[Resenha] O caçador

O caçador : As Trevas da Verdade 
Victor Bulhões


Adrian é um jovem que sem saber, possuía o sangue sagrado dos caçadores em suas veias, nascido e criado na Romênia, por seu avô Bernard, seu único companheiro e mentor, que lhe ensinou todos os valores que precisava aprender para ser um bom caçador, um homem honrado e benevolente. Foram longos anos de paz, tudo caminhava para que se tornasse apenas um homem que vivia com o que a mãe natureza tinha a oferecer... Até o momento em que um misterioso viajante, traz notícias de seu pai, há muito tempo desaparecido. A verdade obscura que lhe fora escondida será finalmente revelada.
Criaturas que habitavam os seus piores pesadelos viriam à tona. Estava na hora de abraçar seu destino. Seus dons adormecidos seriam usados novamente para combater as trevas que reinavam sobre a humanidade. A guerra está apenas começando.



Olá queridos, hoje venho contar para vocês sobre um livro Nacional que li essa semana.  Eu ganhei esse livro pela parceria com a Editora Selo Jovem. Eu de primeira amei essa capa, condiz totalmente com o nome do livro.


O livro começa em uma cabana isolada na Romênia, no começo de XIX. Já no começo, com os pensamentos de Bernard, temos um certo mistério no que ele esconde de seu neto, Adrian.
Adrian é criado pelo avó e perto de completar 18 anos, uma visita inesperada surge na madrugada. O viajante trazia um recado de seu filho, pai de Adrian, de que precisavam deles, pois as coisas não andavam bem e precisavam de toda força que pudesse contar. E nesse misterioso recado, é solicitado a ajuda do lendário caçador, que deveria ressurgir nesse século, para travar uma luta definitiva com o mal sobre a terra.

Bernand, então resolve contar para seu neto o seu legado, sobre a historia de sua família e a lenda dos Caçadores.

A Arma possuía em torno de trinta centímetros e estava impecável, o cabo feito de madeira de carvalho exibia o antigo símbolo dos caçadores, um caixão que possuía um foice no lugar da cruz cristã traducional, este símbolo demonstrava que até as criaturas mais temidas podiam ser mortas, simbolizava o poder da raça humana. 

Eu amo livros de vampiros, e ao ler esse tipo, eu sempre espero ficar surpreendida. E eu gostei muito da premissa desse livro. Eu gostei da escrita do autor, e esse é o melhor começo que se pode ter para gostar de um livro.

As lendas e justificativas criadas pelo autor para o enredo é um tanto diferente e original. Dessa parte eu gostei.  A origem dos Vampiros e dos Caçadores é muito boa, e peguei algumas coisas nas entrelinhas que daria uma ótima continuação. Pois querendo ou não, a criação dos dois se cruzam em diversas ocasiões dentro do enredo, então pode-se criar uma série totalmente dinâmica.



Infelizmente, o livro é curto, e logo quando está no ápice, acaba, e fiquei querendo um livro maior. Algumas partes eu acho que poderiam ser melhoradas nos próximos, como uma descrição mais detalhada de algumas cenas, querendo ou não é um mundo totalmente novo, o que dá ao autor a oportunidade de criar coisas fantásticas. Um exemplo disso é a parte do treinamento do Adrian, achei que faltou detalhes, que poderiam ser mais aprofundados, por que o caçador é a base da história.

Uma coisa ruim para mim no livro, é o fato do personagem aceitar bem tudo o que é jogado em seu colo, de repente ele é o fodástico, e precisa lutar contra todo o mal da terra, e ele aceita isso muitos bem.  

"Drácula se deleita com o sangue imaculado. Os gritos das almas atormentadas ecoam pela eternidade. As trevas devoram a luz e todos os filhos de Deus. Os portões do inferno se abrem, para que o filho da Besta caminhe entre os homens... "

Bem, como eu disse, é um livro rápido, então eu não tenho uma opinião concreta sobre a obra, eu precisava da continuação para tirar algumas conclusões. Mas, em geral, eu adorei a concepção da história, a leitura rápida e fluída, e os toques de ironia.


9 comentários:

  1. Já havia lido a sinopse deste livro antes. E já estava ansiosa pra ler. Agora, lendo a resenha, fiquei encantada com a trama e o personagem. Espero conseguir ler este livro logo. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beth, eu gostei muito da ideia do livro, acho que o autor é iniciante, então ficou algumas coisas soltas, mas vale a pena ler!

      Excluir
  2. Não fiquei interessado no livro...
    Ainda mais ele sendo tão curto quando poderia ter aprofundado melhor na história...
    Eu n gosto de livros em q o personagem precisa salvar o mundo e ele simplesmente o faz sem questionamentos ou até msmo fraquezas, isso torna o personagem menos e real e palpável...

    ResponderExcluir
  3. Oie,

    Venho tentando ler mais livros nacionais ultimamente. >.< Alguns me surpreendendo demais, mas alguns deixando a desejar. Achei bem interessante a história do livro e com certeza eu leria, mas que nem você disse, o personagem principal aceita demais as coisas, as vezes isso prejudica a leitura. Vai ter um próximo?

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Paulinha, pelo que tudo indica, sim vai ter mais, só não temos uma data para isso!

      Adoramos ler nacionais, qualquer coisa add no face e batemos um papo.

      Excluir
  4. Já tinha batido o olho nesse livro pela capa, e gostei da sinopse e da premissa. Mas, ao ver o tamanho do livro prefiro esperar pela continuação para lê-lo, fico imensamente angustiada com livros que deixam muitas perguntas!
    Tomara que a continuação continue no ritmo e evolua a história a ponto de não querermos mais largar.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Lud!

    Ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, mas me parece muito bom. Fiquei absurdamente feliz pelo fato de a história não envolver romance. Acho que peguei um "trauma" de todas as histórias onde o vampiro se apaixona pela mortal... Sempre mais do mesmo.

    Não sou a maior fã de vampiros, mas leria o livro só para ver como é uma história de vampiro sem toda a melação, já que não vejo nada assim há tempos.

    Beijocas

    Cantinho da Bruna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está difícil achar livros sem essa pegada né, ainda mais com os Hot em alta, mas geralmente os livros de fantasia que eu leio não tem muito romance!

      to lendo um nacional de vampiro - OUTRO - e to gostando muito, logo vem resenha!

      Excluir
  6. eu ainda não tinha ouvido falar desse livro,mas fiquei bem curiosa e ja vou tentar achar ele para ler.
    Bjs

    ResponderExcluir

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...