[Resenha] Duas Vezes Amor - Katie Cotugn

Duas Vezes Amor – Katie Cotugno
Editora Rocco, 2014.



É possível se apaixonar duas vezes pela mesma pessoa? Em Duas vezes amor, elogiado romance de estreia da norte-americana Katie Cotugno, a jovem Reena descobre que sim. Aos 16 anos, ela vê seus sonhos interrompidos por uma inesperada gravidez, ao mesmo tempo em que enfrenta a ausência da mãe, que morreu quando Reena era criança, a indiferença do pai e o sumiço do namorado, Sawyer. Mas quando ele retorna à cidade, dois anos depois, e fica sabendo que é pai de uma menina, Reena tem a chance de tentar entender o que levou o garoto a desaparecer. E desse reencontro, os dois descobrem o amor pela segunda vez.

Quem me conhece sabe que eu amo três linhas de leitura: primeiro, vizinhos que se amam (eu realmente sou apegada a este tema, meu preferido, falou que são vizinhos eu leio tudoooo, mesmo que nunca tenha me apaixonado por um); segundo, melhores amigos que são apaixonados um pelo outro (geralmente um vai embora e volta anos depois e tenta reconquistar quem ficou); terceiro, livros com crianças <3 eu amooo história que tem crianças (de qualquer idade) envolvida.
Quando li a sinopse deste livro pensei que tinha encontrado o ‘meu’ livro, amigos apaixonados, um vai embora e outro fica, e ainda um bebê? Perfeito demais! Haha. Até a metade do livro eu realmente achei que ia ser uma ótima história, mas infelizmente, achei que a autora se perdeu na hora de concluir e não gostei muito da metade final do livro.
Serena, chamada carinhosamente de Reena, é uma garota de dezesseis anos apaixonada pelo filho do sócio de seu pai, Sawyer, e pensa que ele nem mesmo a nota. De repente, Sawyer começa a namorar sua melhor amiga Allie e Reena fica de coração partido!
Entre acontecimentos que não vou citar muito pra não dar spoiller, os dois começam um relacionamento meio às escondidas e pááá, ela engravida! O problema é que ele vai embora da cidade e não dá notícia por DOIS ANOS, isso mesmo. Dois anos sem ninguém, nem os pais dele, saber o paradeiro do menino. Isso não se faz, Sawyer! 0o

“Eu soube assim que o vi que o aparecimento de Sawyer liberaria todo tipo de coisa ruim para meu pai, e só de ficar perto dele sou tomada por uma sensação familiar de frustração e vergonha. Por um segundo, tenho dezesseis anos de novo, estou grávida e desesperada, cada plano cuidadoso para meu futuro se desfaz como sementes ao vento.”

Enfim, eis que quando Hannah, a filhinha deles, está com cerca de um ano e meio, o papai pródigo retorna à cidade, bem agora que Reena está namorando o irmão gêmeo de sua atual melhor amiga. Nem preciso dizer que isso causa uma reviravolta na história né?
O que achei legal foi a maneira que mostraram as mudanças na vida de uma garota de 16 anos que engravida, sonhos deixados de lado, decepção na família, mas em momento nenhum ela se mostra arrependida por ter Hannah, a quem ama com loucura. Não gostei muito do personagem Sawyer, mas gostei da história.

“– Amo você. – Ele falou mais uma vez, agora com mais clareza, bem em meu ouvido, a respiração fazendo cócegas. Sentia-me como uma bomba de hidrogênio. Tentei ficar imóvel, mas sabia que Sawyer conseguia sentir meu corpo inteiro se enrijecendo, um corredor pronto para começar uma corrida...   Preparar...   Fogo.”

O livro tem capítulos alternados entre o passado e o presente, mas todos na visão de Reena. Enfim, é um bom livrinho para passar o tempo. Leve, nada muito intenso. Algo como a ‘sessão da tarde’, rs. Eu leria outro livro dessa autora facilmente.




14 comentários:

  1. Só de ler a sinopse já fiquei com vontade de ler, depois da resenha quem diga :p
    Mas não gostei muito da que tem trechos misturados de passado e presente, geralmente eu fico impaciente com livros assim >.<
    Te indiquei em uma TAG lá no meu blog: http://muchdreamer.blogspot.com.br/2014/10/tag-meus-livros-ninguem-sai.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei a indicação Sharon!
      Em breve respondemos por aqui---
      Bjos!

      Excluir
  2. Achei a história até um certo ponto fofa, mas namoros que começam assim nunca acabam bem. E esse cara é um tremendo bundão pelo que estou vendo. Não nego que fiquei curiosa a respeito da garota e por ela vou tentar ler. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. A historia e muuuito emociante, uma garota que tem sua vida sindo transformada por causa de gravidez não e nada facil!
    Ela muito corajosa, em volta depois de anos e recontrar o garota e
    ser apaixonar pela segunda vez!

    ResponderExcluir
  4. Tive a mesma sensação que você, tanto que li em um dia.
    Mas gostei, afinal de contas.

    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  5. Depois da resenha, me deu um friozinho na barriga de ler, será que vou gostar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenta Ana, e depois passe para nos dizer o que achou, combinado?

      Excluir
  6. Oii!
    Eu adorei a resenha do livro. Eu ainda não o conhecia e fiquei apaixonada pela Fofura do livro.
    Adoro quando são romances com protagonistas adolescentes.
    Coloquei na lista já!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faala xará. Se você gosta desse tema, acho que vai gostar do livro!

      Excluir
  7. Também achei que a autora se perdeu, o livro tinha tudo para ser maravilhoso mas no fim tiveram coisas que não foram bem explicadas e deixadas de lado. O Sawyer é muito sem noção pra mim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ai, anônimo, vc é minha alma gêmea.
      não gostei do Sawyer tb! hahahahaha
      e tb achei q faltou mta coisa, tipo o fato de ele ter sumido esses dois anos.. oi?

      Excluir
  8. Não conhecia o livro ainda, mas não despertou meu interesse.
    Tem pontos positivos, é claro, mas não parece ser tãooooo bom assim! =(

    ResponderExcluir

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...