Dia dos Namorados - Filmes

Está sozinho? Comprometido? Carente? Cheio de amor para dar?
Me dê cinco minutos de atenção e pega essas dicas se não sabe o que fazer no Dia dos Namorados.


Elaborei uma lista de 10 títulos românticos imperdíveis (existem outros) para se ver sempre que você buscar um filme de amor legal para curtir uma sessão a dois - ou não, porque dá pra ser feliz sozinho também.

Um romance em que o mocinho morre logo no começo da história? Com o falecido enviando cartas de amor do além?

A aposta era arriscada, principalmente porque os atores principais, Hilary Swank e Gerard Butler, nunca foram conhecidos pelos filmes românticos. Mas P.S. Eu Te Amo deu certo, e embora não tenha se tornado tão conhecido quanto Ghost - Do Outro Lado da Vida, ele conseguiu misturar drama, romance e comédia em doses exatas. Até hoje, a simples lembrança das cartas do apaixonado protagonista ainda leva muitas pessoas às lágrimas...



Diário de uma Paixão é de longe, um dos melhores filmes que já assisti, e que se tornam em marco dentro do gênero: ele foi uma das principais produções a lançar o nome do escritor Nicholas Sparks como um sucesso no cinema e serviu como boa plataforma para os atores Ryan Gosling e Rachel McAdams, com ambos conseguindo papéis mais exigentes e prestigiosos a partir deste filme que é dedicado a uma clássica história de amor entre opostos.

Mas vale lembrar que dos filmes românticos, Nicholas Sparks sempre irá se destacar com suas tramas intensas e inesquecíveis. Um Amor Para Recordar, é outro exemplo que, com certeza, foi um outro marco de sucesso em sua carreira do autor.


Um lugar Chamado Notting Hill é um filme britânico de 1999, do gênero comédia romântica. O título é uma referência a Notting Hill, um bairro de Londres, onde a história acontece.

Will é dono de uma livraria especializada em guias de viagem, e recebe a inesperada visita de uma cliente muito especial, a estrela de cinema estadunidense Anna Scott. Dois ou três encontros mais tarde, Will e Anna iniciam um relacionamento terno, engraçado e cheio de idas e vindas. Não é tarefa das mais difíceis se apaixonar por esse longa que tem uma bela versão de Elvis Costello para "She", de Charles Aznavour.

IMAGENS FILMES1

Momento nostalgia.

Em Mensagem Para Você, acompanhamos um romance virtual nos primórdios da internet, o que só aumenta o charme da obra para quem assiste hoje em dia. Kathleen (Meg Ryan) é dona de uma simpática livraria, que começa a se envolver com um sujeito que conheceu online. Mal sabe ela que o cara é Joe Fox (Tom Hanks), seu "inimigo" que comanda uma mega-livraria de sucesso.

O desenvolvimento não é muito original, assim como os protagonistas, que já haviam atuado juntos em Sintonia de Amor. Mas mesmo assim, é difícil não se envolver com a história e torcer para a relação da dupla, além de ser uma das mais queridas para passar na Sessão da Tarde.


Vamos falar de um clássico adolescente.

A situação está tensa na casa dos Stratford. Bianca não vê a hora de arranjar um namorado, mas seu pai não permite que ela saia com garotos. Após muita insistência, o pai toma uma resolução: Bianca pode namorar, desde que sua irmã, Katharina, namore também. Só que Katharina é uma verdadeira megera, que não tem amigos na escola nem em lugar algum.

Para resolver a questão, Cameron, apaixonado por Bianca, resolve contratar o misterioso Patrick Verona para seduzir a futura cunhada.  Com um cenário americaníssimo, o filme 10 Coisas que eu Odeio em Você, consegue retratar um amor universal, com um poema que marcou muitos jovens.
Mas acima de tudo, eu odeio não te odiar - nem de perto, nem mesmo um pouco, de modo algum.

Em meio a muitas canções famosas, cujo arranjo original foi intencionalmente alterado pelo diretor Baz Luhrmann, a paixão do jovem escritor Christian (Ewan McGregor) por Satine (Nicole Kidman), a mais bela cortesã de Paris, move a história de Moulin Rouge - Amor em Vermelho. Tudo em meio a um clima festivo, típico da boemia, que traz um charme extra e por vezes exagerado à esta grande história de amor.


Se existe um título dos irmãos Farrelly que merece ser lembrado, esse com certeza  é, O Amor É Cego. Essa deliciosa e doida visão do verdadeiro sentimento, com aquela tão propalada história de que o que vale é a beleza interior (a personagem feminina é uma amante peso-pesado) é muito bem bolada.

O filme é protagonizado por Jack Black e Gwyneth Paltrow.



Pense em um filme para desidratar. Pois bem, Antes que Termine o Dia é de longe, um dos filmes mais tocantes que já vi, e que me deixou em prantos.

Ian e Samantha fazem um casal que tem tudo para dar certo, embora exista uma grande diferença entre eles: Samantha faz questão de demonstrar seu amor a todo o momento, Ian volta as suas atenções para sua carreira e amigos. Depois de um dia em que tudo deu errado, eles terminam o namoro e um acidente muda os rumos de suas vidas.


Jamie Randall (Jake Gyllenhaal) é um sedutor incorrigível do tipo que perde a conta do número de mulheres com quem já transou. Após ser demitido do cargo de vendedor em uma loja de eletrodomésticos, por ter seduzido uma das funcionárias, ele passa a trabalhar num grande laboratório da indústria farmacêutica. Como representante comercial, sua função é abordar médicos e convencê-los a prescrever os produtos da empresa para os pacientes. Em uma dessas visitas, ele conhece Maggie Murdock (Anne Hathaway), uma jovem de 26 anos que sofre de mal de Parkinson.

Inicialmente, Jamie fica atraído pela beleza física e por ter sido dispensado por ela, mas aos poucos descobre que existe algo mais forte. Maggie, por sua vez, também sente o mesmo, mas não quer levar adiante por causa de sua doença.


Está decretado que passar o Dia dos Namorados sem Jonnhy Depp é ilegal. Então eu estava aqui, olhando para a lista de filmes desse muso-delícia e quase tive uma convulsão nervosa para tentar escolher qual título deveria por nesta lista.

No final, acabei fazendo une-dune-tê, e Edward foi o grande vencedor.

Acho que deu para notar que tenho um fraco pelos filmes da década de 90. E de fato, os filmes de 20 atrás ainda causam o mesmo efeito em mim como se estivesse os vendo pela primeira vez; muito diferente dos romances atuais, onde, poucos foram realmente emocionantes.

Com roteiro do próprio Burton e de Caroline Thompson, o filme conta a história de Edward, um misto de robô e humano, vivido magistralmente por Johnny Depp, em sua primeira parceria com o diretor, construído por um cientista (Vincent Price) que morava num castelo no alto de uma montanha.

Antes de dar-lhe mãos humanas, substituindo as de tesoura, o cientista morre e deixa Edward sozinho na imensidão fria do castelo. Um dia ele é encontrado por uma vendedora da Avon (Diane Wiest) que se sensibiliza com sua situação e o leva para casa, a fim de cuidar de suas lesões faciais provocadas pelas tesouras e tentar ajudar a se livrar delas. Então Edward passa a se envolver com a família da vendedora e a chamar a atenção da vizinhança, sobretudo, das mulheres, que ficam fascinadas e espantadas com ele.

Sem dúvida, a história é o fator mais cativante do filme, mostrando uma trama aparentemente simples, mas carregada na emoção e no sentimento humano, com personagens até certo ponto caricatos, mas absolutamente humanos, cheios de falhas e acertos. O personagem de Depp, que não se sabe se é humano ou não, chega para dizer, mesmo que em poucas palavras, quem de fato quer o nosso bem e quem não quer. Como em todas as histórias sobre bem e mal, nem sempre sabemos distinguir quem está de cada lado.

13 comentários:

  1. TODOS todos os citados são apaixonantes ;-; e olha que eu pensei que não curtia muito histórias de amor...mas ao menos esses filmes rs vi todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Owwnnn. nostalgia da sessão da tarde né? Muitos deles passaram na TV na minha adolescência. <3

      Excluir
  2. Com meu desanimo hoje, se eu vejo os filmes P.S Eu Te Amo ou Diário de uma Paixão, eu choro muito.
    São filmes tão lindos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahaha não dá pra ver esses filmes em um dia de tristeza. Eu só os revejo quando estou bem feliz, e olha que no final fico bem deprimida. São perfeitos demais mesmo.

      Excluir
  3. Os únicos filmes que não vi foram, "Antes que o dia termine" e "Amor e outras drogas". Gostei das historia deles, vou ver se assisto esses filmes.
    Acho que o Amor e outras drogas é o que eu devo mais gostar. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amor e Outras Drogas é muito lindo. Admito que só o assisti por causa do Jake hahahahah. Ele e a Anne tem uma química ótima.

      Excluir
  4. São bons filmes, até hoje morro de rir com o filme O amor é cego. A historia é bem bolada. Será que tem algum livro com uma historia parecida?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "O Amor é Cego" é muito digno! Até hoje rio com ele tb. Não conheço nenhum livro com esse estilo de trama, mas tá aí uma boa ideia.

      Excluir
  5. Essa lista ta perfeita, são filmes tão lindos!
    Eu nunca vi o filme Antes que o dia termine, vou procurar para assistir.
    :****

    ResponderExcluir
  6. Com prazer digo que já assisti quase todos!
    Hahahhahaha
    Adoro todos, mas 'Antes que termine o Dia' me acaba... Amo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Lau, quando cheguei ao final desse filme, tava submersa em uma lagoa de lágrimas. </3

      Excluir
  7. Não assisti nenhum desses kkkkkkkk
    Não gosto de nada triste nem meloso =x

    ResponderExcluir

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...