[Resenha] A Aposta - Rachel Van Dyken

A Aposta - Rachel Van Dyken
Ano: 2014
Páginas: 288


Kacey deveria ter fugido assim que ouviu essas palavras do milionário Jake Titus. O amigo de infância que Kacey não via há anos é hoje um dos homens mais poderosos e cobiçados de Seattle. E ele precisa de um favor dela: que ela finja ser sua noiva em uma viagem para visitar a avó Nadine, que está muito doente. Kacey aceita sem hesitar, afinal, o que poderia acontecer em apenas quatro dias? Mas o que ela não esperava era reencontrar Travis, o irmão mais velho de Jake. Quando mais novo, ele adorava perturbar Kacey: já incendiou uma boneca, colocou uma cobra em seu saco de dormir. Por isso, recebeu dela o apelido de “Satã”. Mas depois de tantos anos, Kacey se vê diante de um homem lindo, por quem se apaixona no momento em que vê o seu sorriso. O que ela não sabe, no entanto, é que os dois irmãos haviam feito uma aposta quando eram meninos: quem se casasse com Kacey receberia um milhão de dólares.


Sabe aqueles livros que te deixam com um sorriso bobo no rosto? Sim, aqueles que você tem que ler escondido das pessoas, senão corre o risco de ser taxada de louca, pelas risadas que você vai soltar durante a leitura.
Então, assim é A Aposta.
Pela sinopse, você fica pensando: bem, são dois irmãos, super lindos — afinal, dificilmente encontramos mocinhos feios em livros —, brigando pelo amor da sortuda mocinha. Mas não, a história é totalmente diferente.
Kacey conhece os irmãos Titus desde criança e desenvolveu um carinho especial por Jake, afinal, ele não era o responsável pelas travessuras que a faziam chorar. Esse era Travis, que desde cedo se encantou pela pequena Kacey e ficou determinado a chamar sua atenção. Sua mente infantil não entendia que incêndios em bonecas e cobras em sacos de dormir ou sapos mortos em sua cama não fazia isso, então acabou sendo o alvo de animosidade dela, que também aprontava poucas e boas com ele durante toda a infância e adolescência. A aposta entre os dois irmãos surge quando Travis está com oito anos e Jake com seis, ponto onde começa o livro: quem casasse com ela, receberia um milhão de dólares.
O tempo passa, e Kacey vê seu melhor amigo, Jake, o que a consolava depois das travessuras de Travis, tornar-se seu primeiro amor. Chegaram a namorar, mas um pequeno, digamos assim, “incidente”, faz Jake se afastar dela, deixando-a com o coração ferido. Anos depois, ele volta a se aproximar dela com a proposta de quitar suas dívidas estudantis, em troca de ela aceitar passar o final de semana como sua noiva com dois objetivos: amenizar sua imagem de playboy pegador de prostitutas e strippers para a família e a diretoria da empresa e fazer a vontade de sua avó de oitenta e cinco anos “à beira da morte”. Aliás, essa vovó é garantia de boas risadas.
Kacey aceita, achando que nada de mais vai ocorrer, quando, ao chegar, depara-se com nada mais nada menos que Travis, o garoto que implicou com ela durante toda sua vida, convertido em um homem lindo, atraente que a fez ficar imediatamente atraída, apesar das péssimas lembranças que tem dele.
Travis... não sei explicá-lo, apesar das travessuras que fez para chamar a atenção dela, é uma pessoa dedicada, com caráter, insegura como se expressar e... ainda completamente apaixonado, que enxerga o irmão e os sentimentos que pensa que Kacey ainda nutre por ele, como um obstáculo.


Como ele poderia desejá-la? Como poderia amá-la como ela merecia, quando tudo que ele queria era apagar completamente o irmão da memória dela?

O relacionamento dos dois se desenvolve de forma deliciosa, ainda com as mesmas brigas e permeado pelas intromissões hilárias da avó, que protagoniza situações impagáveis. Travis, aos poucos, revela-se para ela como a pessoa que verdadeiramente é, por trás das brincadeiras e do instinto competitivo que aflora perto do irmão e dela. E Kacey, apesar de anos de convivência, em poucos dias, passa a conhecer a verdadeira natureza de quem ela acredita amar e de quem acreditava odiar.
Enfim, para quem gosta de um livro com doses equilibradas de humor e romance, com certeza vai amar essa história. Espero que não demore a continuação, pois estou louca para ler a história do próximo irmão e aposto que todos também vão ficar. 










14 comentários:

  1. Ah eu amei esse livro também! Achei a leitura rápida, descomplicada e apaixonante! Muito engraçado pensar que crianças tem cada forma de chamar a atenção!!!
    Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  2. ameeei o livro e adorei a resenha Luci! vc conseguiu captar tudo que eu também achei sobre o livro.

    sem mimimi de menina, de menino, de pais problemáticos. uma leitura super cativante e deliciosa! recomendo bastante.

    ResponderExcluir
  3. A história me parece ser emoção pura. Um romance assim que necessito neste momento. Sua resenha me deixou com muita vontade de conhecer mais a fundo esses dois personagens. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Todo mundo me colocou na cabeça que eu preciso desse livro, ai a pessoa aqui lê uma resenha assim e fica como? Cheia de vontade de gastar o especial do cartão de crédito kkkkkkkk. Amei a sinopse, amei o que vivem me contando do livro e amei a resenha. Adoro livros de irmão apaixonados pela mesma garota ^_^ Listinha, você só cresce.

    Se poder ^_^
    http://cantinhodoslivros.com/blog/

    ResponderExcluir
  5. Pensei que era só esse livro,não sabia sabia que ia ter mais '-'
    Eu já tinha lido algumas resenhas dele e confesso que a sua só me fez ficar ainda mais com vontade de ler,eu geralmente prefiro romances mais adultos ou então que tenham uma boa dose de sobrenatural no meio,é difícil um livro que envolve humor me pegar,estou louca para ler ele *-*

    ResponderExcluir
  6. parece muito divertido, gostaria muito de ler essas partes das travessuras kkkk. embora não goste muito de apostas, há livros que sabem realmente usar esse tema ao seu favor.

    sou uma romantica por natureza , com certeza já está na minha lista. isso , e por que tem um mocinho lindo e determinado chamado Travis no livro. Meninas, sou só eu que pensa que todo Travis é gato e apaixonante? kkkk só em livro mesmo, por que na vida real nunca achei um Travis assim. bjus

    ResponderExcluir
  7. Pessoal, esse livro foi uma grata surpresa, está na minha lista de favoritos. O amei de paixão, foi uma leitura leve, divertida... realmente, estou ansiosa pela história do irmão, vou amar vê-lo cair apaixonado por alguém! É uma leitura super recomendada!

    ResponderExcluir
  8. Adorei a resenha, o livro pelo visto é muito bom, e realmente ele deve arrancar muitas risadas, que confusão toda e que aposta sem noção hein, fiquei besta hahahaha agora estou louca para ler o livro, tenho certeza de que vou gostar muito.
    Beijos!!!!

    ResponderExcluir
  9. Oi,
    Tu não colocou a classificação, fiquei curiosa pra saber a sua "nota".
    Já vi esse livro várias vezes, mas não tinha dado uma atenção especial a ele,mas depois de ler a sua resenha fiquei com uma vontade enorme de lê-lo. Gosto de livros com romance e humor, só não curto triângulos amorosos, sempre fico dividida entre eles. =/'
    Poxa, eles fizeram essa aposta eram muito novos, um com 6 e o outro com 8. A vovó deve ser ótima, vai entrar na minha listinha.

    Visite: Paradise Bookss

    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Hello! *-*
    Fica dividida entre irmãos deve ser confuso. Mas pela resenha se eu fosse a Kacey escolheria o Travis, apesar de na infância ele ter aprontado com ela. Porque se ela já namorou o Jake e não deu certo. Fiquei muito curiosa quanto a que incidente foi esse que os afastou, quero muitoooooooo ler esse livro.
    Bye ;*

    ResponderExcluir
  11. Oiee ^^
    Confesso que "A aposta" vem sendo um dos livros que eu mais quero adquirir ultimamente,essa história da Kacey com os irmão Titus promete.
    E essa maravilhosa vovó,tomara que não aconteça nada de ruim com ela já que está "a beira da morte",nem li o livro mas já tenho um carinho enorme por ela.
    O Jake não tem vergonha na cara mesmo,bater na porta da amiga/Ex que não via há anos para propor uma coisa dessas,mas eu também aceitaria na hora.
    Ps: Imagino os irmãos Titus mais bonito que esse da capa.
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Não achei nada de mais quando li a sinopse. Parecia mais estes filmes da sessão da tarde... tipo: 10 coisas que eu odeio em você! Apesar de adorar filmes assim não curto muito ler estórias assim.
    Gostei muito da sua opinião e me fez querer saber mais... quem ganha a aposta?
    Achei muito fofa a vó e espero que ela fique boa, hehehe. "a beira da morte" não, por favor! Sério, me apeguei!
    Fiquei bem interessada... Bjs

    ResponderExcluir
  13. Adorei a resenha. Geralmente, não curto livros com triângulos amorosos, mas o enredo deste pareceu ser bem interessante, fiquei curiosa para saber onde a estória desta aposta irá dar. Deve ser um livro com uma estória bem fofa e divertida. Acho que daria uma chance. :)
    beijos!

    ResponderExcluir

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...