[Resenha] Garota Tempestade

Livro: Garota Tempestade
Série: O Estranho Mundo Jane True - Livro 01
Autor(a): Nicole Peeler
Editora: Valentina

Hoje é dia de contar para vocês a história do Estranho Mundo de Jane True.

Era uma vez uma mulher de 26 anos que morava na pequena cidade de Rockabill, Maine, e não era nem um pouco normal. Contos de fada não se encaixam na vida desta menina. Seu pai conheceu a sua mãe em circunstâncias estranhas: ela apareceu no meio da cidade nua e durante uma tempestade. Se apaixonaram, casaram e tiveram a Jane. Porém, ela foi embora de casa quando Jane era ainda uma criança e seu pai deste então vivia desolado. Imaginem isso numa cidade pequena? Fofocas, fofocas e mais fofocas. Pobre Jane. Tudo piora quando seu namorado morre de uma forma suspeita e Jane é apontada como a culpada pelos moradores da cidade. Não deu, ela simplesmente enlouqueceu (literalmente). Depois de perder sua mãe, perder o amor de sua vida também não foi fácil.

Os anos passaram e nossa querida Jane tentava a todo custo viver bem. Seu pai com problemas cardíacos e ela responsável por cuidar dele; um emprego que amava: numa livraria administrada por um casal de mulheres, ambas suas grandes amigas; uma vida pacata, porém não muito fácil. Recebia o tempo todo olhares pela rua, pessoas cochichando, clientes que a ignoravam... O que a mantinha de pé era seu maior hobby: nadar no mar. Era como um vício, ela precisava. Não conseguia ficar um dia longe de seu oceano... Mesmo no meio de uma chuva, de noite, de dia, não importa. O mar era a sua casa, e ela era uma exímia nadadora. Jane tentava e tentava ser feliz. Até o dia que tudo muda.

Numa de suas noites no mar, Jane encontra o corpo de um dos moradores da cidade e tem absoluta certeza de que ele foi assassinado. Depois disto, coisas estranhas começam a acontecer. Ela é perseguida por um enorme cachorro e levada a um lugar muito familiar: seu esconderijo secreto. E lá é apresentada a toda a verdade que é a sua vida e ela nunca soube. Descobre a verdadeira razão de sua mãe ter ido embora e o porquê de ela amar tanto o mar...

“Ela tem algas no lugar dos pelos pubianos, observei mentalmente; depois, pisquei e corri os olhos pela minha pequena enseada.

Minha faixa secreta de praia, uma vez tão familiar quanto meu quarto de infância, tornara-se um reino alienígena. Como se o imenso cão do inferno, a vovozinha cara de mangá e aquele púbis cheio de cracas já não bastassem, havia ainda um grande globo de luz suspenso cerca de dois metros acima da cabeça da velha. Sem fios que eu pudesse ver, balançava como um lustre, banhando minha pequena enseada com uma estranha luminosidade.”

Aí começa a sua outra vida. E, é óbvio, que ela envolve um homem lindo, gostoso, sexy e ... vampiro. Ryu é um investigador enviado à Rockabill para desvendar os mistérios por trás da morte do homem que Jane encontrou no mar, e se encanta por Jane, a maluca da cidade (que não é tão maluca assim).

Ao se envolver cada vez mais no mundo sobrenatural, Jane descobre que quase todas as histórias são verdadeiras. Vampiros, goblins, súcubos, íncubos, elfos, gnomos, existem, e estão entre nós. Além de kelpies, selkies, ifrits, alfar... Existem tantos seres mágicos que é como se ela conhecesse um mundo completamente novo.

Mas, nem tudo são flores (e sexo). Eles descobrem que meio-humanos (frutos de uma relação entre seres sobrenaturais e humanos), como ela, estão sendo assassinados. E Jane é a próxima da lista.

Agora, a nova Jane True deve se redescobrir em meio a tantas revelações e começar a se adaptar ao seu novo mundo. E também aprender a resistir a um tal vampiro sexy, e oh, tão quente que eu quero pra mim.

“Se Ryu estava de alguma forma ciente da tensão que provocara, não deixou transparecer. Simplesmente manteve seu discurso educado – em francês, nada menos do que isso – com a primeira recepcionista e com o concierge. Depois, dirigiu-se a mim, pegou minha mão, beijou-a e me conduziu pelo saguão, deixando que nossas malas fossem levadas ao quarto. Se tivesse desembainhado uma espada e me decapitado, as várias funcionárias que se reuniram lentamente atrás do balcão não teriam ficado mais horrorizadas. Nada me surpreenderia se, no dia seguinte, todas comprassem um AllStar.”

Quando vocês lêem esta descrição pensam logo: ok, eu já li isso antes. E eu respondo meus queridos: sim, vocês já leram esse enredo trocentas vezes, mas não, vocês nunca leram nada parecido. Eu garanto.

Nicole Peeler pega elementos já bem conhecidos pelo público, junta tudo e transforma em algo impressionante. Isto é Garota Tempestade minha gente. Com uma narrativa única e extremamente hilária, esse livro me pegou de jeito. Me envolveu tanto que parecia que eu estava em outro lugar (especificamente Rockabill).

E o que falar de Jane True? Uma doida. E muito engraçada! Mas ao mesmo tempo tão triste... Tudo que aconteceu parece tê-la quebrado de um jeito que nem a própria Jane achava que tinha conserto, mas aí a vida bum! Dá uma reviravolta e tudo muda. Ela tem a chance de recomeçar a vida neste mundo todo novo que surgiu bem na sua frente, mas parece tão difícil superar tudo que aconteceu. Pobre Jane, ela nem imagina o que ainda vai acontecer.

“Sua expressão e seus caninos aparentes falavam muito de sues intenções para a noite, e eu não sabia se saía correndo ou se o cobria com o recheio das lagostas e o comia de uma vez só ali naquele exato momento.”

Ryu... O vampiro sexy-lindo-gostoso-quente e manipulador, é daqueles personagens de te derreter toda. Com um ar de cafajeste e ao mesmo tempo um gentleman, ele atrai magicamente Jane e a faz começar a esquecer todos os problemas de sua vida e relembrar como pode ser bom estar com alguém... e fazer sexo, muito sexo. Mesmo com toda a investigação rolando e todo mistério sem ser resolvido, ele consegue deixar as coisas bem mais doces (e quentes). Preciso dizer que me apaixonei?

“Ele se despiu na velocidade da luz e me deixou quase nua no mesmo tempo recorde. Fiquei muito lisonjeada com sua necessidade evidente, o que também não deixou de ser engraçado. De repente, como quem se lembrava de alguma coisa, levantou-se para pegar a carteira. Quando surgiu com uma camisinha, assenti com a cabeça. Suspirou, atirando-a perto do meu joelho. Ignorei sua decepção; enquanto não tivesse certeza de que não acabaria dando à luz a bebês com os meus olhos e as presas de Ryu, manteríamos as coisas bem embrulhadas.”

As amigas de Jane e donas da livraria, Grizzie e Tracy, são personagens formidáveis. Dão todo um toque de realidade à história, mesmo sem saber o que de fato está acontecendo, como que mostrando à Jane “hey, mesmo que haja um assassino matando seres sobrenaturais e você parece ser a próxima, não se esqueça que amanhã tem expediente aqui na livraria e ah, seu cabelo está horrível Jane! Vamos marcar um horário no salão?”. Eu simplesmente amei a Grizzie e a sua especialidade em dar presentes constrangedores. =D

Gostei muito da diagramação e não encontrei nenhum erro grave no livro. Mais uma vez a Editora Valentina deu show! A tradução está impecável, e agora posso afirmar, pois no mesmo dia que terminei de ler Garota Tempestade, não aguentei de tanta ansiedade e comprei os ebooks dos próximos em inglês. Então pude perceber que o tradutor da Valentina mandou bem pra caramba, pois tinham vários casos que poderiam ficar estranhos passando para o português, mas ele deu um jeitinho e manteve todas as piadas! Amei!

Nicole Peeler realmente me cativou em Garota Tempestade e me fez passar horas e horas lendo sem nem perceber. Jane True veio com tudo para ficar na estante dos meus livros preferidos *_*.

Leiam esse urban fantasy de tirar o fôlego, que vocês não se arrependerão. Sexy, divertido e arrebatador, este é um livro que certamente veio pra arrasar, e vocês não podem ficar fora dessa, não é? Então leiam! E se apaixonem por um certo vampiro como eu...

“Mais uma vez, meu cabelo estava preso num coque frouxo. Quanto aos seios, tinham sido tratados da forma antiga. Quando expliquei a Elspeth minhas preocupações, que eu não poderia usar nenhum dos sutiãs que havia levado e não usar sutiã estava fora de cogitação, ela disse que não haveria problema. Achei que faria alguma mágica, um feitiço para manter tudo firme no lugar. Mas não: para meu horror, pegou um rolo de fita adesiva de dentro da bolsa.

- No amor e na moda vale tudo! – disse, a fita fazendo um ruído horroroso à medida que desenrolava. Portanto, por baixo de meu vestido, eu estava toda amarrada como um pato assado, mas ninguém precisaria saber disso, exceto eu mesma. E a equipe médica que eu planejava chamar para tirar aquilo depois.”
O livro 02 da série, Caçadores de Tempestade, será lançado aqui no Brasil no início de 2014 pela Editora Valentina, aguardem!

Gostou da resenha e quer saber ainda mais sobre o livro? Acompanhe a nossa página do face que durante o final de semana postaremos mais quotes do livro!

Compre o livro aqui:

           


Saiba mais sobre a série:

Adicione no Goodreads

Leia o primeiro capítulo AQUI.














4 comentários:

  1. Eu li o primeiro capitulo e ja tinha amado! Agora que fiquei sabendo dessas coisas a mais... estou pirando aqui! Gente... preciso desse livro. essa resenha esta me torturando e me deixando cheia de vontade

    ResponderExcluir
  2. é muito bom esse livro não??

    estamos esperando o livro 02 ansiosamente... apesar da Luiza estar lendo em inglês, pq não aguenta esperar! kkkkk

    ResponderExcluir
  3. aiii
    Eu estou louca para ler esse livro!!
    E você também não ajuda né Luiza!

    ResponderExcluir
  4. Que resenha maravilhosa Lu! Isso é uma das coisas que mais gosto num livro, quando um autor pega uma ideia central super batida, mas que desenvolve de tal forma que meio que transforma o livro em algo novo e original. Faz tempo que quero ler essa série, só não consigo gostar da capa que em nada me atrai. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...