Notícias

Filmes

Resenhas



18 janeiro 2022

[Resenha] Para ressignificar um grande amor - akapoeta

Em seu novo livro, João Doederlein (Akapoeta) nos conduz por seu processo de cura e autoconhecimento, resgatando uma lição importante para todos nós: a vida não é feita de certezas, e recriar faz parte do ciclo.“Em Para ressignificar um grande amor, pude conhecer outra faceta da pessoa incrível que é João. Ele se abre à sensibilidade das palavras, às formas criativas e ilimitadas dos ressignificados e ao jogo de sentimentos que fluem nesta história que ele conta com mãos tão apaixonadas. Matilda foi seu grande amor, e o eu-lírico começa o livro resgatando uma lição importante para todos nós: a tentativa de ressignificar alguém que nos marcou é um movimento necessário para a manutenção da vida. Ele diz: ‘finais não são absolutos. O amor encerra, a gente não’, como quem ainda sente na pele a dor amargurada de algo que poderia ter dado certo, mas não deu. Mesmo assim, se concede a oportunidade de continuar vivendo e seguindo – tanto na vida quando na narrativa da sua história.
Esta obra me trouxe sorrisos, reflexões, e me inspirou a escrever. Acho que é isto o que uma boa história faz: te move, te cutuca, te alavanca a outros universos. E aqui estou eu, apaixonado por cada palavrinha que o mundo do João me apresentou.” ― Igor Pires da Silva
“Se apaixonar é perceber que todas as palavras desconhecidas já existiam dentro da gente. Se desapaixonar é descobrir o nosso próprio significado para cada uma delas. Este livro é um lindo presente para quem se perdeu nesse processo e sabe que o caminho de volta exige coragem. Recomendo a leitura para todas as vezes em que o amor te virar as costas.” ― Bruna Vieira


 Livro: Para ressignificar um grande amor  || Autor: AKAPOETA 
 Editora: Paralela || Ano: 2021 || Gênero: Poemas, Poesia
 Classificação: 5 estrelas || Resenhista: Lud

Skoob || Compre || Editora

Akapoeta já era conhecido nas redes sociais quando eu li o primeiro livro dele, O Livro dos Ressignificados. Esse livro foi tão maravilhoso pra mim, que não hesitei em pedir esse aqui. 

Como diz o título,  Para ressignificar um grande amor, o assunto desses poemas serão sobre o amor. As várias fases dele, aliás. Por que sempre temos um amor não correspondido, aquele amor que pensamos ser para a vida toda e acaba... e muitos outros. E é através de cada um desses relacionamentos, que vamos aprendendo um pouco mais sobre nós mesmos e sobre os outros, além de também crescermos como pessoa. 

Mas não é apenas do amor que o João fala, esse livro é mais pessoal, conta um pouco da jornada dele, de como ele pensou que a Matilda fosse seu grande amor, e como ele aprendeu a ressignificar esse relacionamento e seguir em frente. 

"E como muitos amores por aí, ele teve um fim. Mas finais não são absolutos. O amor encerre, a gente não. Mas o que fazer depois do fim de um grande amor? Ressignificá-lo."

 

O livro é divido em : O fantasma; a solitude; o reencontro; o relógio. e para meu futuro grande amor. Você consegue perceber bem a divisão pela densidade e "humor" dos poemas enquanto acompanha a jornada do João através da cura e autoconhecimento.  

As primeiras partes podem ser um pouco mais densas, mais pesadas, porque afinal, falamos de términos, de mágoas; mas na última, que é mais alegre, nos deparamos com uma esperança de que o próximo relacionamento seja aquele que tanto esperamos, e meu coração voltou a ficar quentinho, e com muito amor. 

Como sempre, akapoeta não decepciona e estou ansiosa para o próximo livro dele.  

Ps: Aconselho a ler esse livro aos poucos, assim como o anterior do autor. Todo dia você lê um dos poemas aqui contido, então você terá uma visão bem diferente do que lesse ele em uma sentada. 

14 janeiro 2022

Renovação Faro Editorial 2022

 

      

Bora lá para aquele tão esperado post de começo de ano. 

Nós renovamos com a Faro esse ano, e só temos a agradecer a parceria com a editora e o carinho da Andrea, porque foi um ano difícil para todo mundo. E para quem não conhece a Faro, recomendamos de olhos fechados, tanto pelos livros incríveis como pela Andrea.

Todo ano eu faço esse post com as resenhas da parceria do ano passado, então vamos lá:




Faro Editorial: a incansável busca de oportunidades e talentos

No universo das Ciências Humanas, em especial, na edição de livros, um tema, uma escola, época e estilo não perduram por muito tempo. Nesse ambiente em constante transformação é preciso ter “faro” para escolher e lançar o melhor. Esta poderia ser uma boa explicação para o nome da editora. Mas não é o motivo. Na verdade, Faro é o sobrenome dos avós italianos do Pedro Almeida, editor já com longa e consagrada carreira no segmento de livros, tanto dentro de grandes e pequenos grupos. Pedro agora se associa a Karine Pansa e convida Diego Drumond para lançar uma nova editora.

Os sócios e colaboradores somam expertises diferenciadas e complementares para oferecer novidades ao seu público-alvo – adulto e jovem — e também atrair novos leitores.

A movimentação na área editorial, acreditam, segue na maior parte das vezes caminhos geralmente conhecidos, privilegiando gêneros e autores consagrados em detrimento de ousadias literárias, por isso há muitos grupos potenciais de leitores não atendidos pela oferta de lançamentos, “pelos eventos literários, pelas premiações, pelos investimentos de toda a sorte que se oferece para o universo do livro no Brasil”, define Almeida.

A Faro Editorial, nasce também com um selo específico, a Edição Limitada, para atender a essa demanda latente, levando ao mercado desde títulos clássicos — produzidos com requinte artesanal e tiragens limitadas de colecionador — enquanto se encarrega das obras de autores best-sellers e clássicos, alguns já conhecidos nacional e mundialmente e outros ainda em busca do reconhecimento e público.

Formar público leitor e descobrir talentos literários não é novidade na trajetória profissional dos sócios: Pedro de Almeida destacou-se nessa matéria, enquanto Karine Pansa dedica-se a dar fôlego a novos negócios e Diego Drumond já se notabilizou por criar e inovar em formas de dar acesso a mais leitores aos livros, fazendo-o chegar a lugares onde o mercado tradicional não alcançava. 

 






Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei