02 março 2015

Os romances de Lisa Marie Rice!


Descrição pessoal da própria autora

Lisa Marie Rice tem 30 anos eternamente e nunca irá envelhecer. Ela é alta e aprumada e bela. Os homens caem a seus pés como frutas maduras. Ela já ganhou todos os maiores prêmios literários do mundo. Ela é faixa preta e formada em arqueologia, física nuclear e Literatura Tibetana. Ela também é pianista. Já mencionei o Nobel? É claro, Lisa Marie Rice é uma mulher virtual e só existe no computador quando está escrevendo romances eróticos. Ela desaparece quando o monitor é desligado.


Comecei escrevendo uma resenha de Dangerous Lover, mas depois decidi escrever sobre Woman on the Run, por fim, achei melhor fazer uma postagem homérica de uma das maiores escritoras românticas e sensuais da atualidade. Não há um único livro em que Lisa Marie Rice erre a mão; Todos os seus romances são intensos, quentes e viciantes. Mocinhos fortes e heroínas decididas. Ela consegue fazer o leitor se apaixonar até mesmo por seus vilões.

Está entediada e querendo um livro que melhora a cada página? Aqui está a sua autora! Infelizmente nenhuma editora brasileira ainda mostrou interesse em publicar os livros da Lisa, mas orações e pressões estão sendo feitas diariamente, porque ela merece ter um lugar de destaque em nossa estante.

Começo recomendando a apaixonante trilogia Midnight.



Lançados pelo selo Ellora's Cave, a editora é conhecida por suas publicações eróticas, onde permitiu que as portas do mercado literário se abrissem para grandes autoras que atualmente ocupam os principais lugares na lista de best-sellers. Lisa não se preocupa em medir palavras e atitudes em cenas altamente quentes e sensuais, e entre um sexo selvagem e um carinho mais delicado entre o casal principal, há a ação da trama. Muita ação.

A trilogia Midnight ocupa-se em narrar a vida de três grandes oficiais das Forças Armadas: John, Bud e Douglas. Particularmente, tenho uma queda de amores tão grande quanto uma catarata pelo Douglas. Seu romance aborda uma temática familiar com A Bela e a Fera – meu prefeito -, mas com uma profundidade e delicadeza tão crível que a depressão pós-leitura torna-se um fato.


No primeiro livro da trilogia, Midnight Man, somos apresentados a Suzanne Barron, uma talentosa decoradora de interiores que jamais esperaria que seu próximo cliente fosse o homem com quem teve o melhor sexo de sua vida há poucas horas atrás. Perigosamente sexy, John Huntington sabe perfeitamente o efeito que causa nas mulheres e usa isso a seu favor sempre que possível. Ex-SEAL, agora ele trabalha nas sombras do anonimato e acredita que qualquer sentimento romântico deva ser completamente excluído de sua vida... Mas é claro que o poderoso soldado não esperava se encantar por uma bela mulher que também mostra resistência ao amor.

No segundo livro, Midnight Run, temos o romance de Claire Park e Tyler “Bud” Morrison.

Claire está recuperando a sua saúde e sua primeira atitude é festejar no melhor estilo o fim de sua doença. Sua noitada num tempestuoso mundo de encontros e sexo, ela depara-se com Bud; alto, lindo e sedutor. Ele é o prêmio perfeito para a sua vitória contra a morte. Mas, após um intenso fim de semana, Claire descobre que Bud está muito além do que acreditava.

Por sua vez, Bud não acredita que os melhores momentos que já teve em sua vida foram ao lado da famosa princesa rica conhecida por seus escândalos sexuais. Como diz o ditado “quem achou, ganhou”, ele está disposto a conquistá-la... E resgatá-la de um problema que coloca sua vida em risco.
 

Então, a trilogia se fecha com a mais perfeita chave de ouro com o romance entre Douglas e Allegra em Midnight Angel.
Os pesadelos não se detêm quando se abre os olhos…
Uma noite, a grande música e cantora Allegra Ennis perdeu a visão, seu pai e sua carreira musical, vítima de um brutal ataque que não consegue recordar. Agora está sozinha em um mundo de escuridão, com a única companhia dos pesadelos… e um assassino que espreita cada um de seus movimentos.

Cheio de cicatrizes e desfigurado pela guerra, o antigo Seal Douglas Kowalski nunca imaginou que uma beleza como Allegra pudesse amar alguém como ele. Acredita que só poderá desfrutar de uma breve aventura com ela. Mas quando a vida de Allegra é ameaçada, Kowalski se dá conta que fará qualquer coisa para mantê-la a salvo… e a seu lado.

Mulher em Fuga (Woman on the Run) é um dos melhores romances que já li.


Julia Devaux adora sua vida sofisticada na cidade grande. E como não gostaria? Tem um fabuloso trabalho no mundo editorial, alguns amigos maravilhosos, um apartamento de arrasar e a companhia de seu precioso embora temperamental gato siamês Federico Fellini; não poderia ser melhor! Até que de repente, Julia tem a infelicidade de presenciar o assassinato de um membro da máfia, destroçando assim sua vida completamente.


O Programa de Amparo às Testemunhas desloca Julia para morar no fim do mundo; a milhares de quilômetros de distância da livraria mais próxima, onde a única comida rápida são os cervos e a única distração é fazer um sexo rápido com um fazendeiro local que não gosta de falar muito. Por sorte, o que melhor sabe fazer Sam Cooper não é precisamente falar… O ex SEAL Sam Cooper não acreditou na sorte que teve quando a misteriosa Sally Anderson chegou a sua cidade.

- Você não está pronta ainda. - Ele estava suando. Uma gota de suor caiu sobre sua bochecha. - Não consigo parar. Não consigo. - Sua voz profunda era tensa. - Me desculpe.
- Tudo bem. - ela sussurrou.
Em Simpson, Idaho, não há onde beber uma xícara de café decente e muito menos professoras de primário de tirar o fôlego. No momento em que Cooper conhece Sally, apropria-se dela como se fora dele. De fato ele não é muito bom falando, mas faz o que pode para mantê-la satisfeita. Quando descobre que sua vida está em perigo, nada o deterá para mantê-la a salvo e junto a ele.


Na trilogia The Protectors, a autora mostra novamente toda a sua mágica com as palavras ao construir romances que se mostram ótimos em sua simplicidade e clichês.

Em Into the Crossfire, quando o o ex-SEAL Sam Reston coloca os olhos em Nicole Pearce, é desejo à primeira vista, mas quanto mais ele a conhece, mais ela o intriga. Teimosa e orgulhosa a ex-tradutora da ONU, dispõe de todo o seu tempo cuidando de seu pai, muito doente, e de sua pequena empresa de tradução, sem tempo para relacionamentos. Mas Sam é persistente e vai apresentá-la a uma paixão que ela nunca sonhou existir. Ela tenta manter distância desse homem sexy e enigmático, mas eles são forçados a ficarem juntos quando um homem misterioso ataca Nicole, exigindo informações. Sam salva sua vida e começa a protegê-la, mas uma nova reviravolta no caso pode por tudo a perder.

Já em Hotter than Wildfire, o mundo a conhecia apenas como Eve...

Apesar de suas canções venderem milhões, ela era um enigma, um mistério fascinante. Mas para o ex-agente Delta Force Harry Bolt, ela é um anjo cuja voz rouca e sensual, o trouxe de volta à vida após o pesadelo no Afeganistão. Nada mais importa. Agora essa bela mulher amedrontada e desamparada caminhou até a sua porta de empresa de segurança particular, de San Diego, fugindo de algo secreto... e Harry soube imediatamente que essa é a mulher que o salvou.

Ele é a última esperança para essa sereia excitante e sem passado. Ela é cautelosa em confiar nesse duro ex-soldado que promete protegê-la. Poderia ela abrir seu coração mesmo que isso significasse por sua vida em risco?


E deixando o melhor para o final, em Nightfire, Lisa narra as memórias de infância de Chloe Mason que consistem em estadas aparentemente intermináveis em hospitais. Agora adulta e saudável, sua determinação para preencher as lacunas de seu passado a leva a seu irmão há muito perdido, Harry... Que traz o amigo e parceiro de negócios, Mike Keillor, colidindo em sua vida e seu coração.

O ex-fuzileiro naval, atirador e oficial da SWAT, especialista em artes maciais e co-sócio numa bem sucedida empresa de segurança, Mike, pode lidar com frieza e eficiência em qualquer situação. Até que é pego de surpresa por algo que nunca esperou: a paixão feroz e impetuosa. Mas quando Chloe acidentalmente colide com a Máfia Russa, Mike percebe que o mal está escurecendo seu mundo mais uma vez. Ele já perdeu sua família, não irá perder a mulher que o inflama, o faz sentir inteiro novamente.
O fracasso não é uma opção.
Heart of Danger by Lisa Marie RiceI Dream of Danger by Lisa Marie RiceBreaking Danger by Lisa Marie Rice
Em Ghost Ops a autora inicia sua nova trilogia de uma forma explosiva.
Eles são fantasmas. Eles não existem.
Tudo acontece em uma pequena unidade de super soldados de elite, tão secreta que apenas dois homens sabem de sua existência. Traídos por seu comandante durante uma missão antiterrorista, a equipe foi massacrada. Apenas três sobrevivem — e se encontram presos e desonrados. Mas a caminho da corte marcial, eles escapam... e desaparecem.

Bonita, brilhante e determinada, a Dra. Catherine Young está em uma missão para encontrar um homem que desapareceu do nada. Entrar em um refúgio de alta tecnologia com mensagem essencial para Tom "Mac" McEnroe, líder de equipe do traído Ghost Ops, é a coisa mais perigosa que ela já fez.

O soldado que ela encontra é assustador e suspeito, mas seus sentidos revelam o homem que há por baixo: duro, honrado e tão impressionantemente masculino que Catherine se sente fraca em sua presença... Mas se rende aos desejos apaixonados de Mac que colocariam sua vida em um perigo terrível. Catherine tem um dom que lhe permite ver o coração dos outros, e olhar para Mac é como olhar para o coração do próprio perigo.



Atualmente estou terminando a trilogia Dangerous e só posso dizer que a autora não decepciona, principalmente quando um dos "mocinhos" é o mais perfeito anti heróis com o qual já me deparei. Não é todos os dias que sou apresentada a um sexy e perigoso mafioso.

 Leiam! Lisa Marie Rice é mais do que altamente recomendada, é uma lei para todas as leitoras apaixonadas por romances.



Compartilhe!

6 comentários :

  1. Só coisa boa aqui, hein! Uma das séries já até li em pdf. Foi a trilogia Midnight. Gamei nesses homens. São tudo de bom. agora vou ver se consigo ler esses outros que menciona aqui.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Midnight É TUDOOOO!!!! <3
      Douglas é perfeito!
      Já leu o livro do Jacko??? Achei meio fraquinho =( Mas não deixou de ser fofo. Agora estou subindo pelas paredes de ansiedade pelo livro do Metal, hahahahaha...
      "Dizem" as boas línguas que há autora está em processo de negociação com uma editora brasileira. Talvez a Lisa chegue em terras nacionais em breve <3 Vamos ficar na torcida. Particularmente, espero que lancem primeiro "Mulher em Fuga", que é um dos meus favoritos dela.

      Excluir
  2. Fico impressionada com a mudança das capas! haha' sério, pra mim é tudo igual.
    Não me interessei muito por essas séries não.
    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As capas seguem uma linha de tema. Não dá pra colocar uma capa dessas em um chick lit, por exemplo. Por isso, quando o gênero é mais sensual, sempre tem alguma parte do corpo aparecendo.
      Não sei qual é o seu estilo de leitura, mas para as leitoras que gostam de romances, Lisa Marie Rice sempre é a minha primeira indicação. :)

      Excluir
  3. Não conhecia a autora, mas gostei bastante de saber um pouquinho mais a respeito. Não vou dizer que não gosto de livros hot pois eu nunca li um, mas o assunto não me atrai, sei lá.
    Tudo que Motiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os livros da Lisa são mais românticos-sensuais, tem cenas quentes, mas estão longes dos super hots que estão bombando hoje em dia. :) Não é nada pesado. São lindas histórias que super indico para fãs de mocinhas fortes e mocinhos corajosos e possessivos, ahahahahah

      Excluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei