens sao bem caracterizadas e criadas e a historia bem construida! :)

    E claro que a perfeicao na parte historica e fundamental.. :) ahah

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  18. Não gosto de romances, não tem jeito de me sentir atraída por esse gênero. Porém eu prometi pra mim mesma que esse ano iria ler um romance e tenho um projeto onde preciso um livro de uma escritora de Minas Gerais. Se não me engano ela é nascida em MG, aí tem um grande chance de eu escolher esse livro pra essa categoria.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  19. Oi Luci, sabe que sempre vejo comentários super positivos em relação a essa obra e isso me deixa super animada. Sem contar que sua resenha muito bem elogiada ajuda bastante. Acho que esse deve ser um romance que iria me fazer focar no livro até o final. Sério, preciso dele!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  20. Oi, Luci! Tudo bem?
    Antes de tudo, queria dizer que achei o seu blog muito bonito! Ainda não conhecia o livro e nem a autora. Apesar de romance não ser o gênero literário que eu mais goste, confesso que este livro parece ter um enredo bem mais interessante do que a maioria me parece. É a primeira vez que vejo uma escritora brasileira escrevendo um livro que se passe no contexto do Brasil colonial, por isso já achei que foi um grande mérito para ela. Beijos! ^-^

    ResponderExcluir
  21. Olá...

    Ameiiiii sua resenha.
    Terminei de ler o livro na semana passada e surtei total. Em minha opinião Marina se superou. O livro está muito bem escrito, com um enredo maravilhoso e envolvente.

    Biia Rozante
    Blog Atitude Literária

    ResponderExcluir
  22. Eu li esse livro semana passada, ele é lindo!! Amei demais!
    Adoro nossa história e encontrar uma autora com tanta competência de bem coloca-la na trama, enche meus olhos!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  23. Ooi
    Embora eu não curti romances históricos, daria um chance a ele pois parece tao lindooo. Nunca tinha visto falar sobre esse livro, é o primeiro romance histórico brasileiro(escrito atualmente) que conheço . Achei muito legal a autora ter ambientado ele no Brasil mesmo e não em outros países como somos acostumados a ver.
    Ótima resenha!
    beijoos!
    http://estantemineira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei