22 abril 2015

[Resenha] Geek Girl

Geek Girl - Holly Smale
Livro Um da Trilogia Geek Girl
Editora Fundamento, 2014.

Skoob | Autora | Editora



"Meu nome é HarrietManners e sou uma geek." HarrietManners tem 15 anos e sabe tudo... sobre quase tudo. Ela só não sabe porque ninguém na escola parece gostar dela - especialmente sua arqui-inimiga Alexa, que adora humilhá-la todos os dias. Harriet só queria que sua vida fosse diferente... Quando Nat, sua melhor amiga, a arrasta para fazer compras num evento badalado, Harriet é descoberta por uma agência de modelos. É a grande chance de recomeçar! Mas tem um pequeno detalhe: Harriet não conhece nada sobre moda. Na verdade, ela não "Dá a mínima para a moda". E, claro, tem a Nat, que é linda, fashionista e sempre quis ser modelo. Seria como roubar o sonho da sua melhor amiga, não é? Harriet decide fazer uma sessão de fotos com o famoso - e incrivelmente lindo! - Nick, mas esconde a verdade e mente para as pessoas que ama. O que ela não esperava é que no dia seguinte essas fotos fossem estar nas capas de todas as revistas de moda! Em meio a muitas confusões, Harriet descobre que ser modelo não é nada fácil... Afinal de contas, também existem "Alexas" nas passarelas. Será que Harriet vai gostar do mundo da moda? Ou melhor, será que o mundo da moda vai gostar dela?



Eu li algumas críticas não muito boas sobre este livro e fiquei um pouco desencorajada para ler, mas como eu gosto muito dessas coisas nerds e amei muito essa capa (alias, a americana é ainda melhor), eu decidi confiar no meu instinto e li. Primeiro de tudo, vamos entender o estilo literário deste livro. É voltara para o público infanto-juvenil, uma mistura de Chicklit com Young Adult (YA), por isso não vá esperando muito romance nem temas mais maduros. Acho que foi por isso que algumas pessoas resenharam dizendo que o livro é meio bobo e sem uma história interessante. Mas no próprio site da editora é possível encontrara informação de que o público alvo é 11 a 17 anos, então não leia se não gosta de livros mais teens para depois não falar mal, rs.

Pessoalmente, adorei o livro. A Harriet é o maior barato. Sabe aquelas mocinhas mais espertas que todo mundo, desastradas, que não entende nada de moda, que não é a mais bonita da turma e meio ignorada pelo resto da escola? Sim, esta é ela. Harriet tem apenas uma amiga, a Nat, que é uma aficionada por moda e obcecada em se tornar modelo algum dia. Além de Nat, a outra única pessoa que conversa com a Harriet na escola é Toby. Bem, na verdade ele é mais como um perseguidor do que um amigo. Ele é apaixonadinho nela desde sempre e a segue por todos os cantos do mundo, do tipo, segue mesmoooo.

A mãe de Harriet morreu quando ela era uma recém nascida e seu pai (sem noção) acabou se casando com Annabel, sua madrasta advogada, feminista, meio nerd e... ai, eu me apeguei muito à madrasta. Muito mesmo, acho que ela é minha personagem favorita do livro por enquanto, rs.

O plot principal do livro é que Harriet (Ah, falando nisso, a história se passa pelo ponto de vista dela) é totalmente avessa à moda, sem a menor noção mesmo. Ela sai de casa em uma manhã de um dia normal vestida de fantasia de bruxa, apenas porque quer. Haha, sim, ela sai algumas vezes vestida de fantasia (e não é nem Halloween). Nat está tentando impressionar olheiros de uma agência em uma feira de modae arrasta a amiga com ela. Eeeeeeee, o improvável acontece. É a mocinha estranha que chama a atenção dos olheiros, haha.

“Oito anos comprando Vogue e dispensando pudins (Nat, não eu: eu como os dela também) e, finalmente, chegamos às portas do destino de Nat. Eu me sinto um pouco como Sam em O Senhor dos Anéis, logo antes de Frodo jogar o anel no fogo da fenda da Montanha da Perdição. Só que de um jeito mais mágico e positivo. E com pés um pouco menos peludos”.

Aconselho muito a leitura deste livro, achei super engraçado. Ao mesmo tempo, amei a mensagem se amizade e de família que ele passa. Claro, tem situações que deixam muito a desejar, porque Harriet é na verdade bem imatura.

“A mágica vem quando você não está procurando por ela”.

Avisando que este é apenas o primeiro volume de uma trilogia. A editora já lançou o segundo livro:

Desastre Fashion - Geek Girl - Livro 02 - Holly Smale

Meu nome é Harriet Manners e eu (ainda) sou uma geek! Ter entrado por acaso no mundo da moda não transformou Harriet em uma modelo perfeita da noite para o dia. E nem acabou com seus problemas. Na verdade, parece até que as confusões só aumentaram. Annabel, sua madrasta, está grávida e talvez o bebê tenha tirado literalmente de Harriet seu espaço na casa e até o carinho dos pais. Sua melhor amiga, Nat, foi despachada para a França pela mãe, arruinando os planos das duas adolescentes para o verão. E Harriet ainda luta para não pensar em Nick, mas tirar alguém da cabeça não é tarefa simples. Então, quando surge uma oportunidade de estrelar uma campanha exclusivíssima no Japão, é hora de sacudir a poeira e dar a volta por cima. Mas será que vai dar certo? Pelo jeito, não... A avó de Harriet, escalada para acompanhá-la à Terra do Sol Nascente, praticamente some quando as duas chegam lá. Suas companheiras de apartamento parecem legais, mas a maquiagem esconde segredos e sentimentos que não podem ser revelados. Para completar, Nick está no Japão e aparece em todos os lugares aonde Harriet vai. E ele continua lindo! Harriet está carregando um peso enorme nas costas, mas precisa ser delicada como uma flor de cerejeira se quiser pôr ordem no caos que se instalou em sua vida. Será que a geek favorita de todos vai mostrar do que é capaz? Aperte os cintos e embarque para o outro lado do mundo em uma história para lá de bacana!



Compartilhe!

12 comentários :

  1. Eu já ouvi falar, fiquei ate um pouquinho curiosa, haha..
    adorei o post

    Beeijos, te espero lá no meu blog ♥

    http://www.paaradateen.com
    http://www.facebook.com/PAARADATEEN

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que bom!!
      Obrigada pela visita ;***

      Excluir
  2. Oiee!
    Esse livro parece um daqueles filmes "sessão da tarde". Sinto que o meu momento não é para livros assim, eu até gosto, pra passar o tempo, uma leitura leve e engraçada é sempre bom, mas hoje, não estou com paciência para livros desse jeito.
    Quando o momento for outro, ok, vou ler com certeza.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc ta fazendo certinho. Se nao ta no clima pra esse tipo de leitura, tem q procurar algo q agrade mais!
      Mas nao deixe de adicina-lo na lista de proximos livros.

      Bjokas

      Excluir
  3. Oi, Nathy!
    Adorei a resenha! Já estava com vontade de ler esse livro há algum tempo e pelas quotes ele parece beeem divertido (Morri com o "E com pés um pouco menos peludos." KKKKKKKKKKK
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha quando ler venha me dizer oq achou.

      Excluir
  4. Eu quero muito ler esse livro, parece ser muito legal.
    Já vi algumas resenhas falando bem mal dele, mas mesmo assim não diminui minha vontade de ler e a sua resenha só me animou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Liih! Que bom que voltei a te animar. foi um livro legal e fofo de se ler.
      COmo expliquei, talvez as pessoas que falaram mal tenham esperado algo mais adulto, e ele é mais infanto juvenil..
      Enfim, quando ler venha me contar o que achou!

      Excluir
  5. Não me interessei muito por esse livro... Não sei, não me chamou atenção!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que vc não vai gostar, Laura!

      Excluir
  6. Já tinha lido resenhas positivas sobre ele, acho que nunca li nada negativo sobre ele, e por ser um chick-lit, mesmo juvenil, fiquei com muita vontade de ler. Acho interessante livros com essa premissa de geeks e a mudança que sofrem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também gosto Amália!
      Já li vários geeks q são meus queridinhos hj em dia.
      Este nem tanto, mas gostei bastante tb.

      Excluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei