28 junho 2014

Eu indico #4


Oi gente...
Hoje eu vou fazer o Eu Indico com livros que adoro mas nunca consegui fazer a resenha, eles são meus favoritos e eu nunca consegui escrever uma resenha que faça jus a eles. Então aqui está:


Perdão Leonard Peacock - Matthew Quick

           Hoje é o aniversário de Leonard Peacock. Também é o dia em que ele saiu de casa com uma arma na mochila. Porque é hoje que ele vai matar o ex-melhor amigo e depois se suicidar com a P-38 que foi do avô, a pistola do Reich. Mas antes ele quer encontrar e se despedir das quatro pessoas mais importantes de sua vida: Walt, o vizinho obcecado por filmes de Humphrey Bogart; Baback, que estuda na mesma escola que ele e é um virtuose do violino; Lauren, a garota cristã de quem ele gosta, e Herr Silverman, o professor que está agora ensinando à turma sobre o Holocausto. Encontro após encontro, conversando com cada uma dessas pessoas, o jovem ao poucos revela seus segredos, mas o relógio não para: até o fim do dia Leonard estará morto. 
          Como fazer uma resenha de um livro que te perturba, de tanto que muda sua maneira de pensar? Por mais que eu tentasse nunca consegui expressar o que senti com esse livro... É um livro que emociona sem ser piegas. 


Quem poderia ser uma hora dessas? - Serie Só as perguntas erradas Livro 1- Lemony Snicket

          Em uma cidade decadente, onde se criam polvos para a produção de tinta, onde há uma floresta de algas marinhas e onde um dia funcionou uma redação de jornal em um farol, um jovem Lemony Snicket começa o seu aprendizado em uma organização misteriosa. Ele vai atender seu primeiro cliente e tentar solucionar o seu primeiro crime, aos comandos de uma tutora que chama carro de “esportivo” e assina bilhetes secretos. Lá, ele vai cair na árvore errada, vai entrar no portão errado, destruir a biblioteca errada, e encontrar as respostas erradas para as perguntas erradas - que nunca deveriam ter passado pela cabeça dele. Ele escreveu um relato sobre tudo o que se passou, que não deveria ser publicado, em quatro volumes que não deveriam ser lidos. Este é o primeiro deles.
          Esse é um livro incrível, toda essa psicologia inversa me fez ficar com muita vontade de ler. É uma historia muita misteriosa e detalhada, também extremamente divertida. Nunca resenhei pois tem vários detalhes e explicações. Mas eu adoro ele, Lemony é um dos meus escritores favoritos. E eu que eu amo nesse livro é as imagens, e a diagramação sem falar que a capa também é linda! 


@mor - Daniel Glauttauer

          Num e-mail enviado por engano, começa um relacionamento virtual que testa as convicções de Leo Leike e Emmi Rothner. Leo Leike, ainda digerindo o fracasso de seu último relacionamento, responde de forma espirituosa a duas mensagens enviadas por engano por Emmi Rothner, casada. Inicialmente, ela só queria cancelar uma assinatura de revista. Depois, inclui Leo por engano entre os destinatários de um e-mail de boas festas. Na terceira troca de e-mails, o mal-entendido dá lugar à atração mútua, reforçada pelo fato de um nunca ter visto o outro. Nada como a curiosidade instigada por frases bem encadeadas chegando a intervalos regulares numa caixa postal eletrônica para que os dois se esqueçam dos possíveis impedimentos. A cada dia, Leo e Emmi se sentem mais impelidos a marcarem um encontro. Após trocas contínuas de mensagens, está claro para ambos que o marido dela e as feridas emocionais dele não serão obstáculos para que marquem um encontro. O único obstáculo real é a insegurança de ambos quanto à transformação da fantasia em realidade. 
          Outro dos meus favoritos. Esse livro, na verdade, não parece um livro. É como se alguém tivesse imprimido vários emails e os juntado por ordem cronológica. Nós não ficamos sabendo o que acontece entre os emails, mas o melhor de tudo é que as conversas de Emmi e Leo são muito profundas, eles conversam sobre tudo de uma forma única. Sem falar que o amor que surge entre eles me surpreende muito, esse livro me mostrou que é possível se apaixonar pelo o que a pessoa é e como ela pensa, me fez ver que talvez eu não seja a unica no mundo que pensa dessa forma.


A Costureira- Kate Alcott

          Uma jovem ambiciosa e uma estilista célebre sobrevivem ao maior naufrágio da História, mas são arrastadas pelo turbilhão de escândalos que se segue à tragédia. Tess Collins, uma jovem inglesa que sonha ser mais que uma empregada e ver reconhecido o seu talento para a alta costura, consegue emprego com a famosa estilista lady Duff Gordon a bordo do Titanic, que ruma para os Estados Unidos. Porém, a viagem que se iniciou de forma tão auspiciosa acaba se tornando a maior tragédia marítima de todos os tempos. Tess e lady Duff sobrevivem, a primeira para viver as aflições do amor e as chances de ascensão social, a segunda para se ver envolvida nos escândalos do inquérito sobre o terrível desastre naval. Com um pano de fundo histórico, mas sob um ângulo inédito, este soberbo romance acompanha a trajetória dessas duas mulheres apaixonadas pela linha e agulha, tão parecidas e tão diferentes, deleitando-nos com um retrato emocionante de uma época conturbada e de uma sociedade dividida. Tess simboliza a modernidade livre de preconceitos de classe e rica em oportunidades, enquanto lady Duff representa a decadente Belle Époque, um mundo de glamour e privilégio com os dias contados, assaltado pelas contestações sociais, indústria de massa incipiente e pressões da mídia.
            Mais um dos meus favoritos! Rsrsrsrs. Bom eu gosto bastante de romances históricos, e eu amo esse porque é o TITANIC poxa!Preciso dizer mais? A escritora deu bastante enfoque nas reação aos desastres que foi intensa e muito realista e também na diferença entre as classes sociais. Principalmente como a sociedade da época foi afetada por esse naufrágio.

Bom gente, espero que tenham gostado das indicações!!

Compartilhe!

12 comentários :

  1. Realmente estes livros que você recomenda são ótimos. Li todos eles e não me arrependi. A costureira foi o melhor deles todos. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Juraaaaaaaaaa??? Morri com essa Costureira, pq eu não leria não antes de ler aqui...

    mas os dois primeiros eu fico namorando, quem sabe agora eu apresso eles na fila!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apresse mesmo, você não vai se arrepender rsrsrsrs
      Quando eu ganhei A Costureira não coloquei muita fé mas me apaixonei quando comecei a ler <3
      ;)

      Excluir
  3. Nossa... Nunca pensei nesse A Costureira! Parece ser bom...

    Dos que vc indicou só li @mor... e amei tbm! Adorei a forma diferente em q o livro foi apresentado...

    Adorei as indicações!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim foi isso o que eu mais gostei do @mor na forma como ele foi escrito mas tenho que admitir que algumas lacunas entre os emails me deixavam louca rsrsrsrs Fico feliz que tenha gostado das indicações :)

      Excluir
  4. eu tb nunca pensei em ler A Costureira! kkkkkkkk acabo de adicionar à lista infinita.

    Perdão eu li e gostei muito também <3
    E @mor tb, uns dos meus queridinhos.

    adorei as indicações!

    ResponderExcluir
  5. Nossa! Ótimas dicas de leitura, já ouvi falar muito bem desse livros <3 Adicionando alguns a minha listinha.

    ResponderExcluir
  6. Já li O amor e A costureira e ameei, gostei muito tb das outras indicações

    ResponderExcluir
  7. Sério! Nunca me imaginei lendo A Costureira! Sou louca pelo Titanic (na verdade é pelo Leonardo Di Caprio). Colocando na lista, ainda mais que tô na fase de históricos.
    Outro que não achava a menor graça era @amor... Vou tentar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsrs A Costureira não tem Leonardo Di Caprio mas também é bom!! Se você gosta dos históricos esse é uma ótima escolha!! Beijo ;)

      Excluir
  8. Gentennnn não dava nada para essa A Costureira... Choquei, agora tenho que ler.

    ResponderExcluir
  9. Ahhhhhhhhh comprei esse mês Quem poderia ser uma hora dessas?, finalmente. Queria muito o livro.
    Agora quero Perdão também, que desejo bastante.
    Ótimas dicas.

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei