[Resenha] Dominados - Mila Wander

Dominados
Mila Wander
Qualis Editora


Dominados - Laura Diniz está concorrendo a um cargo na diretoria da Construtora Marcos Delacox. 
Henrique Farias também.
Laura Diniz é orgulhosa, ambiciosa, poderosa e viciada em desafios. 
Henrique Farias também.
Laura Diniz é uma dominatrix fatal. 
Henrique Farias é um dominador intenso. 
O JOGO DE PODER E SEDUÇÃO SÓ ESTÁ COMEÇANDO...


Sabe quando você já leu vários livros do mesmo autor e já sabe o que está por vir?
Aconteceu isso com Dominados...
Já li Despedida de Solteira, O Safado do 105 e agora Dominados.
Confesso que não gostei muito da leitura, mas aconselho para quem gosta desse tipo de livro. É diferente do que normalmente temos, mas enfim, espero que entendam o meu ponto de vista com a minha resenha.

Em Dominados temos a Doutora Laura Diniz. Arquiteta da Construtora Marcos Delacoux e está disputando o cargo de diretora geral da empresa (o que para ela é um absurdo, já que não existe ninguém mais capaz que ela). Laura é uma Dominatrix, possui o seu próprio ‘escravo’ em casa e cuida de uma irmã rebelde, ela é basicamente mãe da menina. Essa é uma personagem forte, negra, nasceu pobre e conquistou seu próprio caminho com muito esforço e preconceito. Já sofreu muuuuito na vida, e por isso criou um muro ao seu redor que ninguém pode chegar perto.

''Nunca vi tantos opostos em uma só pessoa. Laura é extremista, tem opinião própria, não tem medo de falar a verdade, é dona de si, confia nas próprias ideias, acredita no próprio poder de sedução e não liga se for odiada ou amada. Claro que ela tinha problemas psicológicos sérios, isso estava muito nítido. Destratava as pessoas e parecia odiar o mundo, coisas que considero imperdoáveis. Mas, e daí? Ninguém é perfeito e todo mundo tem um pouco de loucura. Uns mais, outros menos. De verdade, naquele raio de instante, quis ser alguém como ela.''

Mas com quem ela está concorrendo ao cargo na empresa? Com o Henrique Farias. Um dominador sedutor, mas o Henrique é dominador por que gosta, e não por que sofreu algum abuso na adolescência, uma característica rara nos livros de hoje em dia. O Henrique é feliz, teve uma vida feliz, vem de uma boa e estável família.

"Demorei muito a me recuperar daquele momento explosivo com a Laura. Aquela mulher ainda vai me matar, ou, no mínimo, me deixar louco. Já podia sentir a insanidade tomando conta dos meus pensamentos, era só uma questão de tempo até que tomasse conta das minhas atitudes também. Aquele era apenas o começo."

Mas o que pode acontecer com dois dominadores disputando um cargo e com uma química que simplesmente explode?? Preparem-se para muitas brigas e muitas cenas hots. Quem vocês acham que será dominado?? Não dá para ter dois dominantes em uma relação, ou dá?

''- Estou aqui, não estou? - Abri os braços. - Vaso ruim não quebra.
- Não sei, Laura. - Balançou a cabeça, pensativo. - Parece-me que falta um pedaço de você.''

Particularmente eu gosto das histórias que a Mila cria, a premissa é boa e tem tudo para ser bem desenvolvida, maaaas a escrita dela ainda precisa de um certo amadurecimento, sempre tem vícios de linguagens, várias palavras e expressões repetidas, a cada livro eu vejo que está melhor, mas ela ainda não está lá (me sentindo jurada do American Idol aqui).

Apesar disso e de não ter me envolvido na leitura, de todos os personagens masculinos da Mila o que mais gostei foi esse. Parece mais real. Em geral os ‘homens da Mila’ são mais mulheres do que eu... O Henrique passa a sensação de homem machão, ele se encaixa no nosso (pelo menos no meu) estereótipo de homem.

'' - No fim, todo mundo dominará todo mundo...''




15 comentários:

  1. Bem. Aslsim como vc, li todos dessa autora e fico querend saber porq..

    E gostei de Despedida de solteira 01 e 02. O 03 achei lamentavel..
    ai resolvi dar uma chance e li O safado do 105 e... Deus me salve. Achei td ruim! Historia, escrita , e os personagens principalmente!

    Ja Dominados, tinha td pra ser interessante mas nao me desceu. Achei desnecessariamente grande e nao gostei dos personagens tb!
    Essa coisa do cara xingar a menina na hr do sexo. ODEIO.

    enfim. Agora ja aprendi.. essa autora nao me pega mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu cheguei a conclusão Nath que os livros dela tem uma boa base, a premissa é boa, mas ela realmente não sabe escrever e ferra a história toda... Quem sabe com o tempo?

      Excluir
  2. Nathy, você me representa!!!

    Ler Despedida e depois "ter" que ler isso, é frustrante. Juro.... só li até o final para "ver para crer" até onde vai.....
    Dominados ainda é menos pior que O Safado do 105, mas é ruim... muito ruim.

    enfim. Agora ja aprendi.. essa autora nao me pega mais. (2)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, comecei a ler o Safado pq vi muita gente comentando enquanto acompanhava pelo Wattpad, todo mundo surtando, eu tinha que ver o pq né?
      Mas achei a história horrível, não gostei dos personagens, nem de como ela construiu a história! Mas isso é para outra resenha, que com certeza não serei eu a fazer!

      enfim. Agora ja aprendi.. essa autora nao me pega mais. (3)

      Excluir
  3. Não posso opinar, pq nunca li os livros da Mila, esse ultimo então nem passa pela minha cabeça, por ser tema de dominação, eu não curto muito, então eu não forço.

    Falam muito bem do despedida de solteiro, esse eu quero ler ainda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Despedida é bom...foi o melhor dela. Mas o fato de ser o melhor dela realmente não quer dizer muita coisa =/
      Não leia os outros, vc vai odiar!

      Excluir
  4. Não li nenhum livro da autora, e nem pretendo, já que livros desse estilo não me agradam, nem despertam interesse em lê-los. Prefiro livros de suspense, ficção, fantasia...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antigamente eu lia muita fantasia, mas sempre com um toque de romance. Confesso que estou sentido saudades de estar em outros mundos. Voltarei em breve a esse gênero. Os romances de hoje em dia se tornaram repetitivos, infelizmente são raros os que surpreendem.

      Excluir
  5. Apesar de gostar de livros eróticos, esse não me despertou muito interesse, talvez por ter esse lado de dominação, e nesse livro os dois personagens são dominadores, o que deve ser mais forte que 50 tons. Não curto muito livros com essa temática.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele não foca tanto na parte sexual Amália, tenta puxar a história para os outros lados, mas ainda assim tem várias cenas de sexo.
      Eu até gosto de livros com essa temática.
      Bjos

      Excluir
  6. Oiee!
    Olha lá, outro livro em que os dois são dominadores!!
    Me interessei muito por esse livro, não lembro de já ter lido algum em que um dos protagonistas ser negro, já comecei a gostar daí, e como você citou, o fato de Henrique não ter trauma nenhum é realmente uma raridade.
    Fiquei muito interessada, confesso que gosto muito dessa capa, se tiver a chance vou ler sim e ter minha própria opinião sobre o modo de escrever da autora, estou torcendo para gostar.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que vc goste Iêda.
      A autora tentou fugir do clichê, e até certo ponto conseguiu!
      Depois volta aqui e me diz o que vc achou.
      Bjos

      Excluir
  7. Oiiii
    Nunca li um livro da autora apesar de so ouvir elogios dela.
    Esse livro não faz muito o meu tema para ler.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu realmente não gosto muito da autora, mas sei que ela tem vários fãs, espero que vc se torne mais uma fã dela!
      Bjos

      Excluir
  8. Putz que chato a capa é tão linda e contém uma história sem graça. Ninguém merece hein. Até me desanimei. Nem sei se ainda lerei também despedida de solteiro.

    ResponderExcluir

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...