16 junho 2014

[Semana dos Nacionais] Enquanto a Chuva Caía

Enquanto a Chuva Caía
Christine M.
Editora Novo Conceito
Selo Novas Páginas


Erik não procura mais a garota dos seus sonhos. Vive em busca de adrenalina e de uma razão para continuar cumprindo tarefas obscuras. Ele sabe que é muito bom no que faz e não vê nada que possa ser melhor do que os seus dias repletos de perigo. O que Erik não esperava é que sua paixão por correr riscos seria a sua ruína. Ameaçado, ele precisa fugir para o exterior e viver disfarçado de cidadão comum, trabalhando como advogado em uma grande empresa. Marina comanda o império da família depois de seu pai ter sucumbido ao mal de Alzheimer. Precisa suportar ver os pais tombarem diante da ação implacável do tempo, enquanto ainda carrega a ferida provocada pela morte do jovem marido. Com o comando das empresas nas mãos, ela percebe que nem todas as atividades da corporação obedecem aos manuais de boa conduta. Quando ambos se encontram, presente e passado se misturam, dando início a um mistério arrebatador que os atrai a uma paixão incontrolável. No entanto, os segredos, cedo ou tarde, virão à tona e os colocarão em lados opostos da balança. Nenhum dos dois é inocente, mas será que eles aceitarão as verdades que tanto se empenham em esconder? É possível construir um futuro mesmo depois de descobrir que nesta história não há mocinha nem herói? 




Antes de mais nada preciso dizer que terminei o livro em plena madrugada, e no dia seguinte contei resumidamente a história para alguns amigos, e a resposta deles foi ‘e existe livro tão bom assim? Com essa trama?’, e eu só pude dizer: existe sim, e é brasileiro! 

Enquanto a Chuva Caía nos conta a história de Erik e Marina, eles começam separadamente, um não faz ideia da existência do outro, e nós acompanhamos aos poucos esse encontro.

Marina é extremamente rica e acabou de se tornar CEO da empresa da família, com sede em Nova York, mas espalhada pelo mundo todo, pois seu pai está com Alzheimer e sua mãe precisou se afastar para cuidar dele. Então aos 28 anos, ela já tem um mundo de responsabilidades, se tornou viuva a pouco tempo, seu marido e primeiro amor, o Adam, morreu durante a guerra. Além de todas as responsabilidades a Marina perdeu o marido, o filho que estava carregando e o Adam nunca chegou a saber, e o pai, que apesar de estar vivo não existe mais. A nossa protagonista é forte, poderosa, não deixa nada a atingir, sofre com todas essas perdas, mas não se permitiu um minuto de pena de si mesma, ela simplesmente continuou a viver.

"Evito pensar demais. Levo a vida adormecendo indagações e consultando a agenda assim que acordo, antes mesmo de me perguntar se estou bem ou se deveria dormir mais um pouco. Não penso, porque pensar só traz perguntas, e eu não aguento mais essa falta de respostas.”


Erik vive no Brasil, e acho que podemos considerar ele como o lado obscuro da lei. Sabe quando tem um crime onde a justiça não é feita pq alguém tem dinheiro demais para comprar a lei? Existem algumas pessoas por trás, que vão atrás desses que tentam comprar a lei, e fazem justiça com as próprias mãos, cuidam para que a justiça seja feita mesmo para os que acreditam que possuem a justiça no bolso. Depois de alguns imprevistos Erik é baleado e precisa se ausentar do trabalho por um tempo. Existem algumas pessoas perigosas atras dele, e ele termina sendo designado para uma ‘aposentadoria’, em Nova York, ele vai trabalhar no departamento jurídico de uma grande empresa, já que ele é formado em direito. Adivinhem em qual empresa ele vai parar? Na da Marina, claro! Erik é marrento, com uma história sombria, acostumado a matar as pessoas e a evitar qualquer tipo de envolvimento, ele gosta da vida que leva, e só acabar com essas férias impostas para voltar ao trabalho.

Após alguns dias de trabalho, o Erik vê a Marina e a acha deslumbrante, magra, alta, com uma cor de cabelo tão linda que ele nem consegue descrever, mas ela é a chefe, e nem nota que ele existe. Alguns dias depois em uma noite de chuva o pneu do carro dela estoura e ela entra em um bar oferecendo 50 dólares para quem trocar o seu pneu, Erik se oferece, e se apresenta como seu funcionário, e ela também se vê curiosa sobre esse bonito brasileiro com a barba por fazer.

“Meus instintos primitivos já estavam acesos, e eu queria impressioná-la. Você não achou que minha motivação fosse nobre, não é? Por favor, eu tinha acabado de chegar, só queria alimentar meu ego e ficar com a mocinha. Se eu fosse um super-herói, seria o Homem de Ferro, nada daquela moralidade, poderes espetaculares e excesso de ética extraterrestre de Clark Kent. Eu sou o cara marrento que acredita que pode resolver tudo com ajuda de um Q.I. elevado, tecnologia e charme. Eu ia querer os holofotes, a glória e a mulher mais inteligente e bonita da trama. Esse sou eu, desculpe não conseguir ser melhor.”

A partir daí a história dos dois começa, devagar, ambos possuem um passado conturbado, e querem esconder parte de quem são, também não conseguem pensar no futuro. Então só lhes resta o presente, e é isso que eles tentam aproveitar, o hoje, um dia de cada vez, sem pressa. O romance de Erik e Marina acontece aos poucos... Nada é de repente... Nós acompanhamos as ligações, mensagens, olhares, a história deles cresce junto com a trama e é impressionante ver a evolução dos personagens, dos sentimentos, da história. 
Finalmente um romance onde não é apenas um olhar e amor instantâneo, foi refrescante ler Enquanto a Chuva Caía. 


“– Se você começar a me beijar, não vou parar até que você tenha vontade de ficar sem roupa.
– Não se preocupe... Eu já estou.
Raios, trovões, tempestade... Tufão”

 
Nós temos vários personagens que podemos chamar de vilão, mas nenhum deles é descaradamente vilão, todos nos deixam desconfiados. Mas também há vários amigos. Para mim o melhor personagem secundário é o James! Acho que por eu ter alguém na minha vida exatamente igual a ele me deixou mais próxima do personagem. James é o melhor amigo da Marina, se conhecem desde pequenos, e ele trabalha na empresa da família dela. Sabe aquele amigo pegador, mimado e ciumento, mas que nunca rolou faísca nenhuma? A amizade deles é da mais pura! Não existem segundas intenções, apenas amor incondicional, é uma amizade verdadeira. James é super protetor com a Marina, e faz tudo por ela. Eu tenho um amigo exatamente assim, adorei ver uma amizade sem um dos dois querendo sexo, nem com uma inesperada traição no meio do livro. As pessoas tendem a ter esse preconceito com amizade do sexo feminino com masculino, acham impossível, mas eu sei que é possível e a nossa autora nos mostra isso também. Adoraria um livro só do James.

“A melhor parte dele é não me sufocar, não exigir conversas intermináveis nem abraços sentidos. Ele fica perto o suficiente para me socorrer e longe o bastante para me fazer acreditar que minhas imensas e ridículas quedas são apenas escorregões corriqueiros. Acho que essa é a melhor definição de amigo que eu consigo imaginar”

A autora tem uma escrita sensacional, que prende o leitor de uma forma única. A trama é cheia de mistérios que tornam impossível largar a leitura antes do final. 
Além das perguntas a cerca da história, temos a duvida quanto ao desenvolvimento do romance dos nossos protagonistas. 

A cada começo de capítulo tem um trecho de uma música brasileira, musicas que fazem parte do nosso dia a dia, ou até da nossa história, em alguns momentos eu me vi deitada na cama com a minha mãe ouvindo Chico Buarque. Ou com o meu noivo ao som de ‘só hoje’, do J quest. Achei isso um toque extremamente intimista da autora. 

Enquanto a Chuva Caía tem uma história incrível, cheia de mistérios e amor, e que nos leva diretamente para o universo criado por Christine. Indico demais o livro.









Compartilhe!

19 comentários :

  1. Primeiramente o que me encantou foi a capa linda, depois a sinopse... comecei a ler com um misto de medo e curiosidade, logo sabendo que o não mocinho não poderia ser assim tão mal!! hahahaha
    Amei a leitura e super indico também! Vale a pena!

    ResponderExcluir
  2. Aiii eu amo essa capa... ela é simplesmente linda!!!! Fiquei curiosa com a sinopse também, mas a Lala saiu na frente e leu primeiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahaahha
      Eu tô de paquera com esse livro faz teeeempo =D

      Excluir
  3. Além da capa ser linda e a sinopse instigante, o livro é nacional! Não tem como não querer um depois disso. E é bom ver que os autores nacionais estão ganhando cada vez mais espaço no mundo da literatura.

    ResponderExcluir
  4. eita. esse tava em um lugar não muito perto do topo da lista, mas agora rapidamente foi.
    adoreeeeeeeeeeei a resenha!!!!

    acho que vai ser exatamente meu tipo de livroooo kkk. e mulher CEO? que joooooia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mulher CEO super poderosa!
      Você vai gostar Nath!

      Excluir
  5. Ótima resenha!!
    Me interessei mais por esse livro depois de ler a resenha.

    A Capa está lindaa!!
    Os autores brasileiros estão cada vez mais ganhando o seu espaço, estou adorando..

    ResponderExcluir
  6. Fiquei encantada com a capa e a história. Não esperava isso tudo. Vou ver se consigo um pra mim. Assim poderei conferir cada detalhe mencionado na resenha. Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Gente que capa linda :3
    Adorei a resenha, ainda não sabia sobre o que era o livro e achei muito interessante, a trama parece bem construída, com personagens cativantes e gostei de saber que o romance dos protagonistas são desenrolados de forma lenta..deixa a estória mais real! Fiquei curiosa e acho que vou adicionar á minha lista, parece ser uma ótima leitura!
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Obaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa nisto sou patriota, adoro ver tantos autores brasileiros lançados livros, quem sabe mo futuro lanço o meu rsrsrs...
    Amei a resenha, a capa, a estória parece ser muito bom, já vou procurar a autora no face!!!

    ResponderExcluir
  9. Linda capa, amei sabe que cada capitulo começa com uma letra de música (e que a maioria das músicas eu conheço e amo). Esse livro deve ser maravilhoso. Temos tantos autores brasileiros sensacionais e que são pouco valorizado, bom saber que muitos blog como esse dão uma visão melhor a esses autores. Esse livro com certeza vai entrar para a minha lista. Amei a resenha, ela e os quotes só me fizeram querer ler ainda mais esse livro. Quero muito <3

    ResponderExcluir
  10. A capa é linda, gostei muito da sua resenha, depois dela fiquei com muito mais vontade de ler o livro. Pelo jeito vou amar conhecer a Marina e o Erik, e fiquei mais surpresa de saber que ela é uma CEO, e o Erik é um homem aventureiro e perigoso (prevejo muitas emoções e adrenalina a mil com esses dois). Já acrescentei na minha lista, quero comprar assim que eu puder. Amei saber que é um livro nacional, e ver que os autores nacionais, estão ganhando a cada dia mais espaço no mercado brasileiro, e na minha estante também! Quero muito o livro ;)

    ResponderExcluir
  11. Não é a primeira vez que ouço falar desse livro, e em todas foram comentários positivos, fiquei muito curiosa para lê-lo. Saber que é de escritora nacional, com uma trama tão boa me deixa orgulhosa das escritoras que temos, não perde em nada para as estrangeiras.
    A capa também me chamou a atenção. A resenha esta bem feita. Gostei bastante.

    ResponderExcluir
  12. gostei bastante de como segue a historia. E Eric é bem sincero kkkk gostei disso, torna o personagem mais real. Já conhecia a autora e ja li um de seus livros, do qual tenho o prazer de dizer que tenho autografado rsrs. Adoro a escrita da autora e ela me conquistou nesse só pela capa linda dessas ! Foi de primeira. Depois que li a sinopse e a resenha, mas ja estava conquistada. Já estou acostumada com homens marrentos tenho certeza que Eric não deve ser tão dificil assim e gostei muito da mocinha ser a rica , importante e independente, Estava cansada de ler historias onde as mocinhas eram indefesas e acabavam amando desesperadamente um cara podre de rico, poderoso bla bla bla.

    parabens pela resenha e para a autora claro. Se eu tiver oportunidade, claro que vou querer esse livro autografado tambem . bjs

    ResponderExcluir
  13. já tinha me apaixonado pela capa e por ser Brasileiro eu fiquei louca querendo ler,os livros Brasileiros são sempre uma surpresa! Nunca damos nada por eles mas são os melhores! Sua resenha foi perfeita e me deu mais vontade ainda de ler! Espero ganhar a promoção! :)

    ResponderExcluir
  14. Que capa perfeita(sei que não se deve julgar um livro pela capa,mas não pude evitar :c ).
    No inicio da resenha me empolguei por que a historia parecia ser fantástica pelo jeito como você estava descrevendo, depois fiquei meio confusa e me perguntando se a historia poderia ter tantos detalhes e caminhos assim sem perder um pouco o sentido, e por fim me animei de novo pelo fato da sua resenha ser positiva,e por pelo menos algo de bom entrar na vida da Marina (Erik é claro).

    ResponderExcluir
  15. Amo nacionais, e este não fica de fora.
    Já tenho ele e está na minha pilha de futuras leituras.
    Agora é esperar que a história me encante =) Nossa literatura crescendo a cada dia.

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei