22 julho 2014

Entrevista: F. P. Rozante


Nascida em 27 de abril de 1990, FPRozante é contadora por profissão e escritora de coração. Apaixonada por leitura e escrita desde criança, descobriu nos livros seu refugio, cura e o caminho para autoconhecimento. Incentivada pelas amigas a perder o medo e a vergonha e compartilhar com os demais suas estórias decidiu criar coragem e passou a publicar capitulo por capitulo e hoje vê seu sonho sendo realizado com a publicação de seu romance Minhas Para Proteger.



ELB - Você começou como uma autora independente, publicando suas histórias capítulo a capítulo na plataforma do Wattpad. É um passo que você considera essencial no início da sua carreira como autora? Você aconselharia outras iniciantes a utilizarem o Wattpad?
F. P. Rozante - Sim, eu iniciei no Wattpad. Acredito que ele foi fundamental na minha caminhada, quando comecei a postar, eu não tinha muita noção da dimensão do que poderia ou não acontecer, nem a quantidade de pessoas que poderiam ser alcançadas. Foi uma surpresa maravilhosa. Aconselho sim, é uma excelente forma de “termômetro”. Quando iniciamos não sabemos muito bem se estamos no caminho certo, pelo menos eu sou assim, eu fico muito insegura, e o Wattpad te proporciona uma relação próxima com quem lê e acompanha o seu trabalho, facilitando a comunicação. Além claro de ser um meio totalmente gratuito de divulgação.

ELB - Como foi para você receber o convite para publicar seu livro por uma editora? Sempre foi seu sonho ser escritora?
F. P. Rozante - Foi mais ou menos assim “Mentira, ele está falando comigo mesmo, alguém me belisca?” kkkkkkk. Até hoje ainda me questiono se realmente é real. Eu sempre escrevi, desde muito pequena eu escrevia pensamentos, poemas, desabafos, sempre tive cadernos e um monte de pastas com rascunhos. Mas sempre foi uma forma de libertação, fuga do dia a dia. Então, acabei criando uma história e escreve, ela não foi divulgada, eu a mantenho muito bem guardada por ela ter muito de mim mesma. Ai na brincadeira, depois de muito incentivo de amigas que acabaram lendo alguns pensamentos aleatórios postado, eu comecei a escrever outra história e divulguei ela no Wattpad, foi ai que tudo começou. Mas na verdade só me dei conta de como isso foi um sonho, quando eu senti que ele estava escorrendo por entre meus dedos. Foi quando comecei a lutar de verdade e buscar meios de melhorar a minha escrita, foi na terceira história postada que surgiu a oportunidade. Eu nunca fui muito de acreditar em sonhos, sempre fui mais racional. Mas acabei descobrindo que as vezes apenas escondemos nossos sonhos, por medo de lutar por eles, medo de se decepcionar.

ELB - Eu também fiquei encantada pela Julia, que alias, é o nome da minha raio de sol pessoal (sobrinha). Logo que terminei o livro, fui fazer uma pesquisa na sua página de Facebook para saber se você era mãe, mas pelo que vi, quem serviu de inspiração foi a sua sobrinha. Como foi construir essa história tão forte sobre a ligação entre uma mãe e uma filha?
F. P. Rozante - Sim, eu não sou mãe e não sou casada...kkkkk, Julia surgiu por acaso na história, inicialmente ela era apenas para fechar uma lacuna, um vazio que a história tinha. Mas ela criou muita força, e conforme eu ia escrevendo eu sentia mais necessidade de encaixá-la nas cenas, quando me dei conta, eu já estava apaixonada por ela e só conseguia pensar que Viviane e Julia precisavam ter uma união única, o laço entre elas precisava ser muito forte, porque uma só existia em função da outra. Eu me inspirei em duas menininhas muito especiais pra mim, na Leticia, que é filha da minha prima e na Laura, que é filha da L.M. Gomes, uma amiga muito especial, elas são as minhas Julia.

ELB - Você acredita de verdade nessa outra dimensão do amor, como uma coisa predestinada a acontecer, como nos sonhos de Romão?
F. P. Rozante - Olha, vamos dizer que hoje em dia sim. Eu acho que todos nós temos alguém predestinado. E acredito que as vezes Deus tenta nos revelar isso, tenta nos mostrar, mas nem sempre estamos atentos para compreender e entender. Hoje em dia eu acredito que talvez o amor, não seja somente uma palavra vazia. Mas nem sempre foi assim... kkkkkkk

ELB - Falando do nosso lindo e querido Romão, quem serviu de inspiração para ele? Você o escreveu pensando em alguma personalidade famosa?
F. P. Rozante - Romão foi uma brincadeira entre amigas que deu certo, kkkkkkkk. Quando comecei a escrever ele era apenas por diversão, então eu criei em minha mente, um homem que tecnicamente toda mulher gostaria de ter, amoroso, gentil, possessivo, protetor, atencioso, um homem que fosse mais do que apenas desejo físico, mas que fosse, amigo, companheiro. Acabei usando o Cory Bond como inspiração na aparência.

ELB - Eu pessoalmente amei sua playlist, mas há alguma música que você pense, ‘Nossa, essa simplesmente foi feita para o livro!’?
F. P. Rozante Amor Sincero – Edson & Hudson – Acho que ela retrata perfeitamente essa busca do Romão pela confiança da Vivi e a luta dela contra todos os seus medos.

ELB - Você foi influenciada pela escrita de alguma outra autora ou autor que goste muito?
F. P. Rozante - Olha eu amo muitas escritoras, Bella Andre, Jaci Burton, Maya Banks, Kristen Proby, Katie Ashley, Colleen Hoover, Kelly Elliott, Mila Wander, Ak Queen, LM Gomes, acho que no fundo tudo que lemos acaba nos influenciando, direta ou indiretamente.

ELB - Qual é o seu estilo de leitura preferido? Você consegue escolher 3 livros que levaria para uma ilha deserta com você?
F. P. Rozante - Romances de modo geral.Histórico, Erótico, Adult, Juvenil, não importa, se tem romance eu gosto...kkkkkk Nossa, complicado escolher apenas três, teria como ser uns 20? kkkkk, mas vamos lá. Maybe Someday – Colleen Hoover, Never Love a Highlander – Maya Banks e Archer’s Voice da Mia Sheridan.

ELB - Você já começou a escrever outro livro? Se sim, conte mais sobre ele para nós.
F. P. Rozante - Sim, estou escrevendo Enlaçados, que contará a história do Leandro veterinário e amigo do Romão. A ideia é que as histórias possam ser lidas independentemente, mas que mantenham o cenário e todos os personagens no decorrer do desenrolar do enredo. Enlaçados, vai falar sobre amor, superação, determinação e aprendizado. Manterei a ideia de família e apoio. Não posso contar muito para não acabar soltando um grande Spoiler. kkkkkk

ELB - Qual a importância que você acha que os blogs literários têm no sucesso de um livro?
F. P. Rozante - Apoio, visibilidade, credibilidade, acredito que um Blog pode tanto te colocar em cima de uma lista, como pode te colocar em último lugar. Resenhas ajudam na divulgação, no despertar do interesse, hoje é fundamental ter esse tipo de parceria, porque acredito que essa relação pode ampliar e alcançar novos públicos/leitores.

Compartilhe!

6 comentários :

  1. Demais a entrevista. Foi um prazer conhecer a autora e saber mais sobre seu trabalho. Não vejo a hora de poder ler o livro dela. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Adoro conhecer mais dos autores.
    Show de entrevista!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Adorei a entrevista, a autora pelo visto é uma pessoa super legal, espero ler o livro dela em breve.
    Beijos!!!!

    ResponderExcluir
  4. meninas... quero ser amiga dessa autora, serio ! super gente boa e divertida. Eu tambem escrevo contos e coloco no wattpad, realmente rola mais coisas ali, mais interação entre as pessoas, algumas viram até suas amigas fieis kkkk

    amei a entrevista. bjus

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei