[Resenha] A Elite


A Elite
A Seleção 2
Kiera Cass
360 páginas
Seguinte, 2013


A Seleção começou com 35 garotas. Agora restam apenas seis, e a competição para ganhar o coração do príncipe Maxon está acirrada como nunca. Quanto mais America se aproxima da coroa, mais se sente confusa. Os momentos que passa com Maxon parecem um conto de fadas. Mas sempre que vê seu ex-namorado Aspen no palácio, trabalhando como guarda, ela sente que é nele que está o seu conforto. Porém, enquanto ela está às voltas com o seu futuro, o resto da Elite sabe exatamente o que quer — e ela está prestes a perder sua chance de escolher.
Eu estava contando os dias para ler esse livro.
Quem leu a resenha de A Seleção aqui sabe como eu amei a história.

Em A Elite nós temos a continuação da vida da America, agora como uma das 6 que sobraram da Seleção, America, Celeste, Marlee, Elise, Natalie e Kriss seguem lutando para se tornar a princesa de Illéa. E a disputa está cada vez pior.

Finalmente descobrimos o grande segredo da Marlee, e descobrimos da pior forma possível, gritei e me emocionei junto com a America nesse momento! Logo depois me emocionei novamente com a reviravolta que a autora fez, me fazendo amar ainda mais o Maxon (não antes de xinga-lo, só amei quando ele explicou a situação).

O triangulo amoroso continua a livro inteiro. A cada dia a America quer alguma coisa, ela sabe que está apaixonada pelo Maxon, mas não consegue se desligar do Aspen ainda. Mas ao mesmo tempo podemos ver a realidade dos sentimentos da America, mesmo que a própria muitas vezes não tenha percebido. Começamos a ver uma America ciumenta, e uma America que de fato tem um dom para ser princesa! Temos até um tapa na cara, que apesar de ser contra as regras agradou a todos os moradores do palácio.

O Aspen continua se mostrando um fofo, sempre disposto a receber o que quer que a America possa dar a ele, e sempre preocupado com o bem estar e a segurança dela. Mas isso não apaga que ele a machucou antes.

“Que idiota que eu tinha sido. Quase abri mão da única pessoa no mundo que realmente me entendia, que realmente me amava. Aspen e eu tínhamos construído uma historia juntos, e a Seleção quase a destruiu. Aspen era a minha casa. Aspen era a minha segurança.”


Durante o livro tive vontade de matar o Maxon algumas vezes, em outras quis beija-lo, mas no fim ele dá um sermão de que a American não confia nele, e percebi que o sermão também era para mim. Todas as ações dele são justificadas, e ela estava errada o tempo todo, claro. Só fazendo com que ele se torne ainda melhor. Maxon, não desista de nós!

“Nunca tinha imaginado que isso era possível. Como eu, America Singer – uma Cinco, uma niguém – fui me apaixonar por Maxon Schreave, um casta Um, “o” Um? Como isso tinha acontecido comigo, que tinha passado os últimos dois anos me preparando para uma vida de Seis?”


A interação da America com as três criadas é maravilhosa, Lucy, May e Anne são divertidas, e amigas da America. As únicas verdadeiras dentro do castelo. Temos também um pouco da família das meninas, um momento descontraído durante o Halloween, com direito a conversa ‘quais são os seus interesses na minha filha’ e tudo mais.

Hora do momento revolta: REI IMBECIL!! Esse rei despertou o que há de pior no meu coração. Como assim ele faz ISSO com o meu lindo Maxon??? É ai que nós vemos que nem tudo é um conto de fadas na família real...

Outra parte essencial do livro para mim é o lado politico da historia. Temos muito mais dos rebeldes invadindo o castelo e começamos a ter uma ideia do que eles realmente querem. Assim como a America faz uma descoberta sobre a criação de Illéa, como começou a formação das castas. O que sem duvida deixa o leitor revoltado.

Em A Elite claramente se vê o amadurecimento, tanto da escrita da autora quanto dos personagens principais. O Maxon se mostra cada vez mais um líder, um alguém que saberá lidar com o reinado. A America mostra que pode sim ser uma princesa. E o Aspen se mostra um excelente soldado.

O que eu espero para o desfecho da trilogia?
Eu sinceramente espero que o rei morra. E que o Maxon se torne rei ao lado da America. Não sei por que eu vejo Aspen com uma das criadas da America. Eu imagino que o sistema de castas irá acabar, e me pergunto se os rebeldes conseguirão roubar a coleção de diários do Gregory Illéa, e se isso será um fator decisivo no fim das castas. Enfim, são especulações da cabeça de uma fã.

A Elite me surpreendeu, e assim como A Seleção me prendeu até a ultima palavra que me fez pular de ansiedade para o próximo livro.

O próximo e último livro da trilogia só ano que vem, e se chamará The One!


7 comentários:

  1. Eeee amei a resenha! Li o primeiro e por eu ja ter lido academia de princesas e ter um enredo que é sobre meninas aprendendo a ser princesa e um príncipe ter que escolher uma dentre elas e ela ser meio infantil, fiquei meio assim... mas não me arrependi de ter lido, e esse não é infantil não haha gostei do livro e to ansiosa para ler este segundo *-*

    ResponderExcluir
  2. Ai meudeus, ai meudeus, não posso ler a resenha porque não li A Seleção.. kkk Sim, sou um ET! Preciso ler urgente!! Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  3. Resenha perfeita!! você conseguiu pegar a essência do livro! Parabéns!
    Agora vai ser difícil me aguentar um ano esperando pra ler o desfecho da Historia....
    E sim, eu também Odiei o Rei!!! Vontade de entrar no livro e matar ele!!rs

    ResponderExcluir
  4. Meu Deus, to aqui pulando de ansiedade!
    A Seleção foi realmente bom, e estou morrendo pela continuação.
    Ótima resenha!
    http://respiramoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Foi depois de ler sua resenha que fui correndo ler o livro e AMEI! Consegui sentir o ciúme da America e concordo com vc, o sermão que o Maxon deu sobre confiança foi pra mim também! Mas me decepcionei com 2 coisas: o Rei; eu não achava que ele ia ser assim, simplesmente RUIM! Pq ele é...! E o final; o último capítulo mudou mto rapidamente o ritmo da história e o modo como acabou me deixa louca de ter que esperar UM ANO pela continuação! Mas o que me fez amar o livro foi o fato de a América dar valor a algo depois de perdê-lo! Agora só resta esperar pela data do lançamento (e sofrer com a demora)! rs

    ResponderExcluir
  6. Essa trilogia é maravilhosa!!
    Eu já li todos mais os contos e recomendo.
    Já estou sentindo falta...

    ;(

    ResponderExcluir

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...