24 julho 2015

[Resenha] Os treze porquês

Livro: Os treze porquês.
Autor: Jay Asher
Páginas: 256



Os 13 Porquês - Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra um misterioso pacote com várias fitas cassetes. Ele ouve as gravações e se dá conta de que foram feitas por uma colega de classe que cometeu suicídio duas semanas antes. Nas fitas, ela explica que 13 motivos a levaram à decisão de se matar. Clay é um deles. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento. 


“Você não pode interromper o futuro, nem modificar o passado. O único jeito de descobrir este segredo é apertando o play.”

Ha muito tempo eu tinha vontade de ler esse livro .Eu sabia que o tema era forte, e esperava algo que deixasse marcas. E de fato valeu a pena a leitura. Foi um livro difícil de achar, apesar de grande procura nas livrarias, eu acabei achando ele com mais facilidade na Estante Virtual.

Nesse livro você vai se deparar com a historia de  Clay Janse e Hannah Baker, dois adolescentes ligados a uma tragédia. Clay encontra uma caixa contendo 13 fitas. Curioso, decide ouvi-las, e descobre se tratar das gravações de Hannah feitas duas semanas antes de ela cometer suicídio. O que ele não contava era de que, de alguma forma ele fosse um desses 13 porquês pela qual Hannah decide acabar com sua vida.

Narrado entre os dois personagens, Clay e suas opiniões sobre o que ouvia, e Hannah e suas gravações, vamos descobrindo uma rede de intrigas entre pessoas que aparentemente eram amigas de ambos, fofocas inventadas, situações reais, e como a maldade, o bullying e a falta de respeito ao próximo podem afetar a vida de uma pessoa. Não é à toa que esse livro é leitura abordada em diversas escolas.

Hannah era uma menina bonita e inteligente, e não tem como você não se conectar com esse personagem. A cada gravação narrada por ela, a gente sente os medos, vive suas aflições, seus tormentos. Justo em um momento (adolescência) onde ficamos tão expostos, nos descobrindo como pessoas, se deparar com os conflitos vividos por essa personagem são tocantes e angustiantes.

Quando as fitas gravadas são distribuídas aos respectivos responsáveis, vamos criando cena a cena, os porquês que a fizeram tomar a decisão de não mais querer viver. Percebemos o quanto o efeito domino de uma fofoca pode dilacerar uma vida. Nos colocamos no lugar do outro, e ficamos de coração “partido” ao  nos deparar com a indiferença daqueles que deveriam ser seus “amigos”.

Em pensar que existem varias Hannahs por esse mundo. Em pensar em como muitas das vezes lemos historias parecidas, ou até mesmo de alguma forma presenciamos algo do tipo, mas nunca, nunca mesmo, imaginamos o que essa pessoa sente, passa, ou sofre com tais situações.

Após essa leitura, paramos para pensar no impacto que tais situações causam na vida de pessoas que sofrem sozinhas e caladas. A dor, o sofrimento é real. Hannah Backer poderia ser alguém próximo de nós. Ela era bonita, divertida, porém, lhe foi tirado o brilho, o sorriso. E quando ela busca ajuda, ninguém é capaz de perceber os sinais tão claros  e visíveis em seu comportamento. Hannah foi mais uma vitima de uma sociedade egoísta e individualista. Clay por sua vez descobre uma Hannah inimaginável e percebe o quanto poderia ter feito para ajuda-lá.

Ao final dessa leitura me encontrei emocionada, tocada e reflexiva sobre um dos temas mais conflituosas de nossa atualidade. Ela compartilha conosco seus pensamento mais assustadores e secretos. E você sente um nó na garganta com a ultima fita. Você sente um vazio inexplicável de alguém que a gente gostaria que saltasse das páginas e que pudêssemos salvar.

Eu digo e repito, olhem o próximo, sejam mais flexíveis, observem, estendam a mão para aquele que precisa. Ajude, ampare, se por acaso não tiver esse sensibilidade, ao menos respeite. E entenda que cada uma carrega sua dor. E cada um lida com ela de uma forma. Hannah era apenas mais uma jovem gritando por socorro, sem ser percebida.

Preparem-se para mais uma história para ser eternizada. Abram as páginas...e se deixam extasiar.
Bem vindos ao mundo solitário e angustiante de Hannah Baker e seus treze porquês.


Compartilhe!

23 comentários :

  1. Aiii meu coração... Esse e a Lista negra estão na minha lista de ler antes de morrer, huhuhuhuhu

    O Problema é a Depressão pós livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse será meu próximo livro nesse estilo Lud. Mas por enquanto estou dando uma relaxada, pois sei que a lista negra é forte também.

      Excluir
  2. Olá Elaine,
    Tenho muita vontade de ler esse livro, mas tenho um certo receio, pois tenho lido muitos livros sobre suicídio. Gostaria de saber o que há em cada fita.
    Adorei a sua resenha.
    Beijos
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna assim como você eu também tenho lido muitos livros assim também. Motivo pelo qual algumas pessoas próximas chegaram a se preocupar por eu só ler esse tipo de literatura. Eu tenho dado um tempo pra aliviar, já que esse tipo de leitura nos deixa inquietos e as vezes angustiados. Mas livro bom é assim. Marca e crava na gente sua história para sempre. De um tempo para você e leia. Vale a pena.

      Excluir
  3. Nossa não conhecia esse livro, tem uma historia bonita e triste.
    Bullying sempre existiu e sempre vai existir é muito difícil controlar essas atitudes, principalmente com crianças.

    Minha irmã sempre conta que ela e outras pessoas quando eram crianças implicavam com uma menina que era a melhor da turma. E hoje ela e a garota são melhores amigas, que a unica amizade que ela vai levar para vida inteira é da menina com quem ela implicava.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é uma historia com final feliz a da sua irmã. Pena que a maioria não termina assim. O livro é show Thaísa, tomara que você leia e goste.

      Excluir
  4. Oi!
    Eu me interessei por esse livro depois de ter contato com A Playlist de Hayden, que tem o mesmo tema, Muitos elogiavam o livro e eu sabia que seria uma história forte e eu gosto de livros assim que me deixam chorando, que me jogam no chão.
    Amei a sua resenha, ela é intensa e cheia de emoções, é possível ver que a leitura te marcou de verdade.
    Beijos!
    http://asassecretas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcou mesmo Sabrina. A playlist de Hayden está na minha lista também. Acho que você irá amar essa leitura. Bj

      Excluir
  5. Quando vi a capa do livro achei que fosse um livro de terror.
    Gostei da premissa é interessante, mas me fez lembrar A Playlist de Hayden.
    Acho que esse é um tema que esta sendo muito usado nos livros atuais. Acho que é uma leitura tão triste porque mostra a realidade dos jovens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade kelis, acho que esse tema nunca foi tão abordado como agora. Apesar de que os treze porquês não é um livro novo. E é muito usado em sala de aula pelos professores.

      Excluir
  6. Eu já li Os Treze Porquês e amei o livro, realmente faz a gente refletir sobre algumas coisas da vida e deu muita vontade de tentar salvar Hannah, também me emocionei demais com o livro, e pretendo ler de novo, adorei sua resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Mariele esse é o tipo de livro que vale a pena ler de novo.

      Excluir
  7. Amo amo amo esse livro.
    morri de chorar! Hahahahahahaha

    Pude reviver através de sua resenha e me deu saudade, vou ler de novo! Kkkkkk
    Show!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Impossível não amar!!!! Livro muito bem bolado. Leitura que prende, te marca e sem dúvida faz a gente chorar. Bjs

      Excluir
  8. Ouvi muitos elogios sobre ele! Ainda não o li e confesso que estou morrendo de vontade de lê-lo, pois curto demais esse gênero. Achei a capa e a diagramação muito condizentes com o tema. Simplesmente amei!!
    Abçs Lud!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alessandra leia, tenho certeza que você vai gostar. Bjs

      Excluir
  9. Gostei do livro, vendo a capa achei que era um livro de terror japonês. Não sei porque.
    Acho que o tema já ficou bem batido. Mas pela forma que falou parece ser um livro emocionante. Fiquei curioso querendo saber como são as fitas que a Hannah deixou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thiago é exatamente isso. Temos muito livros desse tipo ultimamente. Mas o desenvolvimento dessa história é muito bem feito. Eu arrisco te dizer de que, de todos que eu já li desse gênero, até agora ele e o Por lugares incríveis foram os melhores. Acho que você vai gostar. Bj

      Excluir
  10. Ótima resenha! Esse livro está na minha lista de desejados há mais de dois anos haha, mas nunca tenho oportunidade para lê-lo e acho que tema suicídio é muito denso e pesado. A pessoa precisa está preparada emocionalmente para ler um livro desses. Mas, eu espero poder ler ele em breve, sua resenha me instigou hahha (:

    Adorei seu blog e já estou seguindo. Criei meu blog recentemente e se você pudesse dá uma passadinha por lá eu ficaria muitíssimo grata (:
    www.madrugadadeleitura.blogspot.com.br

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Francielle, acho que vale a pena você arriscar a leitura.Sem dúvida é um livro forte,pesado.Mas também é uma realidade que nos cerca.Quanto ao seu blog,vou passar sim para prestigiar.Obrigada!!!
      Bjs

      Excluir
  11. Oiii
    Eu sempre tive curiosidade sobre esse livro,mas nunca me preparei emocionalmente para lê-lo.
    Ele esta na minha lista de leitura a tempos,mas vou criar coragem para ler ele,parece ser uma história incrível.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Larissa,vale apena cada pagina.Espero que goste.
      Bjs

      Excluir
  12. Oi, Helaine! Tudo bem? <3

    Já que você gostou de "Os 13 Porquês", é mais um motivo para conhecer "O Último Adeus". O livro vai sair em junho pela DarkSide Books. Fica a dica :) http://www.darksidebooks.com.br/o-ultimo-adeus/

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei