[Resenha] Apenas os Inocentes - Rachel Abbott

Apenas os Inocentes 
Rachel Abbott



Hugo Fletcher parece ser o homem perfeito. Bonito, rico, uma reputação impecável não é à toa que a mídia o adora. O fato de ser encontrado morto, nu e amarrado a uma cama em seu apartamento em Londres não combina com a imagem que todos têm dele. Para o inspetor-chefe Tom Douglas, uma coisa é clara: cada aspecto da cena do crime o leva a desconfiar de que o culpado é uma mulher. 
Na busca pelo assassino, Tom descobre os detalhes mais hediondos e chocantes da vida pessoal da vítima longe dos holofotes. Quando a investigação chega a um ponto crucial, ele começa a perceber que o caso se trata de algo muito maior do que um simples assassinato. E isso o deixa em um terrível dilema: quando se trata de homens como Hugo Fletcher, os culpados devem ser punidos? Ou os inocentes devem ser protegidos?


OK, eu estou em uma vibe ‘thriller’ sim, contradizendo toooooodo o meu gosto literário (que basicamente é romance, e ponto final). Que fase de livros de thriller ein? Estou A-M-A-N-D-O!

“— Hoje vai ser especial; não quero que você veja nada até o último minuto.   A resposta em forma de sorriso carregava mais do que uma ponta de satisfação; ele claramente acreditava que a única aspiração dela era lhe dar prazer.   Sem dizer uma palavra, ela amarrou com firmeza o lenço sobre os olhos dele e caminhou na direção da porta. O corpo revelava sua excitação, e com uma voz pouco reconhecível, ele perguntou:   — E agora?   Ela olhou para ele e se forçou a responder.   — Agora você precisa esperar. Prometo que farei mais do que está imaginando.”

O primeiro ponto que eu preciso deixar muito claro nesse livro é que ele é bastante obvio. O ‘autor do crime’ nunca esteve particularmente em dúvida, e isso desde os primeiros capítulos. No entanto, isso foi totalmente a intenção da autora. Ela não quis deixar um suspense em torno de quem é o autor, e sim do motivo e, senhoras e senhores, é um puta motivo! A mensagem dela é que o importante não é quem faz acontecer, mas como acontece e porquê acontece. É de arrepiar. A forma como a autora constrói a história é extremamente interessante.

A narrativa é em terceira pessoa, no presente, e em sua maioria, é focada na perspectiva de Laura, esposa de Hugo, o assassinado. Mas também temos alguns focos em Imogen, sua cunhada e em Tom, o investigador designado para o caso. A autora até tenta nos envolver em algum drama da vida pessoal de Tom, mas a Laura e seu passado com Hugo roubam totalmente a cena. Ah, falando em passado, a forma que a autora encontrou de nos contar esse passado foi através de cartas que Laura escrevia para Imogen. Eu odeio livros de cartas. Não gosto mesmo! Acho cansativo e desinteressante ler sobre o passado dos personagens quando o presente é claramente mais importante. Mas neste livro é totalmente ao contrário, é nessas cartas que entendemos toda a trama.

A história mexeu muito comigo. Me vi envolvida pela trama em diversos momentos. Eu fico passada como a gente realmente não conhece ninguém neste mundo e em como aparência não quer dizer nada.

Bom, enfim. Falando um pouco mais sobre a história. Hugo era um ricaço, popularmente conhecido por suas boas ações e serviços prestados ao bem estar da população. Foi um choque para todos quando foi encontrado morto, amarrado nu à cama, por sua empregada. Como não havia sinais de luta, a polícia logo interpretou que a vítima provavelmente foi assassinada por alguém que vinha mantendo alguma atividade sexual, logo, alguém em quem ele confiava. E aí fica a dúvida, quem poderia fazer isso para um homem tão bom? Ou melhor, por qual motivo?

 “Sua mente estava repleta de imagens de Hugo e de como ele era da primeira vez que o vira. Como era bonito e cheio de autoconfiança. E ela era radiante como uma borboleta, voando pela vida sem uma única preocupação no mundo, amando seu trabalho, a família, os amigos. Como tinha acabado assim?”

Gente, podem ler. Vocês não vão se arrepender. A trama é incrivelmente bem escrita. A Rachel montou uma história bem redondinha pra gente. Uma curiosidade:  ela publicou esse livro independentemente, na Amazon, e só depois é que despertou interesse de grandes editoras.

Talvez eu quisesse que o final fosse diferente, mas não fiquei menos satisfeita com o que aconteceu. Pelo contrário. Leiam e me deixem suas opiniões!



12 comentários:

  1. adorei tua resenha e adorei o livro, estou querendo ler mais "thrillers" (nao sei como escreve) e esse livro me pareceu ser mt bom, entao ja anotei aqui para ler
    tonsdeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto de ler uns thrillers de vez em quando, principalmente quando estou com ressaca de alguma série rs

      Excluir
  2. Pela capa achei que fosse algum livro de terror. Fiquei bastante intrigada com a sinopse,parece ser um bom livro de suspense.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! parece ser mesmo né? Eu gostei, vai pra lista \o

      Excluir
  3. Gostei bastante da historia, apesar de gostar mais de livros que só se descobre o assassino no fim. Mas achei a historia muito boa, pretendo ler.
    A capa é linda, parece a casa de amityville. :o

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu passo mal com livros que só descobrimos o assassino no fim kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  4. Faz tempo que eu não leio um livro assim.
    Pela historia já se vê que as aparências enganam e nem sempre conhecemos as pessoas a fundo. Parece ser um bom livro, e achei a capa muito bonita.

    ResponderExcluir
  5. Capa é muito bonita, e meio assustadora. Parecia que a mulher estava possuída.
    Pelo título e a capa me fez pensar que a trama seria totalmente diferente. Mas de qualquer forma gostei da historia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também pensei isso Kelis! Parece meio fantasmagórico, sei lá rs

      Excluir
  6. EITA! Parece ser MUITO bom esse livro!!!! Estou adorando sua fase thriller Nath hahahaha
    Já estou adicionando na minha listinha <3

    ResponderExcluir
  7. Estou muito curiosa, mas meia receosa também, já que o assassino só e revelado no final, não estou muito no clima para livro com mistérios.... Mesmo assim, me interessei, a premissa e muita boa, anotei aqui.
    Ótima resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se vc gosta do genero, vai curtir este. Bjocas

      Excluir

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...