30 março 2015

[Resenha] No Mundo da Luna

No Mundo da Luna
Carina Rissi
Editora Verus
476 páginas


Resenha Procura-se um Marido


No Mundo da Luna - A vida de Luna está uma bagunça! O namorado a traiu com a vizinha, seu carro passa mais tempo na oficina do que com ela e seu chefe vive trocando seu nome.Recém-formada em jornalismo, ela trabalha como recepcionista na renomada Fatos&Furos. Mas, em tempos de internet e notícias instantâneas, a revista enfrenta problemas e o quadro de jornalistas diminuiu drasticamente. É assim que a coluna do horóscopo semanal cai no colo dela. Embora não tenha a menor ideia de como fazer um mapa astral e não acredite em nenhum tipo de magia, Luna aceita o desafio sem pestanejar. Afinal, quão complicado pode ser criar um texto em que ninguém presta atenção?Mas a garota nem desconfia dos perigos que a aguardam e, entre muitas confusões, surge uma indesejada, porém irresistível paixão que vai abalar o seu mundo. O romance perfeito — não fosse com o homem errado. Sem saída, Luna terá que lutar com todas as forças contra a magia mais poderosa de todas, que até então ela desconhecia: o amor.Com seu estilo ágil e fluido, Carina Rissi criou em No mundo da Luna uma leitura viciante, permeada de humor, magia e paixão, que vai conquistar você do início ao fim.




Carina Rissi dispensa apresentações. Autora de Perdida, Encontrada e Procura-se um marido, é conhecida por sua escrita romântica, engraçada e envolvente. A sua mais nova história conta a vida de Luna, uma mulher divertida, confusa e romântica.

Li a sinopse e achei bem normal, história sem nada demais, mas é da Carina, então comecei a ler à noite (nunca começo livros bons na hora de dormir), li, li, li, levantei para beber água, e quando fui ver já passava das 4 hs da manhã. E juro como nem vi o tempo passando, na maioria das vezes eu fico pensando ‘droga, olha a hora, preciso dormir’ Mas No Mundo da Luna, o tempo pareceu desaparecer, eu estava de fato No Mundo da Luna.

Luna é jornalista recém formada, trabalha na recepção de uma conceituada revista, divide apartamento com sua melhor amiga Sabrina, vem de família tradicional cigana, nunca conheceu a mãe pois morreu no seu parto e o pai mora na Argentina, tem um irmão mais velho super protetor que me deu ótimas gargalhadas.

"Ele me encarou com algo diferente nos olhos. Parecia Diversão. Ou podia ser constipação intestinal, era difícil interpretar o meu chefe."

Dante é editor chefe da revista que a Luna trabalha, vive com uma top model famosa. É um homem maravilhoso quando você passa a conhecer. Mas a principio é sério e um pouco chato. Tem uma irmã ótima e vem de uma família rica e tradicional.

Por uma série de coincidências Luna e o Dante são obrigados a conviver, e é aqui que a nossa história de fato começa.

"Ele não era o príncipe encantado que eu havia esperado a vida toda. Definitivamente não era a pessoa certa para mim. Mas quer saber? Eu não queria a pessoa certa. Não queria alguém que chegasse no momento certo, que fizesse sentido. Não, eu queria a pessoa errada! Queria perder a cabeça e o sono, fazer loucuras das quais me arrependeria mais tarde, brigar, gritar para em seguida chorar rir em seus braços. Queria alguém que gaguejasse por medo de me perder. Que me jogasse de um penhasco, me dopasse para me acalmar, preparasse comida intragável e que ainda me parecesse o melhor dos banquetes. Queria alguém que, de tão diferente de mim, me completasse."

Quando passou da metade do livro, eu senti o desfecho e fiquei pensando 'por que ainda faltam 200 páginas?' O que mais poderia acontecer? Eu já conseguia sentir o final.
Em alguns livros - principalmente quando já se conhece a autora - um leitor experiente consegue sentir o que se aproxima, um final, uma reviravolta, alguém prestes a morrer. E as vezes os autores nos surpreendem (esse é o melhor sentimento durante uma leitura), e nada do que esperamos acontece. 
Nesse livro eu senti o final chegando, mas demorou 200 páginas para ele acontecer, e não achei válida essa espera, achei enrolação, como se precisasse dar uma volta gigante para o destino final chegar. Como uma das meninas falou no nosso chat, o livro está um pouco ‘tom e jerry’ aquela perseguição sabe?
Mas quem conhece os livros da Carina sabe que suas palavras envolvem e não importa se damos a volta ao mundo com 2000 páginas, devoramos tudo do mesmo jeito.
Sou fã incondicional, mas de todos os seus livros, esse foi o que menos gostei.





Compartilhe!

10 comentários :

  1. Uma pena a história ser enrolada assim.Estava com grandes expectativas sobre este livro,por se tratar de uma obra da autora que gosto. Ache o tema bem legal. Vou ver se leio a história assim mesmo. Quem sabe me agrade?
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim Beth. A Carina sempre merece ser lida...
      Achei a história enrolada, mas mesmo assim curti bastante!
      Bjos

      Excluir
  2. Pela resenha, o livro parece ser um pouco clichê, e eu não curto muito livros assim.
    Se bem que é um pouco difícil eu ler romances, pois não é um dos meus gêneros favoritos..
    Mas apesar disso as vezes eu dou uma chance a alguns livros que não me agradam à primeira vista, e confesso que fiquei um pouco curiosa porque muitas pessoas elogiam os livros da Carina, e além disso, ela é brasileira e particularmente, eu gosto muito de ler livros nacionais.
    O livro é um pouco grande e tem uma capa muito bonita. Olhei o preço no Submarino e o preço está bem barato.
    Talvez quando eu arrume mais tempo eu decida comprar. :)
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se leu nada da Carina, leia logo!
      Mas aconselho a ler os outros primeiros... São bem melhores!
      O livro é sim um pouco clichê, mas vale a pena ser lido!
      Dê uma chance a Carina, ela merece sem dúvidas!

      Bjos

      Excluir
  3. Também fiquei com esse mesmo feeling q vc, o final poderia ter chegado umas 200 páginas antes!

    Apesar de ter adorado Luna e Dante <3 achei que eles tiveram mto 'on' e 'off' ao longo livro.. preferiria que tivesse tido menos enrolação nesse quesito. sei lá, fazer eles demorarem a ficar juntos seria melhor..

    enfim, Carina REEEEEALMENTE é Carina. Pra mim, é a melhor autora nacional sem tirar nem por. Por isso eu esperava um pouquinho mais deste livro :(

    Ainda assim, acho que merece mto ser lido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo Nath, Carina é Carina e merece toda atenção do mundo!
      Mas também fui ler esperando muito, e me decepcionei um pouco...
      De autora brasileira, nesse mesmo gênero, para mim a Bianca Briones se supera! Amei o primeiro livro e mal posso esperar para ler o próximo, me conquistou de uma forma única!

      =***

      Excluir
  4. Que capa linda!!
    Não tenho muito interesse em ler este livro, talves se ele fosse mais pequeno, eu leria..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Giovanna, o tamanho assusta um pouco =/
      Mas valeu a pena cada horinha de sono que eu perdi por ele!

      Excluir
  5. Oi!
    Primeira resenha que leio desse livro!! Carina é diva, sempre arrasando nos lançamentos! Fiquei apaixonada pela capa desse livro e com certeza está na minha wishlist, pena que o final é meio previsível e você achou desnecessário tantas páginas rs.
    Beijos,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Carina é diva, sempre!
      O livro é bom, só não é melhor do que os outros dela! Não espere nada comparado a Perdida! O problema acho que foi esperar demais do livro =/

      Bjos

      Excluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei