04 maio 2015

[Resenha] Um toque de Vermelho

Um Toque de Vermelho
Série Renegade Angel 1
Sylvia Day



Andrian Mitchell não é um homem qualquer. Além de ser o mais sensual, elegante e charmoso dos seres, também é o grande líder de uma unidade de elite de Operações Especiais dos Serafins. Sua missão: controlar vampiros e licanos. Mas o seu encontro, depois de quase duzentos anos, com a alma da mulher que ama, no corpo da bela Lindsay, os leva a uma proibida paixão que poderá colocar tudo a perder. 




Com a série Renegade Angel, Sylvia Day apresenta um mundo sob a eterna e velha batalha do bem contra o mal, onde licanos, vampiros e anjos — Sentinelas —, vivem em constante luta pelo controle, em meio a uma conspiração que pode piorar essa guerra.

Um traço interessante nessa série é que a autora colocou uma nova perspectiva sobre o nascimento dos vampiros — anjos caídos que desobedeceram as regras impostas pelo criador — e licanos, aqui colocados como seres criados para auxiliar os anjos na luta de controle dos vampiros. Aliás, os licanos são colocados na posição de servos, o que chama muito a atenção sobre o desenrolar dessa história, tendo em vista os desejos de liberdade que a cada dia são fortalecidos — ou também manipulados? — entre eles.

Comandando o exército de anjos temos Adrian, um serafim que ousou cometer um dos atos dos anjos caídos, quebrando uma regra primordial: apaixonou-se e se entregou ao desejo carnal pela filha do seu maior inimigo e tem como castigo esperar sua reencarnação através dos séculos para passar breves momentos, com o eterno temor de que ela seja definitivamente afastada de sua vida.

Em meio a uma fase turbulenta de conflitos, o destino o faz encontrar Lindsay, cujo corpo tem a alma imortal de sua amada, esperando para ser desperta. E como todo reencontro de almas gêmeas que foram separadas e se reconhecem ao se encontrar, a atração é tão forte e imediata que não há hesitação em se aproximar um do outro, na perspectiva de ficarem juntos: ele, na certeza de que ficará com alguém por tanto tempo esperada; ela, para explorar uma inesperada atração que logo se torna algo vital em sua vida.

No entanto, Lindsay procura uma vingança contra a espécie que o mundo ignora existir, e usa suas habilidades para lutar e encontrar quem a marcou com sofrimento no passado. Isso faz com que logo Adrian revele sua verdadeira natureza para ela, deixando-a temorosa de corromper sua natureza imortal, por causa do desejo intenso que sente por ele e pelo amor e paixão que pensa em dedicá-lo, pois percebe que, para aquele guerreiro imortal, ela constitui uma fraqueza.

“Não se desculpe por gostar de mim o suficiente para me proteger da minha própria fraqueza. Não se desculpe por ser a minha única fonte de felicidade.”

Mas o guerreiro imortal não está disposto a abrir mão de algo tão prezado, mesmo que isso o aproxime da sua queda ou o deixe fraco perante os seus comandados, pois Lindsay se constitui em algo primordial na sua vida permeada por eternos conflitos.

“Conforto e tormento, prazer e sofrimento. Tudo em doses extremas. Tudo é sublime e tudo é diabólico, e eu preciso disso para existir. Preciso dela.”

Enquanto licanos, serafins e vampiros se aproximam de uma verdadeira guerra, Adrian e Lindsay tentam conciliar o relacionamento entre um anjo, ser imortal proibido de ter o amor como fraqueza e uma mortal, cujo destino final pode definitivamente separá-los.

Gostei muito desse livro por dois pontos: a história não gira somente em torno do conflito do casal central do livro, ela é mostrada por outras perspectivas, que deixa o leitor curioso sobre quem é o vilão dessa história e se o que é considerado o mal é realmente tão nocivo e diabólico.

E o segundo ponto, a história é dinâmica, sempre em torno de alguma questão ou conflito imediato, e Sylvia Day soube muito bem manter o tom de mistério sobre a trama, o que levanta muita curiosidade para a leitura dos próximos livros da série. De fato, pensei em se tratar apenas de um romance erótico com seres sobrenaturais, mas ela focou pouco nisso, o que me agradou bastante.

Enfim, uma leitura que recomendo para quem gosta de viajar através dos romances com temas sobrenaturais.


Compartilhe!

16 comentários :

  1. Oi Luci,
    Ainda não li nada da Sylvia, e esse livro me parece ser uma boa pedida.
    Gosto de romances sobrenaturais, e fiquei curiosa para saber mais sobre Lindsay e Adrian, na verdade, fiquei curiosa para saber como isso vai acabar kk Parece ser um livro que não para, que tem ação! Vai para lista de desejados ><
    Beijos da Bru
    Visite: Cantinho da Bruna || Top Comentarista de Maio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna, depois desse livro, vi que a Sylvia Say era bem versátil. Achei que seria mais um livro erótico, com tema sobrenatural, mas me enganei. Por isso gostei tanto!

      Excluir
  2. Oi Luci.
    Eu amo livros que envolvem anjos ou vampiros, mas nunca havia visto um que unisse os dois. Faz muito tempo que ouço falar dos livros da Sylvia Day, estou curiosa para ler algum, e acho que vai ser esse kk, amei a resenha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lorena, achei interessante como a autora "armou" o enredo, de forma a se ter uma justificativa para a criação de vampiros, demônios e tudo o mais. Se você gosta da temática, com certeza vai amá-lo! Bjos

      Excluir
  3. Oi!
    Acho que até hoje só li um livro que mistura romance erótico com sobrenatural e gostei do resultado inusitado, Um Toque de Vermelho está na minha wishlist desde o lançamento e espero gostar da leitura ^^
    Abraços,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andy, o erótico não entrou tanto nesse livro, apesar de se fazer presente, rsrssr! Agora estou ansiosa esperando pelo terceiro!

      Excluir
  4. Antes de ler a resenha eu diria que não iria ler... mas eu gostei bastante de saber que a autora tem dado uma nova cara ao seu estilo... colocou um pouco de ação e mistério, com uma mistura de anjos e vampiros.. parece ser bem interessante.. acho que vale a pena conferir essa nova série da autora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amanda, pra mim, valeu a pena a leitura. Gostei da ação e do mistério, em meio ao romance. Espoero que goste!

      Excluir
  5. Nunca li nada da Sylvia, mas foi interessante que o erótico com sobrenatural não ficou tão pesado, mas achei estranho essa nova introdução aos seres sobrenaturais. Eu não achei a capa tão sugestiva assim, eu não compraria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gioava, também achei estranho a forma como ela colocou, mas a explicação foi bem lógica. A capa também não me atraiu, mas é uma simbologia, que, se você ler, vai entender! :D
      Não posso contar, senão é spoiler!

      Excluir
  6. Pela sinopse, dificilmente eu compraria o livro. Mas pela resenha, vi que ele não era exatamente o que eu imaginava. O que mais gostei do livro é que, além do romance, contém seres sobrenaturais, pois eu adoro livros assim!

    ResponderExcluir
  7. Pela sinopse, dificilmente eu compraria o livro. Mas pela resenha, vi que ele não era exatamente o que eu imaginava. O que mais gostei do livro é que, além do romance, contém seres sobrenaturais, pois eu adoro livros assim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luis, o romance foi bem bacana! A capa contém um significado, sabe? Leia e compartilhe conosco sua impressão sobre o livro! :D

      Excluir
  8. Eu li um livro da Sylvia Day.
    E sinceramente não gostei.
    Mas pelo que você falou na sua resenha eu fiquei bem interessada na história, pois gosto de vampiros e é uma visão que nunca tinha visto e gostei.
    E você me deixou curiosa para saber quem é o vilão também.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  9. Ja nao sou admiradora dos livros da Sylvia Day e tambem nao gosto de ler livros que relatem o tema anjos caidos, entao acho que nao iria gostar mesmo desse livro :/ para quem gosta do tema, boa leitura ;)

    ResponderExcluir
  10. Histórias que são dinâmicas e que saibam envolver todos os personagens demonstram (minha opinião) o talento da escritora. Acho criatividade o ponto chave para o sucesso da obra.

    Sylvia Day nunca me atraiu com suas obras mesmo sendo uma ótima escritora. Como tenho uma lista imensa de livros por ler e de querências, só leria se eu ganhasse o livro. E acho que (pra mim) a fase de vampiros e anjos caídos já passou (ou eu mudei meu gosto literário) e não me atraem mais.

    ^^

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei