"Alquimia" de K.J. Wignall

Bertrand Brasil divulga a capa de "Alquimia" de K.J. Wignall, 2º da trilogia O Vampiro de Mércia.

 O 3º e ultimo livo da trilogia, intitulado de Death. Parece que não foi publicado nos EUA, mas foi publicado no Reino Unido.




Alquimia - Segundo e aguardadíssimo volume da trilogia O Vampiro de Mércia.

Depois de quase oito séculos em busca de respostas, Will finalmente começou a desvendar os mistérios que cercam sua existência. E, juntamente com Eloise, a garota que parece ser a chave para o seu destino, embarcou em uma jornada que pode conduzi-los à verdade... se conseguirem sobreviver.
Para ter alguma chance de derrotar seus inimigos, Will precisa, primeiramente, saber contra quem está lutando. Para isso, a dupla decide retornar para a Escola da Abadia de Marland e investigar o passado do vampiro, sem imaginar que essa missão pode colocar a vida de Eloise em risco.
Para proteger sua amada, o vampiro terá que descobrir mais sobre Wyndham e as profecias. Mas será que ele encontrará as respostas de que precisa a tempo? E, ao salvar Eloise, estará sacrificando a si mesmo?
Nesta eletrizante sequência, Will entrará em uma batalha da qual nem todos poderão sair com vida.
- A popularidade da série no Brasil levou o autor a fazer uma versão em português de seu site oficial.
- Sangue, primeiro volume da trilogia O Vampiro de Mércia, surpreendeu os fãs de fantasia ao criar um universo onde o vampiro distancia-se do perfil sentimental dos dias de hoje e se aproxima do consagrado e sombrio Conde Drácula.
Mostrar menos 



Confira a capa e sinopse do livro 01:



Sangue - 1256. Will estava destinado a ser o Conde de Mércia, mas não viveu o bastante para herdar o título, já que foi acometido por uma estranha doença aos 16 anos de idade. Mesmo assim, apesar de sua morte – e de seu enterro –, ele não está nada morto. Ao longo das páginas, a condição de Will vai se revelando: ele existe entre a vida e a morte. Ocasionalmente hiberna, sempre esperando que a morte lhe chame e, toda vez que desperta, enterrado no solo, tem uma breve lembrança do primeiro pânico que sentiu em 1349.

Sangue apresenta como um de seus principais diferenciais o fato de ser mais macabro e sombrio do que as obras atuais do gênero. Para Wignall, o romantismo é importante, mas nunca deve se sobrepor ao enredo. Assim, ele elaborou cenas angustiantes, como as que o protagonista enfrenta sempre que desperta das hibernações, além de ambientes sinistros e escuros e personagens bem construídos, perversos e sem escrúpulos.


· Surpreendeu os fãs de fantasia ao criar um universo onde o vampiro distancia-se do perfil sentimental dos dias de hoje e se aproxima da versão mais famosa delas: o sombrio Conde Drácula.

2 comentários:

  1. Gostei da historia e da capa do livro. Achei interessante, faz tempo que não leio um livro de vampiros.

    ResponderExcluir
  2. As capas são lindas, não conhecia essa serie. Quero ler!!

    ResponderExcluir

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...