28 janeiro 2013

[Resenha] O Inverno das Fadas



Carolina Munhóz
O Inverno das Fadas
Fantasy Casa da Palavra, 2012
304 páginas




"Existem pessoas normais em nosso planeta. Homens e mulheres simples que nascem e morrem sem deixar uma marca muito grande ou mesmo significativa na humanidade. Mas existem outros que possuem talentos inexplicáveis. Um brilho próprio capaz de tocar gerações. Como eles conseguem ter esses dons? De onde vem a inspiração para criar trabalhos maravilhosos? São cantores com vozes de anjos, artistas com mãos de criadores e escritores imortais. Existe uma explicação para isso. Sophia é uma Leanan Sídhe, uma fada-amante, considerada musa para humanos talentosos. Ela é capaz de seduzir e inspirar um homem a escrever um best-seller ou criar uma canção para se tornar um hit mundial. A fada dá o poder para que a pessoa se torne uma estrela, um verdadeiro ícone, ao mesmo tempo em que se aproveita da energia do escolhido para alimentar-se. Causando loucura.E morte."

O Inverno das Fadas conta a historia de Sophia Coldheart, uma Leanan Sidhe, que é uma fada meio súcubo... Ela atrai os homens com dons artísticos, e fornece a eles uma inspiração, se torna a musa deles, ela vive da energia que consegue deles, e eventualmente sem energia, eles morrem. Mas ai Sophia se apaixona pelo William e sabe que se continuar com ele, vai mata-lo.


Comprei esse livro na Bienal de São Paulo, quando vi a capa me encantei, e por sorte a autora estava lá e eu consegui um autografo!



Quando comecei a ler de cara já gostei, Sophia é uma personagem bem escrita, quando ela conhece William senti como se eu também estivesse conhecendo ele, o tempo todo me senti no lugar dela. Passei o drama junto com ela.


“- Não gostaria que esta noite acabasse. Você poderia dormir comigo? Eu seria o homem mais feliz do mundo se pudesse ver você acordar novamente.”


Sophia vive com o seu avô, o governador de Annwn, perdeu seus pais muito cedo. Sua mãe, Leanan Sidhe como ela, se apaixonou pelo pai da Sophia que não durou muito, assim que ele morreu a mãe seguiu o mesmo caminho, pois não queria viver sem ele. Deixando a pobre Sophia vivendo com o avô paterno.



Os personagens são todos cativantes e bem criados, e a historia é muito bem desenvolvida. Lorena, a melhor amiga que tem uma paixão secreta por Sophia. Guillian tão charmoso e sempre pronto para se arriscar por Sophia, gostaria de ter conhecido ele melhor. O avô da Sophia é um fofo, como todo avô deve ser. O padre é outro personagem maravilhoso. Apesar de ter adorado o ritmo do livro eu senti falta de conhecer melhor os outros personagens, como falei eles são todos cativantes e no final eu fiquei esperando algo mais sobre eles.


“(...) Era pra ele tê-la visto, se encantado como um virgem e ficado horas declarando poesias, parecendo um bobo apaixonado. Ao contrario disso, pela segunda vez, ela tentava desacelerar para não acabar dormindo com o humano. Simplesmente não podia ceder à tentação de agarrar aquele homem e o fazer seu. Isso poderia afastá-lo. Esse romance seria perfeito para recarregar as forças das quais tanto necessitava.” 

Também adorei as referencias musicais, todos os capítulos recebem o nome de algum trecho de alguma musica, quando o titulo era de alguma musica que conhecia eu ficava lendo o capitulo sempre com aquela musica tocando na minha cabeça, adorei esse toque pessoal que ela deu ao livro. Achei um pouco estranho as referencias aos artistas (todos mortos) que já tiveram romance com Sophia, mesmo sabendo que é uma homenagem.


O final não é surpreendente, e já era o que eu esperava, mas acho que deveria ter sido mais desenvolvido, ficou muito vago, deveria ter sido mais bem explicado. Apesar disso eu gostei, e na ultima frase conseguiu arrancar um sorriso meu.



Parece que nos últimos tempos só tenho lido livros em que a protagonista é virgem, foi bom ler um diferente pra variar. Que moda é essa agora?



Indico pra quem gosta de romance sobrenatural e se encanta com fadas. Nunca fui muito fã de fadas e esse foi o primeiro que li. Foi uma boa iniciação!




Carolinha Munhóz é jornalista e romancista, além de integrante do Potterish, um dos maiores sites de Harry Potter do mundo. A autora foi eleita como a melhor escritora pelo Prêmio Jovem Brasileiro.
Aos 11 anos aguardou sua carta para estudar em Hogwarts, mas ela nunca chegou. A partir dos 18 se aventurou por diversos países como Inglaterra, França, Itália, Suíça e EUA, onde teve a oportunidade de conhecer os atores de Harry Potter.
Suas aventuras chamaram a atenção de meios de comunicação como EstadãoTV Cultura, rádio Record de Londres e Disney Channel. Foi capa do jornal Folha de S. Paulo, sendo destacada como referência na literatura fantástica, que está conquistando o mercado editorial, e foi eleita pela Revista Época como candidata a seguir os passos de autoras como Cassandra Clare e Alexandra Adornetto. Sua última aventura envolveu uma turnê com a autora Alyson Noël pelo Brasil.
Autora do livro O inverno das fadas, é escritora em tempo integral e viciada por redes sociais.
Recentemente lançou A Fada:
Aos 18 anos, a jovem Melanie Aine recebeu um duro golpe, o falecimento de seu pai. Como se isso não bastasse, a menina descobriu que não era um ser humano. O destino, porém, lhe reservava ainda mais surpresas.Melanie Aine descobriu ser parte fundamental de um mundo fantástico, cercado de magia, e para poder fazer parte dele, ela deverá se equilibrar em uma tênue linha entre amor e ódio, vida e morte.




Compartilhe!

4 comentários :

  1. Faz tempo que tenho vontade de ler os livros da Carolina. Se não me engano esse é o primeiro deles neh. Adorei a resenha. Bjs, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  2. Eu nunca li um livro sobre fadas, mas gostei desse enredo e concordo com você sobre todas as personagens agora serevem vigens kkkkkk
    Isso era até legal no começo, mas agora, quando eu pego um livro a primeira coisa que penso é: já sei você é virgem
    kkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Ai eu tb tenho o livro autografado, mas ainda não li!

    Fadas não me agradam! huhuh

    ResponderExcluir
  4. gosto de livros com personagens bem construídos, e esse parece ser um deles... o tema de fadas é bastante instigante, e a autora parece desenvolver muito bem!! estou bastante curiosa para conhecer seu trabalho, se não me engano ela também tem um outro livro sobre fadas (acho que se chama A Fada, não sei se é continuação desse)
    bom ler um livro um pouco diferente de vez em quando, que mostre a personagem virgem de uma maneira diferente!!

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei