[Resenha] Fingindo - Cora Carmack

Fingindo
Livro 2 - Losing It
Ano: 2015 | Páginas: 336
Sinopse: Meu nome é Cade Winston. Aluno de mestrado em belas-artes, voluntário, abraçador de mães e seu namorado pelas próximas vinte e quatro horas. Prazer em conhecê-la.
Com seus cabelos coloridos, tatuagens e um namorado que combina com tudo isso, Max tem exatamente o estilo que seus pais mais desprezam... E eles nem sonham que a filha vive assim. Ela fica em apuros quando seus pais a visitam na faculdade e exigem conhecer o futuro genro. A solução que Max encontra para não ser desmascarada é pedir para um desconhecido se passar por seu namorado. Para Cade, a proposta veio em boa hora: é a chance que ele esperava para acabar com a sua fama de bom moço, que até hoje só serviu para atrapalhar sua vida.
Um faz de conta com data marcada para terminar... E um casal por quem a gente vai adorar torcer. Fingindo vai seduzir você.

 Esse livro é uma "continuação" do livro Perdendo-me (resenha aqui)

Quando li Perdendo-me, fiquei com aquela típica curiosidade de leitora pela história dos outros personagens. Logicamente, fiquei agradavelmente surpresa ao ver que Fingindo era a história de Cade que, apesar de ter tido sua presença fundamental no desenvolver da história do primeiro livro, não o considerei um personagem tão marcante, com iniciativa e a boa e velha pegada dos mocinhos que costumamos ler.

Como resultado das minhas baixas expectativas, fiquei alegremente decepcionada quando deparei-me com uma história com personagens lindos que tiveram o poder de me conquistar!

No início, encontramos Cade ainda amargando o fato de não ter conquistado Bliss, razão pela qual encontrava-se sem ânimos e muitas perspectivas. A típica depressão “ninguém me ama, ninguém me quer”, que o faz se esforçar a fingir que tudo está bem, mantendo seu papel de bom moço, que fica feliz pelo amor de sua vida seguir em frente sem ele ao lado. Porém, seu mundinho calmo e cheio de amargo amor não correspondido, é verdadeiramente abalado quando uma desconhecida faz uma inusitada proposta: fingir ser seu namorado perfeito, para ela apresentar aos pais.

Maxi é uma linda jovem, que tem como sonho prosperar na carreira musical, não pelo o que a fama pode fazer por ela, mas principalmente, porque a música dá a ela a liberdade que sua família conservadora e um tanto opressora suprimiu dela, juntamente com uma dura perda sofrida. Seu corpo e suas atitudes são a expressão dos seus pensamentos, que têm que ser sufocados sempre que se encontra com seus pais. O medo da desaprovação ainda a faz esconder sua verdadeira essência, assim oculta detalhes do que ela é, como suas tatuagens. Com a chegada inesperada dos pais à cidade, e a solução é apresentar a eles o namorado perfeito a eles, encontrando em Cade, um completo desconhecido, a figura ideal.

Cade ganha a oportunidade perfeita de se distrair dos seus sentimentos, instigado por uma pessoa que teve o poder de fasciná-lo desde o primeiro momento, e que ele passa a enxergar mais profundamente, despertando algo controverso dentro de si, fazendo-o questionar certas verdades que ele considerava certas em sua vida.

Nunca saí com uma menina como ela e ela provavelmente nunca saiu com um cara como eu. Mas às vezes você só se dá conta do que está procurando depois de ter sido jogado no chão. E qual era o sentido de viver se eu pretendia percorrer os mesmos caminhos repetidas vezes.

Para Maxi, Cade é a pessoa que pode fazê-la se revelar, sem mais esconderijos ou temores. Mas ela está a muito tempo se escondendo do que pode despertar nela sentimentos mais profundos. Max aprendeu a fugir de tudo aquilo que a prende, que a faça sofrer, inclusive de laços que podem ser firmados na construção de um relacionamento, do qual ela não se acha preparada.  

Apesar de Cade me assustar muito, eu me sentia à vontade com ele. Era complicado. Olhando para ele, eu sabia que não era o tipo de medo que faz com que você dê meia-volta e saia correndo. Era o tipo de medo que faz com que as pessoas saltem de penhascos e escalem montanhas — o tipo de medo que lhe diz que há algo de milagroso à sua espera no fim, se você conseguir chegar lá.

O livro poderia ser a típica história de dois desconhecidos que se aproximam, passam a ter pontos em comum, se apaixonam e partem para o final feliz. Só que ela é muito mais intensa, vai além do romance em si.

Fala de revelar aos outros quem você verdadeiramente é, sem medos de julgamentos ou pressões que isso venha a atrapalhar a sua felicidade ou lutar por aquilo que você realmente quer. Fala de tirar a máscara que as pessoas usam a cada dia para serem aceitas e amadas, enquanto o verdadeiro “eu” permanece sufocado dentro de si, tolhendo sua alegria e liberdade.

Com duas pessoas que tiveram o poder de fazer o outro de revelar acima dos medos e julgamentos, Fingindo tem tudo aquilo que um leitor de romance curte: um mocinho que surpreendentemente tem a determinação necessária para conseguir o que quer, mesmo que isso o mude pelo caminho e uma mocinha que enfrenta seus temores em meio a uma história envolvente com drama, humor e paixão. Impossível não amar!

    

11 comentários:

  1. Eu gostei bastante da sinopse do livro e da resenha tambem.
    Eu adoro livros com essas confusões de namorado de mentira. Vou ler Perdendo-me primeiro depois leio esse livro.

    ResponderExcluir
  2. Estou pra ler esse livro a tanto tempo. Achei a historia boa e deve ser divertido. Eu gostei dessa historia e nem sabia que tinha um primeiro livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não li esse, mas o primeiro é maravilhoso!
      Não deixe de ler!

      Excluir
  3. Gostei da premissa desse livro, Só ouvir coisas boas sobre esse livro e sobre o Perdendo - me. São um casal bem diferente, vou gostar de ler e saber como vão lidar com isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não li esse Thiago, mas li Perdendo-me e amei a escrita da autora! Morri de rir...

      Excluir
  4. Eu já tinha lido algumas resenhas sobre o livro, mas até agora não sabia que fazia parte de uma série? Mas de qualquer forma é bom saber que eles podem ser lidos separadamente.
    Gostei bastante da historia e só tenho visto elogios. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até agora é uma trilogia Kelis, não sei se a autora vai escrever mais!
      Só li o primeiro, mas super indico! A autora é ótima...

      Excluir
  5. Hello!
    O primeiro livro é realmente muito bom e não sabia que tinha esse segundo, também gostei da escrita da Cora Carmack, e romance é comigo mesmo!
    Essas doses de humor que tem no livro são uma delicia de ler, amo para poder quebrar aquela tensão que ficamos as vezes.
    A sinopse está muitoooo boa ne?! Nossa, quem nao queria esse gato "fingindo" ser o namorado, hahaha...eu ia amar!
    Com certeza irei ler.
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suzzy, o que amo em séries com personagens diferentes, é que a gente pode conhecer aqueles personagens secundários que despertaram sua curiosidade. Amei muito conhecer mais o Cade, indico muito a leitura, principalmente para você, que leu o primeiro.

      Excluir
  6. Adorei o enredo parece ser bem divertido, mas confesso que leria só pela capa! Ainda não li o primeiro, mas esse eu já tenho e espero poder ler logo. Sobre esse livro,ele é muito pesado? Ou e levinho e divertido?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é leve, muito gostoso de ler! Amei o sentido, a mensagem que a autora consegue passar em meio ao romance.

      Excluir

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...