Notícias

Filmes

Resenhas



12 abril 2021

[RESENHA] Cortesã por uma Noite - Lisa Kleypas

Certa noite, o belo e misterioso policial Grant Morgan é chamado para investigar uma vítima de afogamento no rio Tâmisa. Quando chega lá, fica surpreso ao reconhecer Vivien Rose Duvall, um de seus grandes desafetos, a mais famosa e exclusiva cortesã dos salões londrinos.
Grant fica mais surpreso ainda ao perceber que a moça está viva. Sem saber o que fazer, ele decide levá-la para casa, apesar de seu desprezo por ela. Quando Vivien acorda, porém, os dois percebem que ela não se lembra de nada.
Durante a investigação, logo fica claro que a moça sofreu uma tentativa de assassinato e que sua vida ainda está correndo perigo. Enquanto tenta protegê-la, Grant se sente cada vez mais atraído por ela. E Vivien, incapaz de recuperar a memória, se entrega de corpo e alma a seu salvador.
Nesse mistério envolvente cheio de pinceladas de romantismo, duas vidas se cruzam de maneira inesperada e uma paixão avassaladora coloca em dúvida tudo que eles achavam que sabiam.


Livro:  Cortesã por uma Noite|| Série: Os Mistérios De Bow Street # 1 || Autor: Lisa Kleypas
Ano: 2021 ||  Editora: Arqueiro  || Gênero: Romance de Época
Classificação: 4 estrelas || Resenhista: Luci

Grant Morgan é o sinônimo de um homem que soube ter sucesso na carreira que escolheu. Como investigador da Bow Street, é conhecido por toda Londres, como pelo seu excelente trabalho, principalmente investigando roubos a banco, o que lhe rendeu, além de certo prestígio, uma vida financeira confortável.

Mas como sua função é investigar diversos casos, ele acaba sendo chamado, uma noite, para investigar um caso de afogamento. Grande é sua surpresa quando ele descobre que a vítima é Vivien Rose Duvall, uma famosa cortesã londrina que acabou se tornando um desafeto dele após espalhar a falsa informação que o desprezou por não estar à altura dela. E sua surpresa é maior quando descobre que ela conseguiu sobreviver ao afogamento, que nada mais foi que uma tentativa de assassinato, e mais: sofrendo de amnésia.

Instigado pelo mistério, Grant decide tomar o caso para si, acolhendo a cortesã em sua casa e se tornando seu protetor contra novas tentativas de assassinato. E enquanto sua mente astuta tenta desvendar os mistérios que envolvem o ataque a Vivien, ele também planeja seduzir e depois desprezar a jovem, para se vingar das mentiras que ela espalhou, que o fizeram se tornar motivo de riso entre alguns.

Ao acordar, Vivien realmente não sabe quem é e não se identifica com quem dizem que ela é. Sabe apenas que está à mercê de um homem que parece desprezá-la, apesar de afirmar que são amantes. Nada se encaixa na vida que dizem ser dela, ela sente até desprezo pela mulher que dizem que é. A única coisa que vai tomando sentido, gradualmente, são os sentimentos que ela vai desenvolvendo pelo seu protetor, que se torna cada vez mais irresistível. E à medida que a investigação avança, ela se torna cada vez mais distante da imagem que dizem ser de si mesma e se aproxima mais do seu protetor.

E quanto mais Grant convive com Vivien, ele fica confuso. Ela está longe de ser a fria e ambiciosa cortesã que ele despreza. A convivência o revela uma jovem educada, inteligente e sensível, que o cativa até um ponto que transforma todo o desprezo que ele achava sentir em uma forte atração que torna incontrolável, cada vez mais, ficar longe de Vivien. E quando os segredos vão sendo revelados, junto com eles vêm sentimentos que Vivien e Grant não esperavam sentir.



Mais uma série de Lisa Kleypas iniciada no Brasil, e para quem é fã dos romances de época, com certeza vão se deliciar com mais uma história dessa autora que, a cada livro, faz jus à conquista de tantos leitores apaixonados pelo gênero.

Fugindo um pouco da nobreza, a qual estamos acostumados a ler em romances de época, a autora nos apresenta um personagem que poderia ser apontado como comum, se não fosse a sagacidade que o levou a se destacar no que faz. Grant é um homem com pensamentos e atitudes da época em que é retratado, por isso não me incomodou certos pensamentos e atitudes, mas a sua mudança de comportamento, ao longo do livro, foi uma grata transformação. Encanta-me a habilidade que Lisa Kleypas tem de explorar as emoções dos personagens e mostrar ao leitor cada nuance dos seus sentimentos e pensamentos.

Vivien, a personagem feminina, apesar de estar em uma situação de fragilidade, mostrou uma força surpreendente durante a história, o que também já notei ser uma das características da autora, entregar ao leitor mocinhas com personalidade e que fogem do lugar-comum, principalmente em uma época de padrões tão rígidos.

Quanto à narrativa, apesar de ser um pouco monótona no início, ela vai se tornando cada vez mais dinâmica, à medida que os mistérios vão sendo revelados, e o mais legal de tudo, é que a autora faz isso em conjunto com a construção do romance do casal principal, que tem um química muito boa e nos presenteia com ótimas cenas de os dois.

Como o primeiro da série “Os Mistérios De Bow Street”, o livro nos entrega um bom entretimento, com romances e aventuras na medida certa.

08 abril 2021

[Resenha] Sr. Delícia - Khardine Gray


Quem perderia a chance de ir para Paris, em uma inesperada aventura romântica com um homem deliciosamente lindo?

Essa é a pergunta passando pela mente de Wren, mesmo quando feita pelo lindo bilionário que ela apelidou de Sr. Delícia.

Com seu mundo virado de cabeça para baixo depois de descobrir que seu namorado era um trapaceiro mentiroso, e a terrível situação financeira em que está, a última coisa que Wren deveria fazer é voar pelo mundo com um homem que ela mal conhece.

Mas ele é completamente irresistível, e ela não conseguiria dizer não.​

Afinal, quantas vezes uma chance como essa aparece?


  Livro:  Sr. Delícia||  Autora: Khardine Gray
Ano: 2021||  Editora: L3 book Publishing|| Gênero: Romance 
Classificação: 5 estrelas || Resenhista: Lud

Skoob || Compre || Editora

Esse é o primeiro contato que tenho com a escrita da Khardine e já confesso que eu adorei, e estou louca para conhecer mais livros da autora. 

A história é sobre Wren, uma confeteira dedicada que acaba de ter sua vida virada de cabeça para baixo ao descobrir o tipo de canalha que o ex-namorado é e o quanto atolada em dívidas ela está. 
Seus biscoitos costumam adoçar a vida de várias pessoas, mas uma pessoa em especial deseja bem mais do que apenas a sua porção diária de bagel e canela, e ao perceber que a Wren está em apuros, ele decide agir em sua vida como um tipo de fada madrinha e príncipe encantado. 



A leitura foi um pouco diferente pelo livro, na verdade, ser um conto que é caracterizado pelo tamanho menor que uma novela ou romance. Então, eu tinha em mente esse detalhe quando eu li. Eu já esperava que a autora não se aprofundasse muito em alguns pontos. 

A escrita da Khardine é super fluída e você consegue deslizar pelas páginas da história com muita facilidade. Temos uma quantidade muito equilibrada de cenas românticas e quentes. 

A Wren é uma personagem tão fácil de amar, ela não deseja muitas coisas na vida, apenas seu café e criar novas gostosuras para seus clientes. É uma pessoa forte que batalha pelos seus sonhos, e que, infelizmente, acredita no melhor das pessoas sempre e por isso acaba se envolvendo com homens de caráter duvidoso. 

Adam é um homem muito centrado, que sabe exatamente o que quer, e faz tudo para a felicidade daqueles que ama, mesmo que essa pessoa acabe não ficando com ele. Mas, na real, quem não ficaria com ele? Adam é aquele personagem que você sabe que talvez nunca vá existir na vida real (😢), mas isso não te impede de hiperventilar e suspirar  e absorver o quanto pode dele à cada página. 

Com uma narração alternada, você se apega ao casal mesmo tendo tido tão pouco tempo para isso. É adorável a forma como o Adam trata e se preocupa com a Wren, e é realmente maravilhoso ver os dois se acertarem.

É uma história pra você ler enrolada num cobertor quentinho e com uma xícara de café do lado. Ou para você sair de uma ressaca literária. 
 
Esse livro mostra que se existirem mesmo contos de fadas, Paris seria um ótimo lugar  para encontrar o seu ‘felizes para sempre’. É um conto de fadas moderno, e confesso que eu também queria um Sr Delícia para mim.





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei