13 abril 2016

[Resenha] À Flor da Pele - Helena Hunting

À Flor da Pele
À Flor da Pele # 1

Tudo na tímida Tenley Page intriga o tatuador Hayden Stryker de um modo que ninguém jamais conseguiu: do cabelo longo e esvoaçante com aroma de baunilha até a curva suave do quadril... E o interesse dele só aumenta quando ela pede que ele tatue um desenho incomum em suas costas.
Com seu jeito durão, Hayden é tudo que Tenley nunca se atreveu a desejar. A química entre os dois é instantânea e desperta nela o desejo de explorar o corpo escultural que há por baixo de tantas tatuagens. Traumatizada por um passado trágico, Tenley vê em Hayden a chance de um recomeço. No entanto, o que ela não sabe é que ele também tem segredos que o impedem de manter um relacionamento por muito tempo.
Quando os dois mergulham em uma relação excitante e enfim passam a confiar um no outro, lembranças e problemas batem à porta — e talvez nem mesmo a paixão entre eles seja capaz de fazê-los superar seus traumas.
Assumidamente, sou do tipo de pessoa que sempre espera o próximo livro da série até ela concluir, para poder começar a ler. Nesse caso – uma duologia –, cada momento de espera valeu muito a pena, quase bateu um leve arrependimento por não ter começado antes. Quase...

À Flor da Pele nos apresenta Hayden, um sexy tatuador que, apesar da pouca idade, carrega uma grande carga emocional em si. Não adepto de longos relacionamentosamorosos, está satisfeito em encontros esporádicos, mas que não passa de uma noite de aventura. Enquanto sua pele está marcada com tatuagens, em seu interior tem marcas bem mais profundas. De repente, vê seu interesse ser despertado pela nova funcionária do café da sua tia, que fica bem em frente ao seu estúdio. Uma jovem que, em sua timidez inicial, desperta nele algo que nenhuma das garotas mais ousadas que ele já conheceu despertou.

Tenley foi para Chicago para tentar se reconstruir. Carregando em seus ombros a culpa de um grave acidente, seus dias ainda são permeados de dor. Mesmo tendo se afastado, impondo uma distância para se reedificar emocionalmente, não pôde se livrar de uma nefasta companhia: o sofrimento que insiste em se esgueirar em sua vida a todo instante. Com marcas internas causadas pelo trauma, tem um desejo de ser “marcada” exteriormente, como se, de alguma forma, uma tatuagem que simbolizasse tudo o que passou a faça renascer para a vida. Talvez, por isso, o charmoso tatuador a atraia de uma forma tão intensa.

São duas almas sofridas, torturadas por tragédias que a vida impôs, mas que aos poucos vão deixando as resistências de lado, que os impede de ter uma ligação mais profunda com alguém, para dar início a um envolvimento que os atingirá de formas bem profundas. Primeiro sexualmente, mas aos poucos esse contato dos dois vai despertando sentimentos e colocando em xeque suas convicções, muitas delas nascidas com a tragédia que ambos sofreram e as más decisões tomadas.

Todo mundo tem cicatrizes, Tenley. Com sorte, elas permanecem só do lado de fora

No entanto, ambos não conseguem se entregar totalmente, devido aos segredos que ambos guardam sobre si; Hayden pelas atitudes do passado, onde ele acabou se perdendo e custou a se reencontrar. Tenley também não se revela totalmente, pois acha que, ao revelar seus segredos, Hayden troque o desejo e o cuidado que demonstra com ela por desprezo e a abandone, algo que ela não suportaria: perder mais alguém importante na sua vida.

Sua armadura de tinta e aço o protegia, mantinha a maioria das pessoas a distância. Conhecer o homem por baixo dela jamais seria fácil. E, mesmo assim, ali estava ele, se abrindo para mim, esperando que eu fizesse o mesmo. Éramos ambos escravos da culpa que carregávamos. O estrago era muito profundo, nos dois lados. Eu temia que jamais conseguíssemos achar um meio-termo onde encontrássemos a libertação de nossos passados.
Porém, o passado acaba por bater na porta de ambos, desestruturando o casal de uma maneira que provocará mais feridas emocionais, bem difíceis de cicatrizar.


Eu descreveria esse livro em uma palavra: envolvente. Tem as doses certas que fazem o leitor se apaixonar: romance, erotismo, um casal marcado que procura a cura um no outro, personagens secundários que dão vida à história e um pouco de humor.

Tenley viveu toda sua vida seguindo normas, que não a deixavam mostrar sua natureza desafiadora. Sempre fazendo o que esperavam dela, encontra, após a tragédia, uma forma de esquecer a dor desafiando timidamente as convenções do que é certo ou errado. Em meio à sua fragilidade, ela evolui ao lado de Hayden, ele a desperta, a deixa mais ousada, e é muito bom ler essa evolução, que não se completa nesse livro. Falta-lhe ainda confiança nos seus próprios sentimentos, que o leitor anseia que aconteça.

Hayden... O que falar dele? É o tipo cara que carrega as marcas da sua rebeldia tanto exteriormente quanto interiormente, essas últimas, de forma dolorida, já que teve consequências graves para a sua vida e a forma como ver o mundo e se relaciona com as pessoas. No entanto, os cuidados que ele tem com Tenley demonstra o quanto é incrível, e como ela pode facilmente se apoiar nele em tudo.

É um romance bem estruturado, os acontecimentos ocorrem no tempo certo, à autora explora bem os personagens (isso me fez amar o livro). É um a história de como a dor e as más escolhas têm poder de guiar nossas vidas. Recomendo muito!

E... vamos ao próximo!



Compartilhe!

16 comentários :

  1. Nossa que interessante. Eu não conhecia esse livro mas fiquei profundamente curiosa sobre a história. Irei dar uma pesquisada a mais sobre ele.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Karine! Desde que saiu esse livro, fiquei curiosa sobre a história, e quando pesquisei mais sobre ele, aumentou minha vontade de ler. Tenho certeza que, com você, acontecerá o mesmo.

      Excluir
  2. Esse me parece ótimo, tipo um new adult que me lembra muito Ella e Micha. Acredito que todo o drama envolvendo o casla seja muito bom de ler.
    Gosto desses "bad boy" para chamar de meu :p
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também adoro um bad boy, e Hayden é um dos mais lindos que li. Valeu a pena cada minuto que "passei" conhecendo a história desse casal tão lindo!

      Excluir
  3. Não conhecia o livro, mas gostei da premissa e a capa é incrível!
    Adoro livro com tatuadores, o ultimo que li foi o Escolhas, da Cristina Valori e adorei.
    Sua resenha ficou ótima, muito bem elaborada, parabéns!

    www.detudopouco.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil! Escolhas está na minha lista de leitura, vou considerar seu comentário como uma indicação de que devo ler logo! Obrigada por nos visitar!

      Excluir
  4. Quero muito ler esse livro, adoro romances envolventes assim com casais problemáticos. E eu adorei essa capa! :)
    Bjk
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se esse é sua preferência de romances, com certeza vai gostar desse! Os dois personagens são ótimos, principalmente Hayden!

      Excluir
  5. Oi..
    Achei interessante e adorei a premissa..
    ah, tmb sou como vc, espero todos os livros lancarem p poder ler.kkkk
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Flavia, tem coisa melhor que vencer a curiosidade, esperar todos os livros e ler a sequência? Amooo!
      Bjos!

      Excluir
  6. Oie!
    Eu li esse livro recentemente e gostei bastante da trama apresentada. Uma história que me conquistou desde o começo, com personagens nada perfeitos, que erram e sofrem como todos nós. Uma trama ótima!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carla, além dos personagens e da trama, o que me conquistou também foi a linguagem fluida que que escrita apresenta. Quero mais dessa autora!

      Excluir
  7. oi

    sabe que eu também gosto de esperar lanças todos para ler? acho que por isso eu acabo não lendo tudo o que eu queria, pois sempre tem mais e mais na fila...uma duologia como esse é mais rápido né????

    linda resenha, adorei!!!

    bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Não conhecia o livro e, apesar de não gostar muito dessa premissa eu gostei da resenha e da história, fiquei curiosa para saber "a cena dos próximos capítulos".! A capa também é linda!

    Bjs
    Keyla Vilela
    Blog Leituraterapia - http://www.blogleituraterapia.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Quanto ao livro resenhado hoje, realmente lendo a sinopse a gente pensa que vai encontrar mais um livro que conta mais do mesmo. Que bom que isso parece não acontecer.
    Mas confesso que não fiquei interessada em ler.
    Esse gênero não chama muito a minha atenção, já li alguns livros assim e não amei nem nada.
    Enfim, quem sabe eu não mude de ideia alguma dia?
    Suas resenhas são ótimas, como sempre! :)
    Beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Já vi uma resenha dele em outro blog, mas não sei se o leria, não é um gênero que estou procurando nesse momento, mas pode ser que eu dê uma chance a ele em outro momento. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei