22 julho 2013

[Resenha] Perdida - Carina Rissi



Livro : Perdida - Um amor que ultrapassa as barreiras do tempo
Autora : Carina Rissi
Primeira edição em 2011 pela editora Baraúna.
Segunda edição em 2013 pela editora Verus

Sofia vive em uma metrópole, está habituada com a modernidade e as facilidades que isto lhe proporciona. Ela é independente e tem pavor a menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são os que os livros lhe proporcionam. Mas tudo isso muda depois que ela se vê em uma complicada condição. Após comprar um novo aparelho celular, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século XIX, sem ter ideia de como ou se voltará. Ela é acolhida pela família Clarke, enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de voltar para casa. Com a ajuda de prestativo Ian, Sofia embarca numa procura as cegas e acaba encontrando algumas pistas que talvez possam leva-la de volta para casa. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos...





Aiii eu amo esse livro, não podia deixar de comentar sobre ele então faremos uma resenha dupla, mas as duas serão positivas dessa vez! Eu adoro os livros da Carina, mas o que mais gosto neles são os personagens, são sempre perfeitos! Com momentos engraçados, sérios, dramáticos, ...

Levanta a mão quem gosta de romances! E de romances de época, onde todo amor é mais intenso, o cenário é mais propício e os personagens são mais apaixonantes? Agora, levanta a mão quem a-m-a tecnologia e não sabe viver sem ela e não sai de casa sem o celular! Todos nós, certo? Agora, por favor, levantem o corpo todo da cadeira para buscar seu exemplar de Perdida, onde a Carina Rissi consegue misturar todos esses elementos em uma só história, uma história apaixonante! Não acredita? Então tá.

Sofia é uma jovem de 24 anos, que vive para o trabalho e depende da tecnologia para tudo! Durante uma saída com sua melhor amiga, Nina, Sofia deixa o celular cair na privada (quem nunca?) e sai no dia seguinte desesperada em busca de outro. Uma vendedora atenciosa até demais, vende a ela o celular que jura que vai resolver todos seus problemas. 

O que Sofia não podia imaginar é que o celular a levaria através das barreiras do tempo, aterrizando bem em cima de um monte de confusão e bem do lado do seu grande amor.

Agora vamos imaginar o grande amor. Ian encontra uma menina descabelada, suja de sangue, e com as pernas de fora, perguntando se você também viu aquela luz branca que fez tudo sumir, o que você faz? Nos dias de hoje você não faz nada, mas o Ian a colocou em seu cavalo e a levou para sua casa, para ser cuidada por um médico. E como ela estava perdida, a convidou para ficar em sua casa até saber o que vai fazer da vida. O Ian é a coisa mais fofa do mundo! Quando ouve a palavra sexo ou pelada fica vermelho, e é todo gentil e meigo com a Sofia. Assim como a Sofia, ele também perdeu os pais, e herdou todo os negócios da família, assim como a criação da sua irmão mais nova, a Elisa, uma menina muito meiga que se torna grande amiga da Sofia.

"Foi então que percebi que algo estava diferente. Muito, muito diferente! Olhei em volta com assombro. Meus olhos procuravam por qualquer coisa familiar. Qualquer coisa que deveria estar ali. Que deveria estar ali e que não estava."

A Sofia se encontra no ano de 1830, sem saber o que fazer da vida, o celular que causou todo esse problema só funciona quando quer. Na verdade ele só recebe ligações da vendedora, que é a responsável por essa viagem no tempo. Por essas ligações a Sofia descobre que precisa 'completar a sua jornada e descobrir quem realmente é'.

E é nessa jornada que nós somos jogados. Uma jornada incrível que me deixou viciada.
A Sofia vive sozinha, só tem a melhor amiga, e um trabalho em um escritório, e só isso. Imagina quando ela se depara com o homem que sempre sonhou, e para sua surpresa em um lugar onde fez inclusive alguns amigos e onde gosta de viver. Você não gostaria também de ficar presa em 1830? Juro que não teria bruxa que me tirasse do lado do Ian!

Eu achei o livro sensacional! É impossível não nos colocarmos no lugar da Sofia, completamente sem noção de como agir em um lugar SEM A PRIVADA como conhecemos. É uma leitura que vicia, prende, apaixona e faz rir! Sofia é desencanada, divertida, espontânea e é o máximo assistir enquanto ela começa a sentir uma coisa em que ela não acreditava. E o Ian? Sei que somos todas tolas quando se trata de um bad boy, mas e de um cavalheiro, somos o que? Somos conquistadas! Não ficamos arrebatadas, mas sim encantadas e desejando um Ian cheio de cortejos para cima da gente!

"- Não terei que lutar contra ninguém mais além de você mesma...

- Lutar comigo? - gemi.

Ele assentiu, a determinação estampada em seu rosto. 

- Sim Sofia, vou fazê-la entender o que reluta tanto em aceitar.

Eu gemi baixinho, porque se ele iria se esforçar ainda mais... Eu realmente estaria perdida. Sem trocadilhos!"

Eu amei tudo no livro: o contraste no modo de falar dos personagens, a narrativa fácil e leve, o romance meigo porém intenso, a construção das relações. Carina Rissi, você é linda e estamos aguardando ansiosamente pela continuação de Perdida!

Enfim, não deixem de ler Perdida, mas aconselho reservar o dia inteiro para a Carina Rissi, os livros dela tem como característica principal deixar o leitor preso!






Compartilhe!

9 comentários :

  1. OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOH Deus !
    Assim vocês me matam kkkk
    Fiquei PERDIDAMENTE apaixonada (já estava desde a divulgação) mas agora mais AINDA !
    Com certeza vou comprá-lo e ter na minha estante *.*

    Morri de amores aqui e simplesmente adorei a resenha !
    :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani, está na segunda edição, se vc comprar na lojinha da autora, vc pode pedir autografado!

      Excluir
  2. é perfeito esse livro..

    muito fofo.. Claro q Carina é uma excelente escritora e merece todos os méritos.

    ResponderExcluir
  3. OMG Esse livro é tipo assim... P-E-R-F-E-I-T-O PERFEITO!!!
    Eu amo tanto este quanto Procura-se um marito. Eu ri, me diverti e chorei!
    É tão complicado eu gostar de um autor nacional, mas a Carina me cativou muito. A forma como ela escreve e brinca com os personagens é... Uau! Sem palavras!!! Eu amo a Carina, quero muito Perdida 2

    ResponderExcluir
  4. Carina é muitoooooo diva.
    já li Perdida e Procura-se um Marido
    vou ler tudo que ela escrever!
    kkkkkkkkkkkkkkk

    Eu queria um Ian pra mim <3

    ResponderExcluir
  5. parfeitoooooo adoro romances assim numa louca viagem no tempo rsrsrs ja li livros com esse tema e todos , graças ao bom deus - e ao autor - o livro foi apaixonante. A unica coisa não gostei é que eu não tenho o livro kkkkk. Vou comprar meu exemplar na livraria mais proxima pra ontem

    ResponderExcluir
  6. AAAAAAAAA esse livro está na minha lista de desejados há um tempão <3 Primeiro que eu amo a capa dele, enfim pare ser perfeito! Eu já imagino o Ian tipo um Ian Somerhalder haha! A, quero ler logo!!
    beijos :)

    ResponderExcluir
  7. Quando li Procura-se um marido da Carina e fui procurar por outros livros dela, me apaixonei por Perdida, mesmo antes de lê-lo. O livro parece ser perfeito, sem nenhuma reclamação. Parabéns Carina, sua diva <3

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei