[Resenha]Escolha do Destino

Escolha do Destino
(Rainhas do Romance 82)


Os Irmãos Creed (ou Montanta Creeds ou Estrelas do Romance 03) e A Creed in Stone Creek (ou Rainhas do Romance 63). Aqui no Brasil, são separados em duas trilogias, mas de fato são uma única série. É difícil ler romance de banca, porque a numeração sempre é diferente.

Voltando ao assunto, eu escolhi Escolha do Destino, porque no skoob está marcado como único, mas é claro que não é. huhuhuh.. Então, eu acabei lendo o 4º livro da série .

Nesse livro temos uma história um pouco diferendo do que estava acostumada com os livros da Linda que li. Esse é diferente, porque o casal não se gosta à primeira vista, e ficam implicando um com o outro. É farpa para todos os lados, e diversão garantida para os espectadores. 

Lorelei é uma moça com personalidade que não aceita mais as decisões do pai e decide cuidar da própria vida, se mudando da mansão do juiz e indo morar em uma casinha caindo aos pedaços, que fora antes as terras onde sua mãe cresceu e onde ela está determinada a ser uma mulher independente. Acostumada com a vida de madame da mansão, ninguém acredita na coitada, e tentam persuadi-la de todas as formas para que volte para casa. Mas ninguém sabe como é essa mansão para ela, um lugar que não existe amor, um lugar onde ela não é considerada realmente como filha pelo pai, que perdeu seu primogênito em um acidente e gostaria que tivesse sido a filha e não o filho.

Holt é um Cowboy típico, muito viril e com senso de proteção aos seus elevado ao extremo. Feliz, de volta na casa de seu pai com sua filha e prestes a se casar, ele se vê interrompido por um mensageiro com a noticia que seu pai de criação está em apuros, assim como um dos seus melhores amigos e companheiro na patrulha Rangers. A mensagem chega em uma hora bem apropriada, já que estava se casando apenas para dar uma mãe para a filha.  Então Holt parte imediatamente para o Texas.

Depois de longas horas de cavalgada, enfim chega à praça da cidade, onde se depara com uma linda moça colocando fogo em um vestido de noiva. Na mesma hora, ele se vê interessado nessa corajosa e muito impetuosa mulher. Ao mesmo tempo que Lorelei se vê odiando esse homem que a puxa para longe do vestido queimando. 

Nosso lindo casal se vê em um cabo de força, onde nenhum dos dois quer abrir mão de estar certo. Com muita teimosia, brigas, discussões, os dois não conseguem se separar, pela enorme atração que existe entre eles, e então eles embarcam em uma aventura para comprar gado para as duas fazendas. 

No meio de corrupção, amigo pronto para ser enforcado, cavalos, jumentos, mulheres grávidas, fantasmas, família massacrada por índios, criança órfã e calor, muito calor e poeira, o romance floresce, assim como o ressentimento e as dúvidas,  mas nosso casal consegue chegar são e salvo. 



Eu tenho opiniões contraditórias quanto a esse livro, o que eu gostei nele foi também o que não gostei em relação aos outros que li. Vamos explicar.

Eu realmente achei que esse livro é bem mais agitado de todos os outros que eu li, e uma linha um pouco diferente da autora. Tudo acontece nesse livro, mas de um jeito que se encaixa na historia. É um livro mais divertido com umas pitadas de momentos tristes, e com os dramas dos personagens.

Mas exatamente isso que foi diferente, foi também o que eu senti falta no livro. Porque eu senti falta do relacionamento do casal, daqueles momentos em que eles se conectam e vão se apaixonando um pelo outro (o enredo que o pessoal reclama que é muito parado). Talvez por eles sempre estarem discutindo, eu não senti a criação dos sentimentos, então eu não consegui acreditar no amor do casal. 

Mas não deixa de ser um livro muito divertido e que vale a pena ler. Porque parece que só eu tive essa percepção do casal, todo mundo que lê ama. Mas isso não é um detalhe que estragou o livro para mim, eu apenas esperava mais, e estranhei a diferença com os outros. 



  

6 comentários:

  1. Achei a capa linda!
    Faz anos que eu não leio nenhum livro de cowboy, nem me lembro quando foi a ultima vez que li.
    Gostei da premissa, gosto muito de ler livros em que o casal vive brigando. Até prefiro romances assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu Deus, que pecado menina!! Tem sempre que ler um cowboy para se divertir !!!

      Excluir
  2. Eu achei uma boa premissa, mas não gosto muito de romances parados.
    Mas acho que daria uma oportunidade a esse livro, porque livros de Cowboy é muito amor! rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmmmm pode ler , que não vai se arrepender !!!

      Excluir
  3. Eu gostei dessa premissa, mesmo com as partes negativas que você citou, acho que leria sem problema.
    Eu lia muito os livros dessa editora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ler sem problemas, que o livro não deixa a desejar !!!

      Excluir

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...