22 junho 2015

[Resenha]Um Desejo Selvagem

Um Desejo Selvagem
Renegade Angels 2
Sylvia Day




Um desejo selvagem é o segundo livro da série Renegade Angels, de Sylvia Day. Enquanto os leitores esperam o fim da série Crossfire, eles vão adorar se envolver com a paixão selvagem de Vash e Elijah. Neste segundo livro da série, Vash, a segunda vampira mais importante do mundo, e Elijah, líder dos licanos, assumem o papel central. Além de serem representantes de duas espécies que sempre se perseguiram, Elijah e Vash se odeiam, mas são obrigados a se aproximar em busca de parceria numa guerra contra os anjos. O único problema é que o ódio entre eles vai se transformando em uma paixão incontrolável. Vash, uma mulher dura e determinada, perde a concentração nas lutas, passa a ter ciúmes e a não controlar mais seus sentimentos, enquanto Elijah parece decidido a conquistá-la, usando os mais tentadores artifícios.


O que fazer quando dois inimigos sentem uma atração irresistível um pelo outro?
Continuam lutando ou se entregam à paixão?

O segundo livro da série Renegade Angels traz dois personagens intensos, ambos em meio aos conflitos que se intensificam quando adicionados aos sentimentos descontrolados que surgem entre os dois: Elijah, o alfa que teve que escolher entre seu povo e os Sentinelas e ficar em uma posição que não era seu desejo; e Vash, a braço direito dos líderes dos vampiros, cuja existência é impulsionada pela vingança.

Forçados a se aliarem contra um mal que se propaga, os dois se vêm em meio a uma turbulenta relação, onde precisam conciliar o desejo de se entregarem aos seus instintos, mesmo sendo criaturas tão opostas, pois ambos nunca se reconheceram como aliados, somente como inimigos.

Elijah tem uma forte personalidade dominante, apaixonada. Apesar de ser o alfa do seu grupo, não hesita em demonstrar sua paixão para aquela que é considerada inimiga. Guiado pelos seus desejos, que o instiga a se aproximar de Vash e fazê-la sua, não recua mediante os preconceitos do seu bando ou a resistência dela, de tão intensamente atraído.
             
“A caçada começou no momento em que eu vi você pela primeira vez. E só vai terminar quando você admitir que é minha, ou quando eu parar de respirar.(...)”

No primeiro livro, conhecemos uma Vash fria, calculista, uma estrategista essencial para o líder dos Caídos. Mas, no livro dois, passamos a conhecer seus traumas e uma natureza apaixonada, ainda que temerosa de se entregar àquele que pode acarretar todo um sofrimento que ela não deseja reviver e que guiou sua existência nos últimos anos.

Mas, quem disse que é possível resistir a uma atração tão forte, que desperta sentimentos mais intensos que os considerados carnais? Ainda mais com um alfa tão disposto a conseguir uma companheira tão instigante quanto Vash?

O livro é uma boa sequência da série, apesar de eu ter sentido falta de uma participação maior dos outros personagens que compõem a série. O mistério que foi iniciado ainda permanece, o que é uma coisa boa, porque instiga o leitor a continuar a ler e confirmar suas suspeitas de quem está por trás deste complô que objetiva acirrar a rivalidade entre Sentinelas, Licanos e Vampiros, levando-os a uma guerra que poderá ser destrutiva.

A autora também soube deixar no ar a história de outros personagens, que creio que venha a ter sua própria história e ainda deixar com gosto de “quero mais”, ao prenunciar a história de Syre, o líder dos caídos, que está disposto a tudo, até manipular àqueles que confiam nele e o seguem, para deter o mal que vem acometendo o seu povo.

Enfim, mais uma leitura recomendada!


Compartilhe!

10 comentários :

  1. Eu amo a serie crossfire, a Silvia Day já esta entre minhas autoras preferidas.
    Vou começar a ler esses livros, espero gostar essa historia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu li crossfire, e essa série é completamente diferente! Amei como ela soube diversificar a escrita!

      Excluir
  2. Gosto muito dos livros da Silvia Day.
    Ainda não li esse livro, mas pretendo ler logo. Estou super curiosa para saber mais sobre essa serie de anjos e vampiros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, Thaisa, aposto que, se você curte temas sobrenaturais, vai gostar muito dessa série!

      Excluir
  3. Quero ler esse livro, sempre que penso em ler começo a ler outro.
    A historia parece ser boa. Eu só li a serie crossfire, espero que essa seja boa também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu, pelo menos, gostei muito da forma como ela criou as coisas. Problema é sofrer pela continuação!

      Excluir
  4. Boa resenha! Eu estava querendo ler essa serie, mas achei a historia meio doida, misturar vampiros e anjos.
    Talvez eu dê uma oportunidade por causa da autora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thiago, por incrível que pareça, a explicação que ela usou para justificar o enredo é até coerente (em sua loucura, rsrsrs). Compartilhe conosco sua opinião depois que ler!

      Excluir
  5. Acho que li a resenha do primeiro livro por aqui, e se me recordo, gostei da historia....Apesar dos pontos positivos que você apresentou, não me interessei tanto por esse tanto quanto o primeiro, mas não dispenso, algum dia ,quando eu ler o primeiro, e precisar MUITO ler esse talvez eu mude de ideia né rs
    Resenha muito boa!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna, apesar de ter gostado muito do primeiro, o segundo também é bem envolvente.

      Excluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei