11 março 2015

[Resenha] Eve e Adam - Michael Grant e Katherine Applegate


 Título: Eve & Adam
Autores: Michael Grant e Katherine Applegate
Editora: Novo Conceito
Páginas: 269


Filha única da poderosa e fria geneticista Terra Spiker, Eve fica entre a vida e a morte depois de sofrer um acidente de carro. O processo de cura no misterioso laboratório Spiker transcorre com uma rapidez impressionante, o que desperta a curiosidade da menina. Antes que Eve estreite os laços com Solo, um rapaz que compartilha segredos com a corporação, a Dra. Spiker lhe propõe um desafio: Eve terá a chance de testar, em primeira mão, um software desenvolvido para manipular gens humanos. Ela poderá criar um namorado sob medida! Mas brincar de Deus tem consequências, e agora Eve vai descobrir até que ponto existe perfeição.


O que eu posso dizer, gente? Foi amor à primeira vista. Assim que eu olhei para esse livro eu sabia que eu ia dar um jeito de ler fosse pelo computador, fosse o físico - Deus abençoe o Black Friday haha -. Então quando ele chegou eu fiquei frustrada porque achei muito fino. Eu ainda estou lendo, mas resolvi escrever a resenha porque quando ele acabar vou ficar meio louca querendo o segundo, tenho certeza.
O livro começa com o acidente da personagem principal, Eve Spiker - é sinistro, mas legal de um jeito meio mórbido, adoro livro com emoção -. Foi algo absurdamente comum, que podia ter acontecido com qualquer um. Uma hora você está distraída, atravessando a rua, pensando em algo aleatório como uma maçã e no momento seguinte você está numa ambulância com pessoas falando em ruptura, desmembramento e várias outras coisas bizarras.


Posso suportar a dor, me distrair quando ela chega e depois vai embora. Se você pensar em alguma coisa, qualquer coisa, não é tão ruim.


A mãe de Eve, Terra, é uma famosa geneticista e dizer que ela tem muito dinheiro é um eufemismo. Ao chegar ao hospital onde a filha foi levada, a primeira coisa que ela faz é tirar Eve da unidade hospitalar, contra todos os protestos do médico responsável e transferi-la para o laboratório Spiker, onde seria tratada por pessoas de sua confiança. Segundo ela, lá eles conseguiriam tratá-la de forma muito mais eficiente. Lá Eve recebe atenção e tratamento diferenciado e em menos de uma semana se restabelece de forma surpreendente.
Eve conhece Solo, descobre que ele vive sob a tutela de sua mãe desde o acidente de seus pais, coisa que sua mãe jamais havia se importado em mencionar. Eve então começa a se questionar o que mais sua mãe pode estar escondendo dela.
Não me sinto mal falando comigo mesmo. Com quem mais posso falar?
Terra faz com que Eve comece a trabalhar com o projeto 88715, fazendo-a pensar que aquele será apenas um passatempo, pelo tempo em que tivesse que ficar na clínica. Esse projeto era nada mais nada menos, do que criar um ser humano computadorizado, por assim dizer, a partir de várias combinações genéticas. Eve então começa a criar Adam, um homem perfeito. Pelo menos com as características de um homem esteticamente perfeito.
Todo mundo devia ter defeitos. Não é isso que nos torna interessantes? Não é isso que nos impede de sermos cópias uns dos outros?
Solo começa a se questionar sobre o que pode estar por trás do projeto 88715 e resolve investigar. Ele vai descobrir mais coisas do que poderia ter imaginado e tudo muito pior do que ele podia supor.
Conhecemos também a amiga louca de Eve, Aislin, que vive cada dia intensamente. O total contraposto de Eve. A amizade entre elas, no entanto, é indiscutível. Eve vive através de Aislin muitas experiências que ela própria não tem coragem de vivenciar e Aislin tem em Eve seu porto seguro, alguém que sabe que sempre pode se apoiar, não importa a besteira que fizer.
Aislin traz vida a história realmente, o jeito engraçado dela de encarar a vida de frente, os comentários maliciosos de duplo sentido e as investidas em Solo são de nos chocar e nos fazer rir ao mesmo tempo. É o tipo de melhor amiga que nenhuma mãe quer para sua filhinha, especialmente Terra, mas também o tipo de amiga leal e verdadeira que diz o que precisa dizer, doa a quem doer.
A recuperação milagrosa de Eve esconde muitas coisas. Ninguém deveria se curar de um quase desmembramento sem levar sequer uma cicatriz, muito menos em menos de uma semana. Muitos mistérios envolvem a clínica Spiker, coisas que nos levam a questionar os limites entre o que é certo, o que é moral e até onde você iria para salvar alguém que você ama.
Amei o livro, mas ainda estou chateada por ser tão... breve, por isso as 4 estrelas. Espero que o próximo chegue logo e seja maior kk.

Confira o Book Trailer:


Compartilhe!

10 comentários :

  1. Não sei porquê, mas não consegui me apaixonar pelo livro... mas achei muito legal ver a história sob a sua perspectiva.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lucilene *-*
      Sabe que eu achei também que faltou um pouco de emoção. Talvez uma interação, um entrosamento melhor entre o "casal", principalmente. Espero que eles aprofundem melhor os personagens nos próximos.
      Beijo!

      Excluir
  2. Não é o que eu esperava, não sei o que eu esperava.. huhuhuhuhuh

    Mas eu gosteiii .. adoro um suspense!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luuud! xD
      Engraçado que eu senti mais ou menos o mesmo, diferente, mas diferente como né? KK
      Vamos aguardar os próximos!
      Bjo!

      Excluir
  3. Se é suspense, então vale a pena dar uma lida. Pois sou viciada em livros assim. dá mais emoção ao ler. Espero gostar. Pois a sinopse e a resenha me deixaram curiosa. Mesmo sendo curto, vale a leitura.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele puxa mais para a ficção cientifica, mas te deixa bem curiosa sobre o que está realmente acontecendo por "baixo dos panos" kk'
      Vale mesmo, só espero que o próximo seja um pouco maior ><
      Beijos ;)

      Excluir
  4. Eu sou mais uma das q nao gostaram.
    nao dou nem 2 estrelinhas kkkkkk

    Gostei da montagem da historia e achei interessante,mas os personagens sao horriveis. Nao gostei de nenhum.

    Kkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nath!
      KKKKKKKK Cara, assim, eu achei que eles pecaram um pouco nessa parte também. Porque o livro tem potencial, mas eles precisam mesmo dar uma aprofundada nos personagens (mas a amiga dela é legal, mesmo que tenha um péssimo gosto para homens ><). Talvez pelo livro ter sido meio curto demais, eles não conseguiram aprofundar muito. Vamos esperar que o próximo seja melhor, nesse aspecto.
      Bjo, bjo!

      Excluir
  5. Tenho muito interesse em ler esse livro só de olhar a capa!
    Me chamou muito a atenção!
    Bom final de semana!

    ResponderExcluir
  6. Nossa, essa capa é maravilhosa! *u*
    O livro tem uma história bem diferenciada e ainda por cima é de ficção científica, meu gênero preferido!
    Curti bastante, vou dar mais uma procurada por esse livro na internet, quem sabe pode me render uma boa leitura :* abraços

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei