[Resenha] Se Eu Ficar - Gayle Forman

Se eu ficar
Gayle Forman


Editora: Novo Conceito
Paginas: 224

Sinopse: Aos 17 anos, a musicista Mia é uma adolescente como tantas outras. Tem pais amorosos, uma melhor amiga e um namorado apaixonado. Sua vida, no entanto, não é livre de escolhas dolorosas, como decidir se permanece fiel ao seu primeiro amor – a música –, mesmo que isto signifique perder seu namorado e deixar todos os que ama para trás.
Em uma manhã de fevereiro, Mia sai para um passeio com a família e, em um instante, tudo muda. A última coisa que lembra é estar no carro com seus pais e seu irmão mais novo, Teddy, em uma estrada repleta de neve. De repente, está em pé fora do seu corpo, ao lado dos cadáveres de seu pai e sua mãe, observando ela e o irmão serem atendidos pelos paramédicos.
Enquanto tenta entender se está morta ou não, Mia é levada para um hospital, onde, com seu corpo em estado de coma, reflete sobre seu passado e tenta decidir se vale a pena lutar pela vida. Por meio dos flashbacks e dos pensamentos de Mia, o texto explora a vida da adolescente, sua paixão pela música clássica e sua forte relação com a família, com o namorado, Adam, e com a melhor amiga, Kim.


          Eu estava muito ansiosa para ler esse livro mas acho que o tiro saiu meio pela culatra, eu criei uma expectativa muito grande e por isso acabei me decepcionando um pouco com ele. O livro é narrado pela Mia, uma garota que está no Ensino Médio e é violoncelista, bom Mia tem uma família linda e que ela se orgulha, uma melhor amiga que ela adora e um namorado que ela realmente ama. Tudo normal até que ocorre um acidente que mata seus pais e seu irmão Teddy.
          Mas Mia é surpreendida quando acorda deitada na neve e não sente nada, ela anda e vê os destroços do carro, os corpos de seus pais e os paramédicos tentando salva-la. Ela está assistindo a tudo, suspensa entre a vida e a morte enquanto seu corpo está em coma. E agora ela tem uma decisão nas mãos se fica e continua sua vida ou se morre.

Algumas vezes você faz escolhas e algumas vezes escolhas fazem você.
       
 A cada hora do dia ela vaga pelo hospital vendo seus familiares e amigos na sala de espera, lembrando-se  de momentos de sua vida e ponderando a sua decisão. E conforme o tempo passa ela percebe que morrer é a escolha mais fácil, que viver sim é o desafio.

Seja qual for a sua escolha, vai sair ganhando.
Assim como também vai sair perdendo.
O que posso te dizer? O amor é uma merda.
     
   Mas eu tenho que dizer que o que me decepcionou foi que a história tinha um potencial enorme e precisava ter se aprofundado mais, é um tema muito abrangente. Sem falar que eu achei o fim um pouco vago, porque vivemos apenas o drama dela o tempo todo, e no final quando ela toma a decisão… simplesmente acontece. E não vemos no que isso resulta.
          É uma trama muito bem elaborada mas que carece um pouco de profundidade. Embora seja um livro que nos faz pensar melhor sobre a vida ainda assim não entrou para os meus favoritos. Mesmo assim é uma leitura no minimo interessante e peculiar. 
          O que eu gostei foi que no fim do livro temos uma entrevista com a Chloë Grace Moretz (*-*), que vai fazer o papel da Mia no filme e com Jamie Blackley que vai ser o Adam.



Aqui está o trailer do filme, que vai ser lançado em setembro:

Um comentário:

  1. Esse para mim vai ser um daqueles : O filme é melhor que o livro!

    Eu li o livro e achei tão sem sal, como a Gaby disse tinha todas as ferramentas para ser um livro muitooo bom, mas a autora não aprofundou como eu esperava. O livro não tem nem 200 páginas.

    Pelo trailer do filme você espera muito mais do que tem no livro... e foi justamente o trailer que me fez ler... e eu me emocionei em duas partes, por causa do trailler, que eu lembrei bem da cena...

    Vou ler o dois para ver como acaba, por curiosidade.. vamos ver se melhora.

    ResponderExcluir

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...