[Resenha] Complicado Demais

Complicado Demais
Rock Star 2
S. C. Stephens



Após se envolver num triângulo amoroso que culmina numa traição devastadora, Kiera jurou aprender com os erros cometidos. Ela está determinada a nunca mais infligir aquele tipo de sofrimento a ninguém, principalmente ao homem talentoso e sensível que é o dono do seu coração. Mas a vida oferece novos desafios a cada relacionamento e, quando o amor de Kiera for submetido ao teste máximo, será que o sentimento vai sobreviver? Será que, por uma intensa paixão, vale a pena encarar um desafio tão complicado? Amar é fácil... confiar é que é difícil.



Em Intenso Demais, primeiro livro da trilogia Rock Star, os leitores viveram um turbilhão de emoções contraditórias através de um triângulo amoroso que despertou os mais diversos sentimentos, até chegar ao seu desfecho final, quando a paixão não podia mais ser encoberta e as decisões deveriam ser tomadas, para evitar o sofrimento.

Em Complicado Demais, o leitor tem a oportunidade de conhecer o desenrolar do relacionamento entre Keira e Kellan, se o proibido que alimentava a relação dos dois era o verdadeiro tempero do relacionamento, ou se, de fato, eles estão prontos para construir um relacionamento real, verdadeiro em todo o sentido da palavra.


Keira e Kellan continuam super apaixonados um pelo outro, impossível não amar mais o Kellan, pois ele sempre está disposto a mostrar o seu amor através de palavras ou ações que deixem a sua namorada mais segura dos seus sentimentos. Realmente, um personagem cativante. Keira, nesse segundo livro, afirma constantemente que mudou, está mais forte, mas apresenta sempre surtos de insegurança. Como se não se considerasse merecedora de ter um relacionamento com um homem como Kellan, muito cobiçado pelas mulheres de qualquer idade. Essa insegurança se intensifica quando os D-Bags são convidados para fazer uma turnê de seis meses, que manterá os dois separados.

A questão central, então, é: um relacionamento que começou com traições é forte o suficiente para resistir às tentações apresentadas pelo caminho, mediante uma separação que não contavam?

          É nisso que dá quando o seu relacionamento começa com uma traição – um poço sem fundo de dúvida. Se somos capazes de trair alguém, então alguém também é capaz de nos trair.

Acostumada com a constância em sua vida, envolver-se com alguém tão pouco previsível quanto Kellan fará com que Keira muitas vezes se perturbe, sofrendo muitas vezes em silêncio seus medos infundados, já que tem a promessa de que aventuras não o satisfará como antes, pois tem um namorado que se sente completo com ela.

Mas, um dos pontos positivos desse distanciamento é o aprender a confiar plenamente no outro, admitir medos e falhas que, ao invés de fragmentar o relacionamento, pode fortalecê-lo grandemente, pois situa os dois em um mesmo desejo, um mesmo caminho a ser percorrido.



Sim, mais uma vez, senti raiva da Keira, em diversas vezes pela sua indecisão e desconfiança. Mas apreciei o amadurecimento gradual que foi se desenvolvendo ao longo da história, a autora soube dosar bem os momentos que propiciou essa característica na personalidade dela. Kellan, como disse anteriormente, é um personagem completamente cativante, pode-se sentir seu carisma através das páginas do livro, e nesse segundo livro ele foi impecável.

Para os fãs da trilogia, com certeza, é uma leitura que não pode ser deixada de lado.








7 comentários:

  1. Oi Luci, tudo bem?
    A Kiera realmente tem horas que deixa a desejar.
    Eu gostei muito do primeiro livro, e este segundo não me decepcionou.
    Ótima resenha.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Lia, a Keira, de fato, tem momentos que deixa a desejar. Houve momentos que eu queria entrar no livro e dá umas sacudidas nela e trazer o Kellan para mim :P

      Excluir
  2. Eu gostei do segundo, achei que deu para ver bem a construção de um relacionamento, construir a confiança entre dois.

    Mas o livro um ainda é meu preferido!

    ResponderExcluir
  3. Essa semana da trilogia quem tem deixado bem curiosa com o livro. Embora tenha um triângulo... odeio isso, pq sempre acabo gostando do que a moçinha esquece... enfim, os cenários desses livros é o que mais me intriga. Pelo visto, você gostou bastante. Ai, leio ou não leio? Eis a questão... hahaha


    beijos,

    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. huhuhu nesse não tem problema, pq não vi uma menina q não gostou do cara qeu ela escolhe! kkkkk

      Excluir
    2. O que mais provoca nesse livro é que não é aquela coisa típica, de a menina ter que escolher entre o mocinho dos sonhos e um cara ruim. Os dois homens são maravilhosos, por isso que que o livro desperta tantas opiniões e sentimentos contraditórios.

      Excluir

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...