[Adaptação] A Menina que Roubava Livros


Enfim temos notícias da adaptação do livro de Markus Zusak, A Menina que Roubava Livros. Recentemente, foi divulgado os nomes dos atores que integraram o elenco. 
Eu não posso dar minha opinião porque não li esse livro, mas espero que alcance as expectativa das pessoas que leram.  
Geoffrey Rush e Emily Watson viverão Hans e Rosa Hubermann - respectivamente – os pais adotivos da menina.


Sophie Nelissen será a jovem Liesel Ben Schnetzer será o judeu acolhido por Liesel, Max. E Rudy ganha vida com o ator Nico Liersch. 





Sobre o Livro: 


A trajetória de Liesel Meminger é contada por uma narradora mórbida, surpreendentemente simpática. Ao perceber que a pequena ladra de livros lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. Traços de uma sobrevivente: a mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. O único vínculo com a família é esta obra, que ela ainda não sabe ler. Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a conivência do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que lhe dá lições de leitura. Alfabetizada sob vistas grossas da madrasta, Liesel canaliza urgências para a literatura. Em tempos de livros incendiados, ela os furta, ou os lê na biblioteca do prefeito da cidade. A vida ao redor é a pseudo-realidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela História. A Morte, perplexa diante da violência humana, dá um tom leve e divertido à narrativa deste duro confronto entre a infância perdida e a crueldade do mundo adulto, um sucesso absoluto - e raro - de crítica e público.



5 comentários:

  1. Lembro quando li esse livro.. uns 3 /4 anos atrás :~ nunca chorei tanto por um livro! sério.. eu estava na praia (amo ler embaixo de uma guarda-sol de frente pro mar *.*).. acho que as pessoas sentiam mta vontade de vir até mim e perguntar se estava tudo bem.. pq eu parecia uma cachoeira de lágrimas :x HASSAHUA e agora vai ter um filme!!!! só espero que não estraguem a história e seja pelo menos um pouco fiel ao livro, para que eu possa ver e chorar! :P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juraaa????

      é bom mesmo??

      todo mundo fala desse livro, mas nunca peguei para ler!

      mas se vc fala q é bom, vamos add a listinha né!

      Excluir
    2. É muuuuito bom! triste.. muuuito triste, mas perfeito³ *.* foi um livro que me prendeu totalmente.

      Excluir
  2. Eu adorei o livro!
    Mas realmente é muito triste... morri de chorar também!

    ResponderExcluir
  3. Olá, estou visitando.
    Menina, você tem que ler esse livro! Ele é meu favorito de todos que eu li *-* já li 2 livros de Markus e me tornei sua fã. Ai tadinho do Rudy, eu quase chorava naquela parte do seu inocente pedido: 'Que tal um beijo, Saumensch?' Amo o Rudy, Liesel, Hans e até a chata da Rosa rsrsrs. Viva a eterna Liesel! Viva meu Genio Zusak! Viva a Menina que Roubava Livros. Bjs

    ResponderExcluir

Laura Lendo...

Lud Lendo...

Luiza Lendo...