10 dezembro 2012

[Resenha] Estilhaça-me


Tahereh Mafi - Estilhaça-me (Shatter Me)

Novo Conceito, 2012
304 páginas


Ninguém sabe por que o toque de Juliette é letal, mas O Restabelecimento tem planos para ela. Planos para usá-la como arma. No entanto, Juliette tem seus próprios planos. Após uma vida inteira sem liberdade, ela descobriu uma força para lutar contra todos pela primeira vez – e para obter um futuro com o garoto que ela pensou que fosse perder para sempre.



Estilhaça-me conta a história de Juliette, que está trancada há 264 dias, sem contato com nenhum ser humano. Até que colocam um “colega de cela” com ela, Adam lindo e maravilhoso Kent. Juliette tem um maldição doença dom, que é o motivo dela estar trancafiada, como também é o motivo dela despertar tanto o interesse do Warner. O seu toque pode matar. E enquanto uma revolução é travada no mundo, esse toque pode ser bem útil.

“Eles tomaram tudo. Minha vida. Meu futuro. Minha lucidez. Minha liberdade.”

O começo é bem confuso, demora pra o leitor entender como funciona a cabeça da personagem, mas com o decorrer do livro ela vai ficando mais lucida ou nós menos lúcidos!

Adorei as frases cortadas da personagem, mostra como às vezes nós pensamos algo, mas não falamos, e sem dúvida enfatiza a bagunça que ela está.

No começo achei que poucos personagens foram apresentados, eu gosto de me envolver nas histórias secundárias, gosto de conhecer outros personagens, não só os principais. Nesse livro só conhecemos de fato a Juliette, Adam e Warner, outros personagens são meramente citados. Sei que isso faz sentido porque Juliette não conhece ninguém, não existe ninguém na vida dela, e como o livro é narrado por ela não tem como falar de outros personagens. Mas enfim, senti falta disso, mesmo sabendo que não se encaixaria na historia. Mas, perto do final finalmente aparecem outros personagens (yeaaah!). Espero conhecê-los melhor no próximo livro.

Warner é simplesmente nojento, possessivo, imprevisível, super gato e tem algo de cativante nele. Um bom vilão, um personagem extremamente complexo e que tenho sérios problemas para descrever, gostaria de entrar na cabeça dele, só um pouquinho!

 “Absolutamente nada escapa Warner. Warner absorve cada detalhe. É claro que ele sabe. Mas estou sob o impacto da ternura em sua voz. A sinceridade com a qual ele deseja saber. Ele é como um cão selvagem, enlouquecido e feroz, sedento de caos, ao mesmo tempo que deseja reconhecimento e aceitação. Amor – Podemos mesmo ficar juntos. –   (...)”

Todo o romance é maravilhoso, um pouco meloso, mas nada sufocante. A história de Adam e Juliette é incrível, romântica e surpreendente.

 “A possibilidade de perde-lo é como ter 100 anos de solidão que não quero imaginar. Não quero que meus braços sintam falta de seu calor. Seu toque. Seus lábios, Deus, seus lábios, sua boca em meu pescoço, seu corpo envolto ao meu, ligando-me como a afirmar que minha existência na Terra não é em vão. A compreensão é um pendulo da dimensão da Lua. Ele não para de bater em mim.”

O James é INCRIVEL! Ele é muito fofo... Sempre tão alegre e sincero!

O livro fala muito da Juliette mas se esquece de explicar o que acontece ao redor. Tudo o que diz é que a natureza foi acabando, os animais morrendo e que com isso os humanos foram enlouquecendo e lutando pelo que sobrou. Tudo virou uma bagunça até o restabelecimento assumir o poder com a promessa de colocar ordem novamente. Ai as pessoas começaram a lutar contra esse poder. Eu gostaria de saber mais sobre isso.

Perto do final tem uma grande reviravolta!! Adorei essa mudança, mas de certa forma já esperava por ela, todo movimento de opressão tem o seu equivalente em revolta, só não esperava que fossem tão especiais. Adorei os novos personagens Kenji e Wilson (loirão o/).Mais alguém leu sobre o Castle pensando no Sr. X? Esse final do livro é muito X-men! Só faltava ele ser careca!

Como bióloga, ler sobre um mundo com quase nenhuma natureza é desesperador, principalmente por saber que é possível! Durante todo o livro os personagens relatam a falta de plantas, animais, não existem mais estações, neve em um dia, sol no outro. Ai você para pra pensar, o que estamos fazendo com o mundo? Será que vamos chegar nesse ponto? Não vou nem começar uma palestra aqui sobre as mudanças que o mundo vem sofrendo nos últimos anos...

O livro é narrado pela Juliette, que apesar de tantas coisas ruins que já aconteceram com ela, ela continua enfrentando da melhor forma possível. O livro tem uma narrativa diferente, no momento em que só existe trilogia + distopicos, é difícil se destacar, e a autora conseguiu. A narrativa dela é diferente, ela evoluiu durante o livro, junto com a personagem. Não estou desesperada pelo próximo livro, mas com certeza estou curiosa! Algumas perguntas ficaram sem respostas, sem duvida um gancho para o próximo livro. A capa é linda, achei diferente e criativa. Não achei erros, dá pra notar toda uma atenção que se teve nesse livro. Tahereh Mafi, você me surpreendeu!

Um conto foi lançado pela visão do Warner dos acontecimentos do livro 1 e 2: Destroy me e eu estou louca para ler, a capa ficou perfeita! Em outubro ele foi lançado nos EUA e ainda não tem previsão de lançamento no Brasil. Unravel Me (livro 2) tem lançamento previsto para fevereiro de 2013 nos Estados Unidos.



Compartilhe!

5 comentários :

  1. Debora Dourado

    Amando as resenhas.. Parabéns

    ResponderExcluir
  2. Nossa eu realmente estada querendo ler esse livro via muito ele por ai e a capa dele realmente me chamava a atenção, mas depois dessa resenha maravilhosa a vontade aumentou mais, acho que vou ter que ler 2 livros ao mesmo tempo agora kkkkk

    ResponderExcluir
  3. Obrigada meninas! Leiam mesmo,,, Vale a pena!

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito da resenha, parabééns :) agora o livro tá na lista de 'vou ler assim que tiver um tempo' <3 obrigada!

    ResponderExcluir
  5. Eu amo a série! Ñ vejo a hora de ler Ignite Me! !! Team Adam*
    Rayane . Parabéns pelo blog

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei