21 maio 2014

[Semana dos Nacionais] Redenção e Submissão - Nana Pauvolih

Redenção e Submissão
Série Redenção 2



Matt é um anjo. Loiro, olhos doces, bom caráter, lindo.
Mas esconde sob a pele paixões violentas, um grande desejo de dominação e de encontrar a submissa perfeita.
Ele a encontrou e se apaixonou, mas ela já era apaixonada por seu amigo. E Matt se afastou.Sophia Marinho é uma morena sensual e voluptuosa de 30 anos. Após dois anos morando em Portugal, retorna ao Brasil e vai ao Clube Catana, onde vê um anjo. E acredita que aquele homem lindo pode ser seu submisso. Ela é uma dome.
No entanto, se depara com uma surpresa: seu anjo é um demônio dominador, um dom de primeira.
E agora? Quem será o dominador? Quem se submeterá?

Bem, quem leu A Redenção de um Cafajeste, e conheceu Matheus, o amigo do nosso querido ex-cafajeste Arthur, com certeza, por um momento torceu por ele. Particularmente, pensei: esse personagem tem que ganhar uma história só dele, porque ele é simplesmente, um mocinho perfeito!
Para minha grata surpresa... sim, ele ganhou uma história, nosso Matt com olhos de anjo e com um chicote na mão (roubando as palavras de Nana Pauvolih).
Matt é um homem bonito, bem-sucedido, dono de uma agência de viagens de sucesso, que conseguiu expandir seus negócios para o exterior. Por trás da sua aparência de anjo, está sua verdadeira personalidade: ele é um dom, especialista na arte de dominação.
De cara, o leitor pode pensar que ele, finalmente, encontra sua submissa perfeita, com quem ele deseja compartilhar sua vida. Porém, quem encontra e se sente imediatamente atraído é uma dome, Sophia, que se engana pela bela aparência dele, e se sente igualmente atraída.


Seus olhos eram de um anjo. Cálidos, quentes, ternos. Não dava para ver a cor, mas eram claros, talvez de um tom mel ou verdes. E infinitamente doces, puros, lindos. Era impossível não fitar aqueles olhos e pensar em doçura, bondade e ... submissão. Eram olhos de um submisso à espera da mulher certa, que mostraria a ele o que era o desejo absoluto, a entrega perfeita. E essa mulher era eu.

            Sophia é uma mulher firme, determinada, com sucesso profissional, que encontra no BDSM uma forma de superar um passado com uma infância infeliz, a qual ela não pôde dominar. Sendo uma dome, ela sente ter o controle que jura nunca mais deixar escapar para as mãos de alguém. Porém, à sua frente, ela se depara com essa inesperada atração por um dominante.
            Sem querer quebrar sua resolução de jamais ser dominada, decide resistir ao atrativo Matt, que também se recusa a adotar um papel submisso, pois vai contra a sua natureza dominante.
            O destino, porém, brinca com os dois, que acabam tendo que assumir uma relação profissional. E, diante do inesperado reencontro, Sophia percebe que é impossível negar o que existe entre os dois, e, como mulher decidida que é, decide conquistá-lo e, quem sabe, provar sua teoria que ela pode transformá-lo em um submisso?
            O que se segue entre os dois é uma relação que delicia o leitor, principalmente para quem gosta de uma história mais “apimentada”, os dois determinados a provar que pode fazer o outro se render aos seus desejos.
Matt, apesar de ser um dominante, tem uma personalidade leve e romântica fora do quarto, o que desperta em Sophia sentimentos que ela teme poder dominá-la. E desejos que ela pensou que nunca teria, passam a surgir, atormentando-a, fazendo-a querer fugir, afastar-se daquilo que poderia fazê-la perder o controle.
Particularmente amei a forma como ela passa a lidar com seus medos e como os dois conseguem, aos poucos, equilibrar a relação. Afinal, quem disse que no amor existe dominantes ou dominados?
Como sempre, Nana Pauvolih escreveu uma história maravilhosa, com personagens apaixonantes. Geralmente, em continuações, algumas autores tendem a mudar um pouco o personagem, mas Matt atendeu a todas as minhas expectativas!
Mais uma leitura recomendada!




Compartilhe!

18 comentários :

  1. Eu já ouvi falar muito do Matt, mas não tenho coragem gente!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia, Carol! O Matt é super fofo!!! Eu tive que me conter, na resenha, senão soltaria spoiler! Rsrsrs

      Excluir
    2. Oi eu queria saber aonde baixar esse livro.

      Excluir
  2. Aiii eu amei Redenção de um Cafajeste, e sempre fiquei curiosa pelo Matt, com certeza uma história que merece ser lida!
    A escrita da Nana simplesmente vicia!

    ResponderExcluir
  3. Nossa. Amei a notícia. Que bom que a autora escreveu uma estória pra Matt. O personagem merecia isso. Ele é tudo de bom. Com certeza vou querer este livro. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Adoro os livros da Nana
    Eu li Redenção de Um cafajeste é simplismente perfeito.
    Chorei horrores.Já li outros dela ,ela é autora SENSACIONAL!

    ResponderExcluir
  5. Já vi alguns livros dessa autora e havia ficado curiosa sobre seus livros, mas não cheguei a ler nenhum... mas com certeza agora vou ler kkk , pelos comentarios e pela sinopse ela é A AUTORA. Parabens pela resenha. Quando eu terminar de ler eu posto outro comentario para dizer o que achei. bjus

    ResponderExcluir
  6. Lucilene, meu anjo, você mais uma vez me fazendo feliz! Que resenha linda, doce, bem escrita, leve, gostosa! Captou o melhor do Matt, passou a sintonia entre ele e Sophia, foi perfeita. Obrigada por tudo. Depois do reizinho, também fiquei com medo de perder a mão com Matt, mas como sempre segui meus instintos e fui embora rsrsrs Bom demais saber que gostou! Um beijo e um abraço bem apertado em você, nas meninas desse blog lindo e em todas as visitantes e seguidoras. Fiquem com Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô Nana, sua linda! Saiba que sempre pode contar conosco!

      Excluir
  7. Adoro o Matt (ai q saudades ...)
    Adoro a Nana!
    Adorei a resenha.
    Como não encontrei o link para comprar, com a V/ permissão deixo aqui:

    http://www.amazon.com.br/Reden%C3%A7%C3%A3o-Submiss%C3%A3o-S%C3%A9rie-Nana-Pauvolih-ebook/dp/B00J2AMKMU/ref=zg_bs_5559899011_2

    Bjos desta Nanete q teve o privilegio de assistir à cena dos cadeados ;)

    ResponderExcluir
  8. Ótima resenha! A Nana é demais e seus livros são um verdadeiro vício, todos eles! Mas essa trilogia eu recomendo, mesmo que você não tenha lido nada dessa autora e não vá ler os outros livros dela, que são maravilhosos também, leia a trilogia!

    ResponderExcluir
  9. Bom Dia!! Os livros da Nana são fantásticos, leio todos que ela escreve, vale muito a pena, são histórias envolventes que desperta no leitor todo tipo de emoção de raiva ao choro rsrs e não esquecendo do mais principal o AMOR!! bjs

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Resenha perfeita, captou bem o que se passa no livro, que é o meu favorito da Nana Pauvolih. Aliás, conheci essa excelente autora há pouco tempo, curtia apenas duas autoras americanas que escrevem livros desse gênero e que grata surpresa saber que temos no nosso país uma escritora desse calibre, talentosíssima. Super recomendo!

    ResponderExcluir
  13. O site da Nossa Dama da Escrita Nana Pauvolih é http://nanapauvolih.blogspot.com , lá vocês encontram contos gratuitos para ler, além de saber tudo sobre todos os livros e outros projetos! <3

    ResponderExcluir
  14. Dome com dome uau, deve pegar fogo rsrs
    Já fiquei curiosa pra saber quem vai se submeter a quem.
    Necessito desse livro, quero, além de que também necessito conhecer esse "anjo com chicote na mão" (amei essa frase).
    Bjokas!

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei