[Resenha] Os Bons Segredos - Sarah Dessen

Os Bons Segredos
Sarah Dessen
Editora Seguinte
Há segredos muito bons para serem guardados — e livros muito bons para serem esquecidos Sydney sempre viveu à sombra do irmão mais velho, o queridinho da família. Até que ele causa um acidente por dirigir bêbado, deixando um garoto paraplégico, e vai parar na prisão. Sem a referência do irmão, a garota muda de escola e passa a questionar seu papel dentro da família e no mundo. Então ela conhece os Chatham. Inserida no círculo caótico e acolhedor dessa família, Sydney pela primeira vez encontra pessoas que finalmente parecem enxergá-la de verdade. Com uma série de personagens inesquecíveis e descrições gastronômicas de dar água na boca, Os bons segredos conta a história de uma garota que tenta encontrar seu lugar no mundo e acaba descobrindo a amizade, o amor e uma nova família no caminho.



Já li alguns livros da autora, então sabia bem o que esperar.
Existem livros que nos emocionam, destroem nosso coração e nos deixa louca de ansiedade. E há outros livros que nos acalmam, que são como uma leve brisa, não tem a intensão de mudar a nossa vida, apenas nos refresca e dá um bom momento. E assim são os livros da Sarah, sempre tranquilos, com um problema de fundo, mas que nunca causa muito drama, personagens simples e cativantes, e uma história que nos deixa com um sorriso no rosto ao terminar a leitura. E em Os Bons Segredos não poderia ser diferente.

"Eu tinha feito a coisa certa. Eu sempre fazia. Seria bom se alguém notasse."

Temos a Sydney, uma garota que faz tudo certo, a parte errada da família é o seu irmão Peyton. Um rapaz carismático e envolvente que termina se envolvendo em vários problemas e sempre arrasta a família junto, a vida da família sempre gira em torno dele, e Sydney acabando constantemente sendo colocada em segundo plano. Um dos problemas do irmão têm sérias consequências, e Sydney resolve sair da sua escola particular e ir para a escola publica do outro lado da cidade, ela precisa de um novo começo onde ninguém a olhe e enxergue o seu irmão. Ela precisa ser conhecida como Sydney, garota linda, inteligente e tranquila. Não Sydney irmã do Peyton drogado, preso por atropelar alguém.

E então ela começa na escola nova, sem esperar nada além de fugir da sua realidade. Comendo uma pizza depois da escola ela acaba conhecendo a Layla e seu irmão Mac, donos da pizzaria, e acaba se tornando muito próxima da família Chatan. Eles se tornam seus amigos e seu refugio. Essa família presta atenção na Syd, a vê por quem ela é. Na sua casa só o Peyton é notado, tudo gira em torno dele, para ela é bom finalmente ser vista.

“Em vez de se manter à distância de mim, ela me puxou mais para dentro do seu mundo, que logo descobri ser lotado mesmo antes da minha chegada. Se eu era a garota invisível, Layla era a estrela cintilante em torno da qual seus amigos e parentes giravam. Não é que estabelecemos uma amizade: eu fui sugada por sua órbita. Uma vez ali, entendi por que os outros também estavam.”

Layla é exatamente o oposto da Sydney. Ela é tranquila, divertida, espontânea, faz o que quer, sem deixar de ser uma pessoa carismática e que se importa profundamente com as pessoas que ama. Ela é sem duvida tudo o que a Syd precisa, e enxerga a Sydney pelo que ela é.

O Mac é a fofura do livro. Que garoto lindo! Ele tem tudo para cativar todos os leitores, super inteligente, toca em uma banda, é lindo e faz de tudo para a sua família, especialmente sua mãe, que tem esclerose múltipla. Ele trata a Sydney como ela merece, e tem aquele ar misterioso e romântico que eu não resisto.

Em casa a situação da Syd só piora. Qualquer coisa que ela faz é vista como um erro. E pra piorar um amigo do seu irmão vive se enfiando na sua casa e só seus pais não percebem os olhares estranhos desse idiota para a Sydney. Ele realmente é um pervertido mas ninguém parece perceber isso além da Syd e dos irmãos Chatan, que tentam como podem protegê-la.

“Quando nossos olhos se encontraram, pensei de novo naquela tarde distante no tribunal. Quando nos vemos diante da coisa mais assustadora, só queremos voltar atrás, nos esconder no nosso lugar invisível. Mas não podemos. É por isso que o importante não é apenas sermos vistos, mas ter alguém que nos veja também”

Confesso que algo que me incomodou foi a personalidade da protagonista. Ela é muito passiva, não toma atitude nenhuma, está chateada por que a família a ignora, tem um idiota dentro da sua casa que com certeza é um pervertido, está se apaixonando por um cara, e ela simplesmente não faz nada. Fica sempre esperando que as coisas se resolvam sozinha. Em alguns momentos perdi a paciência com a Sydney, gosto de personagens que se levantam e resolvem os próprios problemas. Outra coisa que me irritou foi a família da Sydney, sua mãe simplesmente não se importa com ela, só foca em resolver os problema do Peyton (de uma forma completamente errada e disfuncional), o pai até vê que isso está acontecendo mas também não faz nada para mudar, consegue ser mais passivo que a própria Sydney.

“Era isso. Ninguém era capaz de saber o que viria adiante; o futuro era a única coisa que jamais poderia ser destruída, porque ainda não tivera a chance de existir. Num minuto, você está andando sozinha pelo bosque escuro; noutro, a paisagem muda, e você enxerga. Enxerga algo maravilhoso e inesperado, quase mágico, que jamais teria encontrado se não tivesse seguido em frente. Como uma nova amizade que parece antiga, uma lembrança que nunca vai esquecer. Talvez até um carrossel.”

O final do livro não é nada desesperador, é esperado e tranquilo. Mas acredito que esse é o objetivo do livro, uma leitura fácil e despretenciosa. Capaz sim de nos tirar da realidade e nos jogar na vida da Sydney. Sarah Dessen tem uma escrita maravilhosa que faz com que o leitor se envolva com seus persongens e por algumas páginas viva a história criada pela autora.

11 comentários:

  1. Oi, tudo bem?
    Eu tive meu primeiro contato com a Sarah com Just Listen, onde adorei. Estou com Os Bons Segredos aqui para ler e deve ser minha próxima leitura.
    A Sarah sabe como mexer com o leitor, e percebi que ela fala de temas polêmicos de uma forma bem suave. Espero gostar.
    Parabéns pela resenha.

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  2. Ahhh, fiquei com vontade de ler esse livro desde a primeira vez que o vi *-*
    E ainda não li Just Listen também (-.-), que também parece ser muito bom! Vai ser parte da minha meta do ano que vem u.u

    ResponderExcluir
  3. oie!
    Esse foi o primeiro livro que li da autora, e gostei muito do que eu encontrei na história. Gostei da narrativa que me pegou de jeito desde a primeira página, Confesso que depois que li esse livro, acabei comprando mais dois da autora para conferir \o/
    BJks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  4. Oiii, eu ainda não conhecia sobre a autora nem o livro mas gostei muito da sua resenha e de como expôs ela, vou pesquisar mais sobre ela. Parabéns pela resenha.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Já tinha ouvido falar no livro, mas é a primeira resenha que leio dele. Não sabia que essa premissa tão profunda. Com certeza vou incluir esse livro nas leituras de 2016. Parabéns pela resenha!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?

    Estive pra comprar esse livro esse mês, mas acabei comprando outro no lugar, mas já estou querendo comprar e ler logo, ouvi muito sobre esse livro e a sinopse me chamou muito a atenção. Adorei a resenha, parabéns!!

    Beijos.

    www.leitoracompulsiva.com

    ResponderExcluir
  7. Oie!!!
    tenho vontade de ler algo da Sarah a tempos... quando Os bons Segredos foi lançado entrou logo para minha lista de desejados. Então vamos vê se consigo lê-lo agora nas férias.
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Oiii,
    Quando eu vi que a resenha era sobre esse livro, meu coração deu um pulo. Não, eu ainda não li o livro kkkk, mas fiquei numa indecisão de compra não compra na bienal, e acabei não comprando. E acabo de me arrepender imensamente por isso!
    Primeiro que essa capa é incrível, eu tenho até um poster desse livro aqui kkkk. É muito linda gente. E sempre quis saber o significado, achei que fosse algo nada a ver, bom saber que tem no livro o que significa.
    Obrigada pelo peso na consciência que ganhei haha, vai pra lista de natal esse livro com certeza!

    ResponderExcluir
  9. Oiiii!!!

    Acho ótimo quando conseguimos viver uma outra vida nem que por alguns minutos. Eu não li essa obra ainda. Mas já vi vários elogios. Olha, acredito que esse livro é mais para curar uma ressaca literária sabe? Eu achei interessante, mas não leria no momento.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Eu adorei a sua resenha, ela esta muito bem construida, porem não leria no momento

    ResponderExcluir
  11. Oi, Lala!
    Ainda não tive a oportunidade de ler os livros da Sarah Dessen, mas gostei muito da premissa de "Os Bons Segredos", mesmo não curtindo personagens passivos, que ficam esperando que seus problemas se resolvam por conta própria. Ainda bem que em contrapartida tem um mocinho fofo e tudo de bom.

    Beijos!

    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...