15 setembro 2013

[Every Little Movie] Cidade dos Ossos - Instrumentos Mortais

Olá queridos!

Estou estreando hoje uma nova coluna no blog - Every Little Movie - onde faremos resenhas de filmes baseados em livros, comparando com a história do livro, fazendo críticas, elogios e etc.

Para começar, nada melhor que um dos filmes mais esperados desse ano, Cidade dos Ossos, primeiro da série Instrumentos Mortais, uma das queridinhas do povo. Todo mundo estava tão surtado esperando por esse filme...


Eu já tinha lido o livro há muito tempo e até reli para comparar com o filme.

Irei narrando a história do livro e comparando ao filme, por partes. Tentarei não contar nenhum spoiler, mas em algumas partes será inevitável, pois TENHO que comentar, rsrsrs. Vou tentar resumir também, para não ficar imenso.

Clary Fray é uma adolescente de 16 anos que presencia um assassinato em uma boate que ninguém mais podia ver, só ela. Seu amigo Simon diz que ela está louca. Depois disso sua mãe a põe de castigo por ter chegado tarde, mas mesmo assim no dia seguinte Clary sai, e vê novamente o garoto loiro cheio de tatoos que estava na boate e que ninguém podia ver. A mãe de Clary liga desesperadamente para seu celular, mas ela não atende de birra. Por fim, quando ela decide atender, a mãe grita para ela NÃO voltar para casa e o que ela faz??? Volta, é claro. E, chegando lá é atacada por um demônio e acaba matando-o. Sua mãe está desaparecida.

Este início, no filme é bem parecido, e as adaptações que eles fizeram na história não afetaram muito as cenas. Estava bom, até aí.

Jace, o tal garoto loiro cheio de tatoos, salva a vida de Clary e a leva para o Instituto, que é onde ela descobre que na verdade sua mãe é uma Caçadora de Sombras e sua vida não é nada do que ela imaginava. Demônios existem, assim como vampiros, fadas, bruxas e um monte de outras criaturas que Clary pensava que só existiam nas histórias.

Para mim, o filme já tinha começado errado antes de estrear. Quem é o personagem que todas estávamos ansiosas para ver??? Jace, é claro. O lindo garoto loiro, cheio de tatuagens e com um humor negro e sexy. E o que vimos na verdade???

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA, PORQUE??? Não é bonito, não tem humor e ainda tem uma voz horrível. Nãããããããão, esse não é o Jace!

Ok. Temos que seguir em frente e aceitar. Ok. Mas e os outros personagens? Ah, a Isabelle no livro é linda, arrogante, mimada, nojenta, uma patricinha etc etc. No filme? Oh, nem achei que fosse a mesma personagem. Linda? Sim. Mas cadê a arrogânciaaaaa? Cadê a patricinhaaaaa? cadê a raiva que eu senti dela? Porque ela pareceu uma fofa pra mim! O Alec, oh, esse sim. Lindo? Sim. Arrogante? SIM! Gostei! (também né, alguém tinha que ser legal.). Também gostei do melhor amigo da Clary, Simon. Cara de idiota, papel de idiota apaixonadinho, fofo e bonitinho.

E a Clary? Eu também achei boa a atriz e a interpretação. Bem idiota como no livro e bonita como imaginei. Certo.

Depois de chegar no Instituto, Clary se lembra de uma palavra que a mãe dela falou ao telefone: Valentin. O grande vilão. Um Caçador que fundou uma organização secreta, o Círculo, com o objetivo de criar mais caçadores e acabar com os Acordos de paz entre demônios. Houve uma guerra e Valentin foi dado como morto. O que Clary não sabia é que sua mãe fazia parte do Círculo e era mulher de Valentin. E Luke, grande amigo de sua mãe, que sempre esteve ao lado delas, também é um Caçador e fazia parte do Círculo. Agora, sua mãe está desaparecida, Valentin está vivo e eles precisam fazer alguma coisa, pois ele está atrás do Cálice, um objeto sagrado que estava desaparecido e é necessário para fazer mais Caçadores. O desenrolar destas cenas foram bem diferentes no filme, algumas cenas foram cortadas, mas ok. Não ficou ruim, o pior está por vir.

A partir daqui comentarei algumas cenas separadamente, para não contar toda a história.

Jace, Clary, Isabelle e Alec partem em busca de algumas pistas para tentar encontrar a mãe de Clary.

(Tão legal. Só que não. NÃO ME CONFORMO com esse Jace que eles colocaram :/)

Clary é submetida ao exame dos Irmãos do Silêncio para descobrir porque ela não se lembra de nada relativo ao mundo dos Caçadores. É então levada à Cidade dos Ossos. Esta cena ficou bem parecida, os Irmãos do Silêncio ficaram realmente horrendos, a Cidade dos Ossos ficou mais ou menos como eu imaginava, MAS, as memórias da Clary eu não gostei. Ficou bem diferente do livro. Porém, o que importa é o nome que ela se lembrou: Magnus Bane.

E eles partem em busca deste homem para tentar descobrir o passado de Clary que está bloqueado em sua mente. Magnus é um bruxo, e eles aproveitam uma festa que ele está dando para se aproximar e fazer perguntas. Oh, o Magnus. Certamente o ponto alto do filme! Tudo que imaginamos e mais um pouco <3

                                               

Depois disto vira uma grande confusão. No livro, Simon é transformado em rato acidentalmente por beber uma poção e é levado pelos vampiros por engano. E daí, Clary e Jace vão atrás dele no covil dos vamps. No filme? Nada disso. Vão todos atrás de Simon depois que Isabelle apenas grita que ele foi levado. Nada de ser transformado em rato. A cena toda foi muito diferente, eles não tiveram dificuldade em achar o lugar, nem em entrar, não precisaram da ajuda do Rafael (ó, precisa dele no Cidade das Cinzas hein), e não teve a cena da moto voadora :(

A cena do beijo entre Jace em Clary. Foram para a estufa, ok. Mas o que eram aquelas flores brilhantes? Tudo muito colorido, radiante. Minha sensação foi: só faltam colocar fadinhas! Jesus. O filme inteiro teve um caráter bem sombrio, que é como deveria ser mesmo. Não é uma história bonitinha e fofa. E, DO NADA, eles me colocam uma cena linda, colorida, dos sonhos. hahahahaha. 


E, para completar, me colocam uma música da Demi Lovato! Me perguntei na hora: estou assistindo High School Musical? Não, pera. 

O amiguinho dela se declara. Que fofo. SÓ QUE NÃO. Ele é um idiota. Pelo menos no filme ele pareceu bem idiota mesmo.


Nessa altura do filme eu pensava: não, keep calm, ainda tem as cenas de ação, tem Valentin gostoso, tem a matilha. Ok. Nem sei como começar a falar do que deveria ser o ponto alto do filme, mas foi mais baixo que uma vala.

Primeiro fail dessa sequência de merdas: Clary descobre como a mãe escondeu o Cálice e vai até a casa de Madame Dorothea. Lá ela descobre que estava certa mas Dorothea estava possuída e bla bla bla. Cadê o big demônio superior? Cadê o portal saindo demônios? Cadê o Simon herói? Hmmmmm.

Voltam para o Instituto com o Alec ferido, e daí vem mais um big fail. Um portal no Instituto? Clary vê o Hodge traidor, ok. Valentin vê Clary? A obriga a tomar do Cálice? Abre um super hiper portal com espadas no chão?

Jesus. JESUS. JESUUUUUUUSSSSS! Que merda toda é essa?

Tá, Valentin é gostoso como imaginamos. Oh, hot hot hot.

Mas cadê o homem frio e calculista. Calmo, manipulador? O que eu vi foi um louco psicótico, e completamente fora de si. Mas, Luiza, cadê as cenas de Clary com Luke, descobrindo a verdade sobre ele, sobre a matilha, E a ilha (do velho hospistal)? E Jace indo com Valentin e ficando completamente mudado na presença dele, parecendo outra pessoa e tentando convencer a Clary de que ele fala a verdade? Hein? Hein? Cadê isso tudo?


No filme vimos lobisomens entrando no instituto. Oi? E os Acordos? Pelo menos Magnus Bane de fato apareceu para salvar Alec, enquanto todos estavam em guerra NO INSTITUTO, Valentin estava lá, Hodge traindo eles e todo mundo na enfermaria cuidando do Alec, hahahahahahaha. Show. Essas cenas foram todas tão:

O que era para ser o ponto alto do filme, Clary junto com a matilha indo pro esconderijo de Valentin, a luta contra os esquecidos, a luta entre Luke e Valentin, a fuga de Valentin, a parte que era para ser emocionante, foi:


Mas ah Luiza, deixa de ser chata. Teve gente que nunca leu o livro e amou o filme. Ok. Se eu nunca tivesse lido o livro e não soubesse da história:

Me perguntaria logo onde é Idris, porque Alec protege tanto Jace (e não é apenas porque ele é gay). Na cena que Clary vê Hodge entregando o Cálice para Valentin, porque ela não comentou com ninguém depois? Tipo: o cara que eles (Jace, Isabelle e Alec) confiaram a vida toda, que os treinou e ensinou tudo, que era a figura paterna na vida deles, traiu todo mundo, entregou o Cálice para Valentin, Clary viu e ficou calada. 
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Será que ela esqueceu? Porque não, nem era tão importante assim. 

Tenho que concordar que os efeitos especiais foram legais (tirando a parte do jardim colorido das fadas). 
Então, eu odiei. Oh, podem falar que é adaptação, que nunca vai ser igual e bla bla bla. Mas também não precisa ser tão diferente. E o que mais me deixou P*** da vida é eles mexerem nas características dos personagens. Mexer nas cenas? Dentro do possível, ok. Mas colocar um Jace daqueles? Poxa, no livro ele é um personagem tão forte, fechado, cheio de humor, confiante e cheio de si. No filme? Pareceu tão frágil quanto o Simon. A mesma coisa com o Valentin. O gostoso frio e calculista que eles transformaram em um psicótico fora de si. No no no. Ficou uma merda.

Eu já nem sei mais se comemoro quando leio que algum livro que eu gosto será transformado em filme/série. Sério, porque eles fazem isso? Porque repetir tantas vezes os erros que já foram cometidos várias vezes. Por falta de exemplo não é. Poxa, se eles compram os direitos de um livro que tem uma legião de fãs, o mínimo que deveria fazer é respeitar ao máximo a história do livro e as características dos personagens, porque estão cansados de saber que são os próprios fãs que farão a saga ir pra frente ou não. Mas mesmo assim continuam repetindo e repetindo o mesmo erro. Melhor não fazer filme baseado em livro best seller e ponto.

O que é hilário são os comentários das pessoas que não leram os livros, brigando com quem leu e reclamou. Queridos, olha só o que tenho para vocês:


Vocês jamais entenderão nossa indignação, então, nem me dou o trabalho de discutir.

Agora chega!


Compartilhe!

8 comentários :

  1. Isso sem comentar no final do filme, que é diferente do livro (Clary levou o Cálice?), no fato de Hodge ter se redimido e fechado o portal, nos spoilers dos outros livros, nas trancinhas do Valentim... Acho que como adaptação, o filme não ficou bom mesmo. Mas como filme, a parte e sendo outra coisa além do livro, achei que valeu a pena ver, sabia? Acho que aprendi a desencanar e ver o filme como uma coisa totalmente diferente do livro. Afinal, todos sabemos que as adaptações nunca são iguais, né?

    Beijos!
    Own Mine

    ResponderExcluir
  2. Ain amiga, concordo plenamente, que porcaria de filme né...
    O Jace pra mim foi o pior...
    Sem contar as perguntas sem respostas que o filme deixou.
    Cadê o Simon vampiro? Hodge ficou sem explicação! Tanta coisa ficou faltando...
    Odiei, e estou na torcida para que não tenha mais nenhum filme da série!

    ResponderExcluir
  3. Ah menina, eu gostei! xD Estou completamente desapegada desde HP, onde eu me revoltava com a diferença entre livro e filme. xD Agora eu só assisto e me divirto. Mas concordo, o Jace merreca! haahha

    Beijosss

    ResponderExcluir
  4. Perfeita a análise Lud, eu sinceramente achei o filme uma titica, mesmo tendo sido avisada para não ver, mas como sigo a máxima de que p falar tem que conhecer, eu vi. Odiei exceto o feiticeiro e Alec. Pois ateh o Valentin, pela personalidade imposta, perdeu a gostosura. Que meleca de Jace era aquele???? Um cara totalmente andrógeno!!!
    Fala sério! Cassandra, mulher, roda a baiana!
    Beijokas flores

    ResponderExcluir
  5. Olá, gostei muito da coluna nova...será mais um lugar pra gente reclamar dessas adaptações horrendas!!!rsrs
    Odiei esse filme!! Que JACE é aquele?????? Alguém me explica, que menino feio e esquelético (nada contra os magros...mas aquilo é ser anoréxico!!)
    Também concordo que do meio pro fim o negocio só ficou pior, as cenas foram totalmente diferentes do livro, nada a ver, sem falar nos mega SPOILERs que soltaram dos outros livros da série. Revoltamodeon#
    Hummm...desabafei amigas....hehehe...até me sinto mais leve...hehehe Vc não está sozinha na sua opinião...
    E sinceramente nem sei como alguém que não leu o livro conseguiu entender alguma coisa daquele enredo, porque muitas cenas foram tão confusas pra mim, tão bagunçadas...aff!!
    Ouvi dizer que nem vão fazer mais a continuação...é até melhor mesmo...um total desastre esse filme.
    E ai....quais serão os próximos filmes que vcs vão resenhar pra eu poder reclamar também?? hehehehe
    Bjim Amadas

    ResponderExcluir
  6. nao li os livros e nao vi o filme. mas sei que tem muitos filmes que estrapolam com os livros. pelo menos não mudaram TUDO. como o livro sangue e chocolate. quem leu o livro e viu o filme ve que se trata de historias totalmente diferente com nomes de personagens parecidos

    ResponderExcluir
  7. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk amei Luiza!!!!

    O filme ficou trash demais. Nunca vi tão ruim :(

    ResponderExcluir
  8. Esse filme é a bola da vez. Só escuto falar dele em tudo que é blog que vou.. hehe alguns falam muito mal, outros gostaram. Para mim é meio indiferente, porque não vi o filme, nem li o livro. Ainda não tive oportunidade, mas tenho curiosidade. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei